Pular para o conteúdo principal

McGregor 'rouba' cinturão, enquanto Aldo provoca torcida: 'vão continuar chorando'

Lutadores se enfrentam no UFC 189, em 11 de julho, em Las Vegas

A turnê mundial de divulgação do UFC 189 terminou na tarde desta terça-feira, em Dublin, com a torcida irlandesa indo ao delírio com o desafiante Conor McGregor e o campeão José Aldo, que foi alvo de piadas, incitações e muita provocação.
Logo no começo, o brasileiro disse que era o Rei de Dublin, para revolta dos torcedores que começaram a vaiar. "Cheguei aqui e trouxe o sol para vocês sorrirem um pouco, só chove nessa cidade!", disse o campeão. Na sequência, Aldo colocou os pés na mesa e, aproveitando a distração do brasileiro, McGregor 'roubou' seu cinturão. 

O brasileiro ficou revoltado e partiu para briga, mas foi contido por Dana White e vários seguranças. Depois de falar vários palavrões sobre McGregor e sua família, Aldo voltou a sentar na cadeira e seguiu respondendo as provocações. "Vocês vão chorar quando eu vencer".

Questionado sobre a paixão da torcida irlandesa, Aldo lembrou sua primeira luta pelo UFC, contra Mark Hominick, no Canadá, que é o recorde de público em uma noite de lutas. "Eu já lutei para 55.000 pessoas, enquanto aqui só tem 2.000. Vocês vão continuar chorando em casa atrás de um campeão", provocou o brasileiro.

A última encarada da turnê não poderia ser diferente. Aldo e McGregor quase brigaram, enquanto ambos trocavam gritos com palavrões, e seguiam sendo contidos por seguranças e Dana White. A luta acontece em 11 de julho, em Las Vegas.

Leia também:
Sem cansaço! Fãs em Londres elouquecem com turnê mundial do UFC
José Aldo e Conor McGregor, a guerra de palavras continua