Pular para o conteúdo principal
Eventos

As melhores lutas do UFC em maio de 2020

O quinto mês do ano teve quatro cards após não ter eventos em abril

Depois de passarmos o mês de abril sem eventos, o Octógono voltou com tudo em maio, com quatro cards realizados. Tivemos disputas de cinturão no UFC 249, brasileiros se firmando na elite de suas divisões e nocautes entre pesos-pesados.

Relembre abaixo as melhores lutas do mês!

UFC 249 - 9 de maio de 2020
Tony Ferguson x Justin Gaethje
Brasil

Tony Ferguson e Justin Gaethje entraram no Octógono do UFC 249 com uma missão: conquistar o cinturão interino do peso-leve. Conhecidos por serem dois dos lutadores mais empolgantes da atualidade, ambos não decepcionaram e presentearam os fãs de MMA com uma luta incrível, cercada de momentos de trocação franca e movimentação. No final, melhor para Gaethje, que nocauteou seu rival e levou o título para casa.

UFC 249 - 9 de maio de 2020
Henry Cejudo x Dominick Cruz

Em sua primeira defesa de cinturão no peso-galo, Henry Cejudo teria pela frente o ex-campeão Dominick Cruz. Como era esperado, os dois atletas mostraram muita técnica durante um combate equilibrado, mas uma joelhada de Cejudo no final do segundo round foi decisiva para a vitória o lutador por nocaute técnico. Depois da grande apresentação, o campeão ainda pegou todos de surpresa ao anunciar sua aposentadoria no MMA.

UFC 249 - 9 de maio de 2020
Francis Ngannou x Jairzinho Rozenstruik
Brasil

Quando Francis Ngannou e Jairzinho Rozenstruik entraram no Octógono, todos tinham uma certeza: a luta terminaria com um nocaute. O desfecho do duelo veio com apenas 20 segundos de combate, quando o camaronês acertou uma bomba no atleta do Suriname e mostrou, mais uma vez, a força assustadora que tem nos punhos.

UFC Jacksonville - 13 de maio
Glover Teixeira x Anthony Smith

Confira como foi a vitória do brasileiro Glover Teixeira sobre Anthony Smith na luta principal do UFC Jacksonville.


Em um duelo de gerações, Glover Teixeira deu mais um show na luta principal do UFC Jacksonville. O brasileiro dominou Anthony Smith por mais de 20 minutos e conquistou o nocaute no último round do duelo, se firmando na elite da divisão dos meios-pesados. O castigo de Glover foi tão grande que ele "pediu desculpas" ao norte-americano durante a luta.

Social Post
UFC Jacksonville - 13 de maio
Thiago Moisés x Michael Johnson

Confira como foi a vitória do brasileiro Thiago Moisés sobre o norte-americano Michael Johnson no UFC Jacksonville.


Que o jiu-jitsu de Thiago Moisés é a sua principal arma, todos sabem, mas o brasileiro ainda assim surpreende no Octógono. Logo no início do segundo round em sua luta contra Michael Johnson, Moisés encaixou uma chave de calcanhar e obrigou Johnson a bater em desistência, faturando assim a sua segunda vitória no Octógono.

UFC Flórida - 16 de maio
Alistair Overeem x Walt Harris

Em duelo com muitas reviravoltas, Alistair Overeem levou a melhor e nocauteou Walt Harris no 2º round da luta principal do UFC Flórida. Veja como foi.


Em outra luta marcada por um duelo de gerações, mais uma vez a experiência prevaleceu no Octógono. Alistair Overeem começou tendo dificuldades contra Walt Harris, sendo quase nocauteado, mas se recuperou e aproveitou as brechas do norte-americano, castigando seu rival no ground and pound e sendo decretado vencedor por nocaute técnico no segundo round do duelo.

UFC Vegas - 30 de maio
Tyron Woodley x Gilbert Burns
Brasil

Gilbert Durinho estava vindo em uma crescente enorme na categoria dos meios-médios e teria pela frente o seu maior desafio na carreira em 30 de maio, ao enfrentar o ex-campeão Tyron Woodley. Se havia alguma dúvida que de o brasileiro era uma realidade na categoria, ela desapareceu completamente. Em sua melhor atuação no Octógono, Durinho deu uma aula de MMA e dominou Woodley durante os cinco rounds, se colocando na posição de próximo desafiante ao cinturão.

UFC Vegas - 30 de maio
Mackenzie Dern x Hannah Cifers

Mackenzie Dern se tornou a primeira lutadora na história da organização a finalizar uma rival com uma chave de joelho no último sábado (30), no UFC Vegas. Veja como foi.


Mackenzie Dern voltou ao Octógono com o objetivo de se recuperar da única derrota da carreira, mas teria a resiliente Hannah Cifers pela frente. Mackenzie, no entanto, não tomou conhecimento da rival e deu números finais ao duelo com uma chave de joelho reta, entrando para a história do UFC ao se tornar a primeira lutadora a vencer com uma finalização de perna desde que o MMA feminino foi introduzido na organização.

Qual foi a melhor luta do UFC em maio de 2020?

Tony Ferguson x Justin Gaethje
32% (1 voto)
Henry Cejudo x Dominick Cruz
4% (1 voto)
Francis Ngannou x Jairzinho Rozenstruik
8% (1 voto)
Glover Teixeira x Anthony Smith
13% (1 voto)
Thiago Moisés x Michael Johnson
7% (1 voto)
Alistair Overeem x Walt Harris
3% (1 voto)
Tyron Woodley x Gilbert Burns
32% (1 voto)
Mackenzie Dern x Hannah Cifers
1% (1 voto)
Total votes: 75