Pular para o conteúdo principal
Eventos

Mesmo sem cinturão, Deiveson Figueiredo crava após UFC Norfolk: "Sou o número um"

Brasileiro nocauteou Joseph Benavidez na luta principal do evento, realizado no último sábado (29)

Deiveson Figueiredo poderia ter o peso do cinturão em seu corpo após o nocaute em Joseph Benavidez no último sábado (29), na luta principal do UFC Norfolk, mas o brasileiro não conseguiu atingir o limite da categoria dos moscas na pesagem oficial do evento e, mesmo com a vitória, o título não ficou em suas mãos.

Mais UFC Norfolk: Deiveson nocauteia Benavidez | Todos os ResultadosBônus da Noite

Apesar de não ter sido coroado campeão nesta oportunidade, o gosto da vitória não ficou menos doce para o brasileiro, que em suas próprias palavras se garantiu como o dono moral do cinturão da categoria dos moscas.

"Eu ganhei do número um da categoria. Um cara bom, forte, com grande nome. É a maior felicidade do mundo para mim. Eu sou o número um. Eu mereço novamente a chance de disputar o cinturão da categoria. Dessa vez irei sair do Octógono com ele", disse o lutador para o UFC Brasil.

O brasileiro Deiveson Figueiredo deu show e nocauteou Joseph Benavidez na luta principal do UFC Norfolk, no último sábado (29).


O "Deus da Guerra" também garantiu que o problema com seu corte de peso foi um fato isolado e que dores na região abdominal atrapalharam para que ele atingisse o limite da divisão.

"Eu passei mal e não deu para continuar. Eu estava próximo de conseguir, faltavam apenas 800 gramas, mas senti muitas dores no abdômen e foi aconselhado que eu parasse de perder peso. Felizmente, a luta não caiu. Foi a primeira vez que isso aconteceu e peço desculpas. Sou profissional e esse problema não voltará a aparecer. Vou deixar meus fãs mais felizes na próxima", finalizou.

Assine o Combate | Siga o UFC Brasil no Youtube