Pular para o conteúdo principal

Motivos para ver: UFC Hamburgo

Saiba por que você não pode perder o evento deste domingo (22)

Pelo segundo final de semana consecutivo, teremos um ex-campeão brasileiro na luta principal de uma edição do Ultimate. Após Junior Cigano sair de braço erguido em Boise, no próximo domingo (22) será a vez de Mauricio Shogun subir ao Octógono no último duelo do UFC Hamburgo. E este é um dos motivos pelos quais você não pode deixar de assistir ao evento. Confira os outros.
Mais UFC Hamburgo: Os brasileiros do eventoConfira o card completo
Shogun selando um title-shot?
Já se passaram mais de sete anos desde que Mauricio Shogun deteve o cinturão dos meio-pesados do Ultimate. Entretanto, o brasileiro pela primeira vez atravessa uma sequência de três vitórias consecutivas na organização. Contra Anthony Smith, substituto de última hora de Volkan Oezdemir, Shogun tem a oportunidade de chegar ao quarto triunfo consecutivo, o que segundo o próprio campeão da categoria, Daniel Cormier, o credenciaria como o próximo desafiante ao cinturão da divisão até 93kg. Com certeza as palavras de DC servirão como motivação extra ao curitibano.
Anthony “Matador de Lendas” Smith
Após somar um cartel de 4-2 como peso-médio no Octógono, o norte-americano Anthony Smith resolveu se testar nos 93kgs e teve uma experiência extremamente positiva em sua estreia na divisão, nocauteando o ex-campeão Rashad Evans em apenas 53 segundos. Pouco mais de um mês depois, ele abraçou a oportunidade de entrar de última hora em uma luta principal e encarar seu segundo ex-campeão consecutivamente em Shogun. Fora do Top 15 da categoria, Smith ainda tem um longo caminho a percorrer no novo peso, mas, na maior oportunidade de sua carreira, tem a chance de encurtar consideravelmente este percurso rumo ao topo. E já disse que aceitaria de bom grado o apelido de “matador de lendas”.
Meio-pesados em foco também na luta co-principal
Se a luta principal do UFC Hamburgo tem o potencial de selar um title-shot ou apresentar um novo Top 10 à divisão dos meio-pesados, a luta co-principal também será decisiva para o futuro da categoria. De um lado, o ex-desafiante Glover Teixeira, atual terceiro colocado do ranking e embalado por um nocaute no primeiro round sobre um adversário Top 10 - Misha Cirkunov - em seu combate mais recente. De outro, o dono da oitava posição, Corey Anderson, que tenta se livrar do estigma de ser barrado pelos nomes mais tarimbados do peso após derrotas para o próprio Shogun, Jimi Manuwa e Ovince Saint Preux. Corey também venceu seu último compromisso - Patrick Cummins - e vê nessa luta um passaporte definitivo ao Top 5.
Brasileiros nas três atrações principais
Imediatamente antes de Glover subir ao Octógono na Alemanha, outro brasileiro será atração na antepenúltima luta do card: o peso-médio Vitor Miranda, que medirá forças com o estreante Abu Azaitar. Com duas derrotas consecutivas, o “Lex Luthor” precisa de uma performance convincente, mas terá uma tarefa árdua contra o nocauteador marroquino-alemão, que terá o apoio da torcida para impor sua pressão e suas mãos pesadas na expectativa de causar uma boa primeira impressão no Ultimate.
Olho Neles
Se você ainda não está familiarizado com os nomes de Nasrat Haqparast e Marc Diakiese, deveria aproveitar esta oportunidade. Os dois são jovens promessas do peso-leve que enfrentaram problemas contra um nível de competição mais elevado no Ultimate, mas que possuem tempo e recursos para cumprirem as expectativas neles depositadas. Haqparast é um afegão-alemão de 22 anos formado nos camps estrelados da Kings MMA e da Tristar Gym, e que, após conquistar todas suas vitórias por nocaute fora do Ultimate, acabou superado por Marcin Held em sua estreia na organização.
Diakiese é um explosivo e criativo lutador inglês de 25 anos que impressionou em suas duas primeiras aparições no Octógono - incluindo um nocaute avassalador aos 30 segundos de luta sobre Teemu Packalen. Após derrotas consecutivas para Drakkar Klose e Dan Hooker, no entanto, o atleta, que representa a American Top Team, deu um passo atrás na organização, e busca reverter este quadro na Alemanha.
O Canal Combate transmite o UFC Hamburgo ao vivo e com exclusividade no domingo a partir de 11h20 da manhã (horário de Brasília).
Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube