Pular para o conteúdo principal

Nick Catone se aposenta do MMA e luta contra Vitor Miranda é cancelada

Norte-americano tomou a decisão após sofrer nova lesão; brasileiro também se machucou e está fora do evento


Depois de sofrer mais uma lesão na carreira, que o tirou da luta contra o brasileiro Vitor Miranda no UFC Newark, em 18 de abril, o peso-médio Nick Catone anunciou sua aposentadoria do MMA na quarta-feira (25). Aos 32 anos, o norte-americano disse em entrevista ao UFC que resolveu parar de lutar por sentir dores constantes que estavam atrapalhando seu desempenho durante os treinamentos.

- Assine o Canal Combate e não perca nenhuma edição do UFC

"Nos últimos dois anos eu tive uma série de lesões. Minhas costas foram provavelmente a coisa que mais fez eu diminuir o ritmo. Eu não sou capaz de treinar como costumava fazer. Treino alguns dias e então sinto dor por mais outros. Ainda lutava porque gostava, mas quando se acorda com dor todos os dias, fica difícil continuar gostando”.

Com oito lutas no Ultimate, quatro vitórias e quatro derrotas, Catone ressaltou a importância de ter feito parte da maior organização de MMA do mundo. “Ter participado do UFC mudou minha vida. Estar na melhor organização, lutar contra os melhores caras, ninguém pode me tirar isso. Era algo que eu sonhava em fazer, fiz, e infelizmente minha hora de parar chegou pouco mais cedo do que eu pensava. Acreditava que aguentaria um pouco mais, mas não foi desse jeito que aconteceu”.

Vitor Miranda também sofreu uma lesão e está fora do evento. O UFC Newark deverá ter outra luta anunciada em breve, voltando a ter doze combates na noite.