Pular para o conteúdo principal
/themes/custom/ufc/assets/img/default-hero.jpg

Olho neles! As promessas do UFC Chicago

Saiba quais atletas merecem sua atenção no card deste sábado (23)

Cidade que já serviu como inspiração para músicas de Frank Sinatra, Chicago também é o lugar que receberá o octógono do UFC neste sábado (23).

Depois de três visitas à cidade que nos deu Michael Jordan e CM Punk no início do ano, o octógono volta a ser montado dentro do United Center, e traz consigo uma coleção sólida de lutas, incluindo um trio de talentos emergentes que merecem a sua atenção.

Francis Ngannou

Nós te avisamos sobre Ngannou antes de sua estreia no UFC Zagreb, em abril, mas caso você não tenha prestado atenção ou tenha achado que estávamos brincando, o prospecto do peso-pesados faz sua segunda e última aparição nesta série de artigos hoje, antes da luta contra Bojan Mihajlovic, o homem que deveria ter enfrentado na Croácia.

Aos 29 anos, o camaronês radicado em Paris é uma espécie de porte físico notável que tem uma força tremenda e potencial cru, mas Ngannou também mostrou que está aprendendo as manhas do MMA ao desviar de suas fraquezas com uma rapidez impressionante durante sua luta contra Curtis Blaydes. Ele defendeu a maior parte das quedas aplicadas pelo norte-americano, mostrou mais diversidade e variações em seu jogo em pé, e pareceu mais confortável dentro do cage.

Todas as lutas do UFC Chicago | Assine o Combate

Kailin Curran

Algumas semanas depois de Tatiana Suarez vencer a final peso-palha do TUF 23 e se estabelecer como uma promessa na categoria até 52kg, o card de sábado nos oferece a chance de ver uma lutadora que já avançou um pouco mais em sua jornada, mas ainda está tentando se estabelecer dentro do octógono.

Não deixe que o cartel 1-2 de Curran dentro do UFC te engane: ela lutou de igual para igual com Paige VanZant em sua estreia antes de sofrer o nocaute técnico no terceiro round, e estava ganhando os dois rounds iniciais sobre Alex Chambers antes de ser pega em uma finalização. A redenção veio em dezembro do ano passado, com uma finalização no segundo round sobre Emily Kagan.

A havaiana de 25 anos ainda está aprendendo, mas os sinais de que o sucesso virá no futuro estão aí. Enquanto continua a assimilar conhecimento e técnicas, a naturalmente atlética e determinada Curran tem o potencial para ser presença constante nos rankings durante anos.

Leia Mais: Relembre a trajetória de Edson Barboza | Os melhores do primeiro semestre

Kamaru Usman

É assim que você sabe que o nível de talentos no UFC nunca foi tão alto: um campeão do The Ultimate Fighter com uma sequência de seis vitórias, sendo duas delas no octógono, está prestes a lutar e mesmo assim não recebe tanta atenção.

Usman foi um dos destaques da 21ª temporada norte-americana do programa, avançando para as finais e finalizando Hayder Hassan. Cinco meses depois, ele continuou a boa fase com uma vitória por decisão unânime sobre Leon Edwards em Orlando. A competição ficaria mais difícil quando foi escalado para enfrentar Sergio Moraes no UFC 198, em Curitiba, mas Usman acabou sendo forçado a desistir da luta.

Neste fim de semana, o integrante da Team Blackzilians e campeão nacional Div. II da NCAA encara Alexander Yakovlev, um experiente veterano russo que é mestre em quatro disciplinas esportivas diferentes e vem de duas vitórias seguidas. Se conseguir aumentar sua sequência de vitórias para sete, Usman deve começar a ter um pouco mais de atenção na profunda e talentosa divisão dos meio-médios.