Pular para o conteúdo principal
Atletas

Os melhores de 2019: Israel Adesanya

Relembre os atletas que mais se destacaram no Octógono neste ano

Possivelmente a maior revelação do UFC em 2018, Israel Adesanya teve a oportunidade de provar se realmente estava à altura da elite da organização em 2019. E conseguiu.

Os Melhores de 2019: Henry Cejudo | Amanda Nunes | Jorge Masvidal | Alex Volkanovski | Kamaru Usman | Valentina Shevchenko | Weili Zhang | Jairzinho Rozenstruik | Destaques Brasileiros

O kickboxer neozelandês de origem nigeriana começou a atual temporada com um cartel de 15-0, que incluía quatro triunfos em seu primeiro ano de Ultimate, sendo a mais recente um nocaute no 1º round sobre o Top 15 Derek Brunson. Portanto, fazia sentido que ele começasse 2019 com algum desafio de grande porte.

E que teste maior do que uma luta com um de seus maiores ídolos e um dos maiores nomes da história do MMA, Anderson Silva, na luta principal de um evento numerado? Já no início de fevereiro, Adesanya fez um dos melhores combates do ano com o “Spider” na Austrália e conquistou, por decisão unânime, um enorme resultado para incrementar ainda mais seu currículo.

Veja a entrevista com Adesanya após vencer Anderson Silva

Confira o que disseram os protagonistas da luta principal do UFC 234 após darem um verdadeiro show para a torcida australiana no último sábado (09).


Se o duelo com Anderson já foi merecedor do prêmio de Luta da Noite no UFC 234, o que veio a seguir foi uma fortíssima candidata à Luta do Ano. Apenas dois meses depois, em abril, Adesanya enfrentou Kelvin Gastelum pelo título interino dos médios, colocado em disputa devido a uma lesão do campeão linear, Robert Whittaker.

Foram cinco rounds do melhor que se pode ter em um combate de MMA, nos quais Adesanya não mostrou apenas sua já conhecida refinada técnica na trocação, mas todas as qualidades de um excelente artista marcial misto, além de um queixo duro e muita resiliência. Resultado: 14 meses após sua estreia no maior evento do mundo, Israel já era campeão.

Faltava apenas o teste final, que veio seis meses depois, de volta à Austrália, na unificação dos cinturões dos 84 Kg com Whittaker, no evento que quebrou o recorde de público do UFC. Apenas um lutador poderia sair do Octógono com o título, e foi Adesanya, que venceu por nocaute no 2º round, consolidando uma das histórias de ascensão mais impressionantes já vistas no Ultimate.

Veja o nocaute de Israel Adesanya em Robert Whittaker

Foi um nocaute arrasador que rendeu a Israel Adesanya o cinturão do peso-médio. Veja como isso aconteceu e como o novo campeão avalia a sua performance na luta principal do UFC 243


Em 2020, Adesanya pode se ver diante de Paulo Borrachinha, Jared Cannonier, Yoel Romero, Darren Till… e a julgar pelo ritmo com que vem lutando até aqui, por que não todos eles?

Assine o Combate | Siga o UFC Brasil no Youtube