Pular para o conteúdo principal
Atletas

Os melhores de 2019: Jorge Masvidal

Relembre os atletas que mais se destacaram no Octógono neste ano

Jorge Masvidal entrou em 2019 vindo de uma sequência de derrotas e após passar mais de um ano sem pisar no Octógono. Mas ele termina a temporada como forte candidato a lutar pelo cinturão dos meio-médios e como uma das principais estrelas da organização. Relembre como “Gamebred” construiu uma das melhores campanhas do ano.

Os Melhores de 2019: Israel Adesanya | Henry Cejudo | Amanda Nunes | Alex Volkanovski | Kamaru Usman | Valentina Shevchenko | Weili Zhang | Jairzinho Rozenstruik | Destaques Brasileiros

Após ser derrotado por Demian Maia e Stephen Thompson em seus dois últimos compromissos de 2017, Masvidal amargou um difícil ano de 2018 sem fazer uma luta sequer. Seu primeiro embate em 2019 aconteceu em março, quando ele foi escalado para encarar Darren Till na luta principal do UFC Londres, na casa do inglês, em um embate que muitos viam como uma oportunidade para reabilitar o “Gorila” na corrida pelo título dos meio-médios após sua derrota para Tyron Woodley em disputa pelo cinturão.

Mas o norte-americano provou que não foi feito para ser trampolim e calou a O2 Arena, quebrando a banca de apostas e vencendo Till com um nocaute avassalador que lhe rendeu ainda os prêmios de Performance e Luta da Noite.

Em seguida, Masvidal foi o escolhido para enfrentar Ben Askren no UFC 239, principal evento da International Fight Week e um dos maiores cards do ano. Na ocasião, Askren estava invicto na carreira, havia acabado de estrear no Ultimate vencendo o ex-campeão Robbie Lawler por finalização e era considerado o favorito para lutar pelo ouro nos 77 Kg em caso de vitória. Em caso de vitória.

Veja o nocaute de Jorge Masvidal em Ben Askren

Jorge Masvidal se tornou o autor do nocaute mais rápido da história do UFC ao vencer Ben Askren em 5 segundos no UFC 239. 


Mais uma vez, o atleta da American Top Team não aceitou ser subestimado, e não apenas se tornou o primeiro lutador a vencer Askren, como o fez de maneira absolutamente arrasadora, nocauteando “Funky” com uma joelhada voadora aos cinco segundos de combate, quebrando o recorde de vitória mais rápida da história do Ultimate, e levando para casa mais um bônus de Performance da Noite, além de uma legião de novos fãs.

Agora na linha de frente entre os possíveis desafiantes ao título dos meio-médios, Masvidal, então com suas 47 lutas em mais de 16 anos de carreira, poderia facilmente sentar e aguardar o title-shot. Mas o homem que começou a carreira em brigas de rua não se contenta com isso. Ao contrário, ele aceitou o desafio de Nate Diaz para o que seria uma das maiores lutas do ano na atração principal do UFC 244, no Madison Square Garden, em Nova York.

Confira a primeira encarada entre Masvidal e Diaz

Fechando sua extraordinária campanha de 2019 com chave de ouro, Masvidal conquistou possivelmente a maior vitória de sua carreira superando Diaz por nocaute técnico ao final do 3º assalto, quando os médicos impediram Nate de voltar ao embate devido a um enorme corte no supercílio.

O que espera Jorge “Gamebred” Masvidal em 2020 ainda não se sabe - o certo é que não será nada menos que grandioso.

Assine o Combate | Siga o UFC Brasil no Youtube