Pular para o conteúdo principal
/themes/custom/ufc/assets/img/default-hero.jpg

Os números do UFC em 2016

Confira um resumo de tudo que rolou no octógono este ano


207
Evento da próxima semana, que encerra o calendário deste ano, com duas disputas de cinturão, entre a campeã Amanda Nunes e Ronda Rousey, e entre o campeão Dominick Cruz e Cody Garbrandt
40
Eventos do UFC foram realizados até aqui, começando com o UFC 195 e encerrando com o UFC Sacramento
10
Países foram visitados pelo octógono - Austrália, Brasil, Canadá, Croácia, Inglaterra, Alemanha, Irlanda, México, Holanda e Estados Unidos
2
Destes países - Croácia e Holanda - receberam o Ultimate pela primeira vez
Leia também: As 10 maiores surpresas de 2016 | Melhores estreantes
483
Lutas
151
Nocautes
88
Finalizações
106
Interrupções no primeiro round, incluindo uma luta sem resultado
7
Empates - Damon Jackson x Levan Makashvili (majoritário), Sergio Moraes x Luan Chagas (dividido), Kevin Casey x Elvis Mutapcic (dividido), Michael Graves x Bojan Velickovic (majoritário), Christian Colombo x Jarjis Danho (majoritário), Alejandro Perez x Albert Morales (majoritário), e o épico Tyron Woodley x Stephen Thompson (majoritário) pelo cinturão dos meio-médios
17
Disputas de cinturão
3
Disputas de título interino
9
Novos campeões foram coroados (em ordem cronológica) - Dominick Cruz, Miesha Tate, Stipe Miocic, Michael Bisping, Eddie Alvarez, Amanda Nunes, Tyron Woodley, Conor McGregor e Jose Aldo

Leve e pena
Categorias nas quais Conor McGregor se sagrou campeão, com o nocaute sobre José Aldo no último ano, e o nocaute sobre Eddie Alvarez no UFC 205. O “Notório” é o único lutador na história do UFC a ter títulos em duas divisões simultaneamente
3
Novos campeões interinos coroados (em ordem cronológica) - Jon Jones, Jose Aldo e Max Holloway
1569
Dias se passaram entre a recuperação do título dos galos por Dominick Cruz contra TJ Dillashaw, em 17 de janeiro, e a defesa de cinturão anterior de Cruz, contra Demetrious Johnson em outubro de 2011
3360
Dias se passaram entre o início (WEC 26) e o fim (UFC 199) da maior rivalidade do peso-galo - Dominick Cruz x Urijah Faber. Foi também no WEC 26 que Cruz sofreu sua primeira e única derrota na carreira até hoje
34-10
Cartel da carreira de 13 anos de Urijah Faber, que incluiu cinco defesas do título dos penas no WEC e encerrou com vitória por decisão unânime no UFC Sacramento
19-9
Cartel do “California Kid” no UFC/ WEC, incluindo 14 vitórias por nocaute ou finalização
19
Segundos foram precisos para que Chas Skelly encaixasse um triângulo de mão invertido em Maximo Blanco, na finalização mais rápida de 2016
13
Segundos precisou Anthony Johnson para vencer Glover Teixeira com o nocaute mais rápido do ano
18
Vitórias em 2016 ocorreram em menos de um minuto - 15 nocautes, 3 finalizações
23m30s
Tempo de luta com que Miesha Tate, de forma espetacular, finalizou Holly Holm no UFC 196 e conquistou o cinturão peso-galo com a finalização mais tardia de 2016
3m16s
Tempo de luta com que Amanda Nunes finalizou Miesha Tate e tomou o cinturão no UFC 200
9m12s
Tempo de luta com que Nate Diaz finalizou Conor McGregor com um mata-leão no UFC 196, encerrando a sequência de 15 lutas de invencibilidade do irlandês
12
Dias foi o tempo que teve Nate para se preparar para enfrentar McGregor pelos meio-médios, aceitando o combate de última hora para substituir o lesionado então campeão dos leves Rafael dos Anjos, que defenderia seu cinturão
202
Evento em que, cinco meses depois, aconteceu a revanche entre McGregor e Diaz, que teve vitória do irlandês por decisão majoritária (48-47, 47-47, 48-47)
205
Evento realizado no Madison Square Garden, na cidade de Nova York, pela primeira vez na história do UFC
7736
Dias se passaram entre o primeiro evento no estado de Nova York (UFC 7), e o UFC 205, após o MMA deixar de ser proibido no estado, em março
1337
Dias se passaram entre a Luta da Noite entre Jim Miller e Joe Lauzon, no UFC 155, e a revanche, que também foi premiada Luta da Noite, no UFC Vancouver
10
Lutas decididas pelos jurados tiveram o UFC Londres: Silva x Bisping e o UFC Melbourne: Whittaker x Brunson, o maior número de 2016, e empatados com o UFC 169, o maior número de decisões na história do UFC
6
Finalizações teve o UFC Vegas: Dos Anjos x Alvarez, evento com maior número em 2016
8
Nocautes teve o UFC 199, evento com maior número em 2016
17
Dias de antecedência com que Michael Bisping aceitou a luta contra Luke Rockhold pelo cinturão dos médios no UFC 199, que Bisping acabou vencendo por nocaute no primeiro round

20
Vitórias soma Bisping no UFC, incluindo três neste ano, que fazem dele o atleta com o maior número na história do UFC
5
Vencedores do The Ultimate Fighter chegaram a um cinturão no Ultimate - Bisping, Carla Esparza, Rashad Evans, Forrest Griffin e Matt Serra
9
Vitórias consecutivas soma atualmente o vencedor do TUF 13 Tony Ferguson, sendo duas neste ano - 4ª maior sequência invicta atualmente no UFC
10
Vitórias consecutivas soma atualmente o campeão interino dos penas Max Holloway, sendo duas neste ano - 3ª maior sequência invicta atualmente no UFC
11
Vitórias consecutivas soma o campeão peso-mosca Demetrious Johnson, sendo duas neste ano - 2ª maior sequência invicta atualmente no UFC, atrás de Jon Jones, com 13
9
Defesas consecutivas de título tem o “Mighty Mouse”, empatado com Georges St-Pierre com o 2º maior número na história do UFC, atrás de Anderson Silva, com 10
347
Golpes significativos aplicou a campeã peso-palha Joanna Jedrzejczyk em suas duas defesas de título neste ano, contra Claudia Gadelha e Karolina Kowalkiewicz
4
Defesas de título consecutivas tem Joanna, 2ª maior sequência atual no UFC, atrás das 9 de Demetrious Johnson
4
Vitórias consecutivas somou Donald Cerrone desde a mudança para os meio-médios
100%
Das vitórias do Cowboy entre os meio-médios foram por interrupção, sendo três nocautes (dois por chute na cabeça) e uma finalização, além de três bônus de Performance da Noite
3
Nocautes aplicaram neste ano também Cody Garbrandt, Stipe Miocic e Gegard Mousasi
1057
Dias se passaram entre a penúltima e a última defesas de título bem sucedidas dos pesos-pesados - respectivamente, a vitória de Cain Velasquez sobre Junior Cigano no UFC 166, e de Stipe Miocic sobre Alistair Overeem no UFC 203
203
Evento em que CM Punk fez sua estreia profissional no MMA, e acabou finalizado por Mickey Gall no primeiro round
1653
Dias se passaram entre a penúltima e última lutas de Brock Lesnar, respectivamente no UFC 141 e UFC 200
9
Dias de antecedência com que Brandon Moreno aceitou a luta contra Louis Smolka para fazer sua estreia no octógono, e acabou vencendo por finalização no primeiro round
63 quilos
Peso combinado com o qual Cris Cyborg lutou duas vezes neste ano, conquistando nocautes no UFC 198 e no UFC Brasília
Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube | Visite a UFC Store | Baixe o aplicativo do UFC