Pular para o conteúdo principal

Pai de primeira viagem, Elizeu Capoeira tem motivação extra para o UFC SP

Meio-médio busca a sexta vitória seguida em setembro


Foi logo depois de fazer a Luta da Noite do UFC São Paulo em 2017 que Elizeu Zaleski recebeu a notícia de que seria pai de primeira viagem. Quase um ano depois, o paranaense volta ao Ginásio do Ibirapuera para buscar mais uma vitória, dessa vez contra Belal Muhammad em 22 de setembro.

Será a primeira vez que Elizeu compete desde que o pequeno Joaquim nasceu. E enquanto sabemos que a rotina muda bastante com a chegada de um bebê, o lutador garante que tudo vale a pena, e até serve como incentivo para ter uma boa performance no Octógono.  

"Não tenho palavras para expressar o sentimento de ser pai. Por coincidência foi em São Paulo (que recebi a notícia), fiquei sabendo depois da luta. E agora vou lutar já com o bebê nascido", disse em entrevista ao UFC Brasil.

"Alguma coisa muda na rotina, mas acho que o mais muda é o compromisso com os treinos. Tenho mais vontade de fazer as coisas, fazer algo a mais para que ele possa estar bem e eu possa ser vitorioso não só para mim mesmo, mas para ele também".

Garanta já seu ingresso para o UFC SP

O currículo de "Capoeira" é de impressionar. Já são cinco vitórias seguidas, sendo três prêmios de Luta da Noite, mas ainda assim ele não faz parte do top 15 da divisão. Enquanto isso não necessariamente incomoda, o brasileiro garante que segue motivado para aumentar a sequência, sem colocar nenhuma pressão adicional em si mesmo.   

"Vai ser apenas a sexta vitória (risos). É um passo a mais. Se os caras vão me olhar diferente, se vão me colocar no ranking, é depois disso. O importante é ter as atitudes corretas para ter esse reconhecimento. Eu de qualquer forma treino, luto, treino e luto".

Treinar e lutar. Essa é a rotina perfeita para Capoeira. Tendo competido três vezes em pouco mais de um ano, o meio-médio pretende pisar no Octógono em mais uma oportunidade ainda este ano.

"Eu quero lutar. Tenho o sonho de chegar no cinturão, mas meu objetivo maior agora é estar entre os melhores da categoria, e vou conquistar isso. Eu me mantenho sempre ativo, sempre treinando", disse.

"Se tudo correr bem, quero fazer mais uma luta ainda esse ano, talvez lá para o final de novembro ou dezembro. Meu objetivo para esse ano é esse: fazer mais uma luta além dessa de São Paulo".  

O UFC São Paulo será liderado pelo duelo entre o inglês Jimi Manuwa e o brasileiro Thiago “Marreta” Santos. Saiba tudo sobre o evento e garanta seu ingresso em: http://www.ufc.com.br/ufcsp .