Pular para o conteúdo principal
Panorama da Divisão: peso meio-médio | Novembro de 2021
Especiais

Panorama da Divisão: peso meio-médio | Novembro de 2021

Confira a situação atual dos principais nomes da categoria e o que esperar em um futuro próximo

Kamaru Usman saiu vitorioso em sua revanche contra Colby Covington e manteve o cinturão do peso meio-médio no UFC 268. O nigeriano também se manteve em primeiro lugar no ranking peso-por-peso e agora espera um próximo desafiante ao cinturão.

Confira abaixo um panorama do peso meio-médio.

Inscreva-se para receber a Newsletter do UFC

Campeão: Kamaru Usman

Cartel: 20-1 (9 nocautes, 1 finalização)
Última luta: vitória por decisão unânime contra Colby Covington (6/11/2021)
Próxima luta: a definir

Campeão incontestável da categoria, Kamaru Usman conseguiu a quinta defesa de cinturão ao bater Colby Covington na revanche que marcou a luta principal do UFC 268. O nigeriano é atualmente um dos lutadores mais temidos da organização e vem construindo um verdadeiro legado, sendo o atleta com a segunda maior sequência de vitórias na história do UFC, com 15. Seu próximo adversário ainda não está definido, mas tudo indica que será Leon Edwards caso o atleta supere Jorge Masvidal no UFC 269, em dezembro, ou Vicente Luque.

1) Colby Covington

Cartel: 16-3 (4 nocautes, 4 finalizações)
Última luta: derrota por decisão unânime contra Kamaru Usman (6/11/2021)
Próxima luta: a definir

Colby Covington teve outra chance de conquistar o cinturão contra Kamaru Usman, mas "Chaos" saiu novamente derrotado para o nigeriano - dessa vez por decisão unânime. O norte-americano agora terá que dar alguns passos para trás para, quem sabe, ter uma terceira chance de lutar pelo título no futuro. Dono de um wrestling excelente e de uma pressão incansável nos adversários, Colby já mirou um duelo contra Jorge Masvidal - e seria uma excelente luta caso "Gamebred" perca de Leon Edwards. Outras excelentes opções seriam Gilbert Burns ou Vicente Luque.

2) Gilbert Burns

Cartel: 20-4 (6 nocautes, 8 finalizações)
Última luta: vitória por decisão unânime contra Stephen Thompson (10/7/2021)
Próxima luta: a definir

Primeiro dos dois brasileiros da lista, Gilbert Burns conquistou uma importante vitória em seu último duelo contra Stephen Thompson e está em uma posição confortável na divisão. Seu único revés nos últimos oito duelos foi para o campeão Kamaru Usman, mas não parece haver indicação que "Durinho" terá uma revanche imediata contra o nigeriano. Como ele não irá enfrentar Vicente Luque em uma eliminatória, sobra para o brasileiro um duelo contra Colby Covington, o perdedor de Edwards contra Masvidal ou alguém abaixo do top 5 do ranking que esteja em ascensão, como Belal Muhammad e Khamzat Chimaev.

3) Leon Edwards

Cartel: 19-3-1 NC (6 nocautes, 3 finalizações)
Última luta: vitória por decisão unânime contra Nate Diaz (12/6/2021)
Próxima luta: Jorge Masvidal (11/12/2021)

Invicto em suas últimas dez lutas, o inglês Leon Edwards sabe que uma vitória contra Jorge Masvidal no UFC 269 pode ser o passaporte para uma disputa de cinturão contra Kamaru Usman. Ele superou nomes como Donald Cerrone, Rafael dos Anjos e Nate Diaz no Octógono e, apesar de não ser tão badalado, é um atleta completo em todas as áreas. Caso vença o rival, fica difícil negar-lhe o title-shot, especialmente pelo campeão já ter derrotado os atletas acima dele no ranking.

4) Vicente Luque

Cartel: 21-7-1 (11 nocautes, 8 finalizações)
Última luta: vitória por finalização contra Michael Chiesa (7/8/2021)
Próxima luta: a definir

Assim como seu companheiro de treinos Gilbert Durinho, Vicente Luque é outro brasileiro que vive ótima fase no Octógono. O lutador venceu seus quatro últimos combates e era o substituto caso Usman ou Covington não pudessem lutar no UFC 268 - o que não aconteceu. Caso Edwards perca de Masvidal, Luque pode se tornar o próximo desafiante do campeão, já que seria o lutador com melhor posição no ranking que ainda não lutou contra o nigeriano. Se o contrário ocorrer, o brasileiro teria bons desafios em Colby Covington, Jorge Masvidal ou uma revanche contra Stephen Thompson.

5) Stephen Thompson

Cartel: 16-5-1 (7 nocautes, 1 finalização)
Última luta: derrota por decisão unânime para Gilbert Burns (10/7/2021)
Próxima luta: a definir

Conhecido pelo seu jogo de striking, Stephen Thompson vinha em uma sequência de duas vitórias até ser parado por Gilbert Burns. Aos 38 anos, o veterano ainda é um lutador de alto nível, mas tem pelo menos três atletas na frente quando se pensa em cinturão. "Wonderboy", porém, seria um ótimo desafio para nomes interessantes abaixo dele no ranking, como Michael Chiesa, Belal Muhammad, Neil Magny e Khamzhat Chimaev. 

Assine o Combate | Siga o UFC Brasil no Youtube