Pular para o conteúdo principal
Especiais

Panorama da Divisão: Peso-Pena | Fevereiro de 2024

Confira como está a situação dos lutadores mais bem ranqueados da categoria após o UFC 298, no último sábado (17)

O início de uma nova era chegou. Ilia Topuria deu fim ao reinado de cinco anos de Alexander Volkanovski com um nocaute na luta principal do UFC 298, realizado no último sábado (20), e agora é o novo campeão do peso-pena. Confira abaixo a situação dos principais nomes da categoria após a mudança no topo da divisão. 

Campeão: Ilia Topuria

Ilia Topuria comemora a vitória na luta principal do UFC 298. (Foto por Chris Unger/Zuffa LLC)

Ilia Topuria comemora a vitória na luta principal do UFC 298. (Foto por Chris Unger/Zuffa LLC)


Última luta: vitória por nocaute sobre Alexander Volkanovski (17/2/2024) 

Próxima luta: a definir 

Ilia Topuria fez o que muitos tentaram, mas não conseguiram. O georgiano radicado na Espanha nocauteou Alexander Volkanovski na luta principal do UFC 298 e tornou-se o novo campeão peso-pena do UFC. Invicto na carreira com 15 vitórias, sendo sete delas no Octógono, o novo campeão tem diversas opções para sua primeira defesa de título, especialmente pela categoria ter duelos decisivos entre os mais bem colocados no ranking nos próximos meses. “El Matador” pode enfrentar Volkanovski em uma revanche imediata, assim como o vencedor de Yair Rodriguez x Brian Ortega, Aljamain Sterling x Calvin Kattar ou até mesmo o ex-campeão Max Holloway. Independente do próximo adversário, o campeão terá um desafio difícil pela frente. 

 

1) Alexander Volkanovski

Alexander Volkanovski se prepara para a luta principal do UFC 298. (Foto por Sean M. Haffey/Zuffa LLC)

Alexander Volkanovski se prepara para a luta principal do UFC 298. (Foto por Sean M. Haffey/Zuffa LLC)


Última luta: derrota por nocaute para Ilia Topuria (17/2/2024) 

Próxima luta: a definir 

Um dos lutadores mais dominantes da história da categoria, Alexander Volkanovski conheceu sua primeira derrota como peso-pena no último sábado (17) ao ser nocauteado por Ilia Topuria na luta principal do UFC 298. No final de 2022, seria surpreendente pensar que o ex-campeão teria um retrospecto de 1-3, com duas derrotas por nocaute em suas últimas quatro lutas. O australiano provavelmente precisará de um tempo para se recuperar, mas já pediu pela revanche imediata para tentar reconquistar o cinturão peso-pena. 

 

2) Max Holloway

Max Holloway comemora a vitória no UFC Singapura. (Foto por Suhaimi Abdullah/Zuffa LLC via Getty Images)

Max Holloway comemora a vitória no UFC Singapura. (Foto por Suhaimi Abdullah/Zuffa LLC via Getty Images)


Última luta: vitória por nocaute sobre Chan Sung Jung (26/8/2023) 

Próxima luta: Justin Gaethje (UFC 300 – 13/4/2024) 

Após ser derrotado três vezes por Volkanovski, Max Holloway ganhou um novo gás na divisão com a vitória de Topuria. O havaiano pode ter a oportunidade de voltar a disputar o cinturão no futuro, agora que o australiano deixou o posto de campeão. No entanto, ele precisa antes enfrentar Justin Gaethje no UFC 300 pelo cinturão BMF. Embora o resultado do combate possa não impactar diretamente nas chances de Holloway pelo título, uma vitória certamente o ajudaria, especialmente pelo fato do ex-campeão já ter vencido praticamente toda a elite da categoria.

 

3) Yair Rodriguez

Yair Rodriguez em sua entrada para a luta principal do UFC 290. (Foto por Jeff Bottari/Zuffa LLC)

Yair Rodriguez em sua entrada para a luta principal do UFC 290. (Foto por Jeff Bottari/Zuffa LLC)


Última luta: derrota por nocaute técnico para Alexander Volkanovski (8/7/2023) 

Próxima luta: Brian Ortega (UFC México - 24/2/2024) 

Poucas coisas aliviam o sentimento de sair com uma derrota em um duelo valendo o cinturão, mas lutar em casa em busca da recuperação pode ser uma delas. Após ser superado por Volkanovski na unificação do cinturão peso-pena, no UFC 290, Yair Rodriguez terá pela frente Brian Ortega no UFC México, em uma aguardada revanche. No primeiro duelo entre ambos, o ex-campeão interino saiu com a vitória após seu rival se lesionar logo no começo da luta. Em caso de um novo triunfo, o mexicano pode se colocar como um dos principais desafiantes ao cinturão de Topuria.

 

4) Brian Ortega

Brian Ortega se prepara para enfrentar Yair Rodriguez na luta principal do UFC Long Island. (Foto por Jeff Bottari/Zuffa LLC)

Brian Ortega se prepara para enfrentar Yair Rodriguez na luta principal do UFC Long Island. (Foto por Jeff Bottari/Zuffa LLC)


Última luta: derrota por nocaute técnico para Yair Rodriguez (15/7/2022) 

Próxima luta: Yair Rodriguez (UFC México - 24/2/2024) 

Brian Ortega fará seu retorno em uma revanche contra Yair Rodriguez no UFC México após mais de um ano e meio afastado por conta de uma lesão. O norte-americano tinha sido o lutador mais perigoso para Volkanovski na categoria até então, quase finalizando o australiano com uma guilhotina, mas acabou superado pelo rival e perdeu a chance de conquistar o título. Em seguida, ele se machucou em seu primeiro duelo contra Rodriguez e precisou ficar longe do Octógono. Agora, o atleta de 32 anos chega à Cidade do México com a chance de se consolidar mais uma vez na elite da divisão caso saia vitorioso.

 

5) Movsar Evloev

Movsar Evloev comemora a vitória no UFC 297. (Foto por Chris Unger/Zuffa LLC)

Movsar Evloev comemora a vitória no UFC 297. (Foto por Chris Unger/Zuffa LLC)


Última luta: vitória por decisão unânime sobre Arnold Allen (20/1/2024) 

Próxima luta: a definir 

O mais novo rosto a aparecer no panorama é o russo Movsar Evloev. O lutador está invicto na carreira e sua jornada no UFC tem sido impressionante, com oito vitórias - todas por decisão. Agora no Top 5 do peso-pena, o lutador de 30 anos ainda busca uma performance marcante para colocá-lo na fila como um possível desafiante ao cinturão de Topuria, e espera enfrentar alguém da elite para conseguir tal feito e se aproximar da chance pelo título. 



Menções Honrosas: Aljamain Sterling, Calvin Kattar, Arnold Allen 

O peso-pena está repleto de lutadores talentosos em busca do Top 5, e a categoria ganhou um reforço de peso. O ex-campeão peso-galo Aljamain Sterling subiu para a divisão até 65,7 Kg e vai enfrentar Calvin Kattar no UFC 300. A vitória é de suma importância para os dois lutadores sonharem com o cinturão.  

Apesar de estar em uma sequência de duas derrotas, Arnold Allen pode voltar a figurar no Top 5 no futuro. O britânico de 30 anos chegou a ter 10 vitórias seguidas antes de ser derrotado por Holloway e Evloev, e já mostrou potencial para ser um dos lutadores mais perigosos e talentosos do peso-pena.