Pular para o conteúdo principal
Panorama da Divisão: peso-pesado | Janeiro de 2022
Especiais

Panorama da Divisão: peso-pesado | Janeiro de 2022

Confira a situação atual dos principais nomes da categoria e o que esperar em um futuro próximo

Francis Ngannou superou Ciryl Gane na luta principal do UFC 270 e unificou o cinturão peso-pesado, tornando-se o único campeão da divisão. Com isso, o "Predador" aguarda agora um novo desafiante - e não faltam candidatos para isso. Veja como está o panorama do peso-pesado:

Cartel: 17-3 (12 nocautes, 4 finalizações)
Última luta: vitória por decisão unânime contra Ciryl Gane (22/1/2021)
Próxima luta: a definir

Agora, mais do que nunca, Francis Ngannou é o campeão peso-pesado do UFC. O camaronês venceu Ciryl Gane na luta principal do UFC 270, em janeiro deste ano, e unificou o título da categoria, não deixando margem para dúvidas. Ele agora espera uma data para sua segunda defesa de cinturão. Apesar de não ter um candidato claro ao posto de desafiante, há muitos lutadores talentosos no ranking que aguardam uma oportunidade de enfrentar o campeão.

1) Ciryl Gane

Cartel: 10-1 (3 nocautes, 3 finalizações)
Última luta: derrota por decisão unânime contra Francis Ngannou (22/1/2022)
Próxima luta: a definir

Ciryl Gane tinha sete vitórias seguidas no Octógono, mas o francês conheceu seu primeiro revés na luta principal do UFC 270. O lutador começou bem, mas acabou dominado pelo campeão Francis Ngannou nos últimos rounds e perdeu a chance de se tornar o rei da categoria. Gane já expressou o desejo de enfrentar o camaronês em uma revanche, mas o próximo compromisso do francês no Octógono ainda não está definido.

2) Stipe Miocic

Cartel: 20-4 (15 nocautes)
Última luta: derrota por nocaute contra Francis Ngannou (27/3/21)
Próxima luta: a definir

Recordista em defesas de cinturão na história dos pesos-pesados com quatro, Stipe Miocic viu seu segundo reinado na categoria chegar ao fim em março deste ano, quando foi derrotado em revanche por Francis Ngannou. Revanches, inclusive, têm sido algo recorrente para o norte-americano: suas últimas cinco lutas foram ou contra Ngannou, ou contra Daniel Cormier. Aos 39 anos e sem tempo a perder, ele aguarda agora ou por uma revanche ou um duelo que possa recolocá-lo imediatamente na rota do título.

3) Derrick Lewis

Cartel: 26-8 (21 nocautes, 1 finalização)
Última luta: vitória por nocaute técnico contra Chris Daukaus (18/12/2021)
Próxima luta: a definir

Atleta com mais nocautes na história do UFC (13), Derrick Lewis se recuperou da derrota sofrida para Ciryl Gane - onde perdeu a chance de ser campeão interino da categoria - e nocauteou Chris Daukaus na luta que fechou o ano de 2021 no Octógono. O peso-pesado tem vitórias sobre os atuais Top 5 Curtis Blaydes e Alexander Volkov no currículo, além de um triunfo sobre o campeão Ngannou, o norte-americano pode rapidamente se colocar na rota por uma terceira tentativa.

4) Curtis Blaydes

Cartel: 15-3 (10 nocautes)
Última luta: vitória por decisão unânime contra Jairzinho Rozenstruik (25/9/2021)
Próxima luta: a definir

Curtis Blaydes se recuperou do nocaute sofrido contra Derrick Lewis com uma atuação segura contra Jairzinho Rozenstruik no UFC 266, onde bateu o rival por decisão unânime. Apesar de vir de vitória, o peso-pesado possui derrotas contra lutadores acima dele no ranking, o que pode dificultar uma chance de lutar pelo cinturão de imediato.

5) Alexander Volkov

Cartel: 33-9 (22 nocautes, 3 finalizações)
Última luta: vitória por decisão unânime contra Marcyn Tibura (30/10/2021)
Próxima luta: Tom Aspinall - UFC Londres (19/3/2022)

Depois de sair derrotado por Ciryl Gane, Alexander Volkov voltou à coluna das vitórias com uma boa apresentação contra Marcin Tybura no UFC 267. O russo é um atleta consolidado na categoria e um desafio difícil para qualquer peso-pesado. Agora, Volkov irá para mais uma luta principal, quando enfrenta o inglês Tom Aspinall no UFC Londres, em março deste ano.

Assine o Combate | Siga o UFC Brasil no Youtube