Pular para o conteúdo principal

Pequenos hábitos, grandes diferenças

 



Muito já foi dito aqui sobre tipos de treino, alimentação, equipamento e vários outros detalhes que compõem, ou pelo menos te ajudam a atingir, o objetivo de cada um dentro da prática esportiva. Um detalhe que também deve ser levado em consideração e que vai ajudar bastante na melhora da sua saúde e no seu bem estar são os pequenos hábitos.

Ficou na dúvida sobre quais são eles? Ok, vou exemplificar. Sabe quando você pega um ônibus e procura descer no ponto mais próximo ao local onde está indo? Então, por que não descer alguns pontos antes para uma breve caminhada? Se isso se tornar um pequeno hábito na sua vida, além de melhorar a circulação, pressão e etc você também pode condicionar o corpo a estar sempre queimando calorias. Sem compromisso nenhum, apenas um detalhe.

E quando você entra em um prédio e precisa pegar um elevador? Já tentou ir de escada caso o andar não seja um daqueles números que assusta? Trocar o carro por uma bicicleta então? Em vários estados o acesso a ela está cada vez mais fácilr, inclusive com alguns incentivos do governo, como as bicicletas alugadas por hora.

Chegando na alimentação podemos destacar mais alguns pontos que podem virar hábito como trocar (ou eliminar) o refrigerante por um suco, beber mais água, menos liquido durante as refeições, menos frituras, açúcar, sal e por ai vai.

Por mais chato que isso possa parecer, quando vira um pequeno hábito fica muito mais fácil de se cumprir, acaba não sendo uma obrigação.

Quando você começa a sentir os resultados então, melhor ainda! Passa a ser prazeroso e às vezes até um vício do bem, pois fica quase impossível parar de fazer.

Agora é organizar o dia a dia, ver quais hábitos devem ser mudados, quais podem ser acrescentados e se preparar para atingir o bem estar independente da boa forma, essa a gente deixa para ser alcançada nos treinos.

Vamos então criar o hábito de viver uma vida longa e saudável, com mais visitas a parques, praias, cachoeiras, amigos e menos a médicos. Combinado? Osssss.