Pular para o conteúdo principal
Resultados

Raio-X: Deiveson Figueiredo x Joseph Benavidez 2

Confira uma análise numérica da vitória do brasileiro campeão peso-mosca

288 segundos. Foi esse o tempo que Deiveson Figueiredo precisou para vencer a revanche contra Joseph Benavidez e conquistar o cinturão peso-mosca na luta principal do UFC Fight Island 2, no último sábado (18).

E apesar de a luta ter durado pouco menos que cinco minutos, muita coisa aconteceu. Confira os números da vitória do brasileiro. Os dados foram retirados do site “UFC Stats”.

KNOCKDOWNS

De cara, Deiveson mostrou mais uma vez o poder de sua mão pesada. Em apenas 45 segundos, ele deu o primeiro de três knockdowns que aplicou durante a luta.

GOLPES

Como bom nocauteador, Deiveson mirou a cabeça de Benavidez na maioria de seus golpes. Ao todo, o brasileiro desferiu 35 strikes significativos, sendo 31 deles na cabeça e apenas 4 no corpo.

Ainda dentre os 35 golpes, 12 foram na distância – incluindo socos e chutes – e 23 foram no solo, ou seja, no ground and pound.

Para efeitos de comparação, Benavidez conectou 18 strikes significativos: oito na cabeça, cinco no corpo e cinco nas pernas – todos na distância.

TENTATIVAS DE FINALIZAÇÃO

Para ter ideia de como a luta estava agitada, Deiveson também não finalizou Benavidez em sua primeira tentativa. Com cerca de 1m10s de combate, o brasileiro encaixou o primeiro mata-leão, que ficou no queixo do norte-americano. A segunda tentativa foi parecida, e também foi defendida.

A terceira tentativa de finalização foi um mata-leão no pescoço, menos de um minuto depois da primeira. Foi apenas na quarta investida que o “Deus da Guerra” apagou o oponente e cimentou a vitória.

Deiveson Figueiredo se tornou assim o primeiro brasileiro campeão peso-mosca do UFC, e também o primeiro atleta a finalizar Benavidez.

No Youtube do UFC Brasil, Vitor Miranda explicou as diferenças entre as tentativas de finalização de Deiveson. Confira!

O brasileiro Deiveson Figueiredo finalizou Joseph Benavidez no 1º round da luta principal do UFC Fight Island 2 e conquistou o cinturão vago dos pesos-mosca do Ultimate. Confira como isso aconteceu na análise de Vitor Miranda.