Pular para o conteúdo principal

Raio-X: Junior Cigano x Blagoy Ivanov

Entenda como o brasileiro superou o búlgaro na luta principal do UFC Boise

Voltando ao Octógono após mais de um ano, Junior Cigano superou Blagoy Ivanov por decisão unânime na luta principal do UFC Boise no último final de semana. Confira alguns números que ajudam a explicar a vitória do brasileiro.
Mais UFC Boise: Raio-X: Barcelos x Holobaugh | Fatos para a história | Personalidades comentam evento
Defesa em dia
Como todos sabem, em luta de pesos-pesados, basta uma mão certeira para o mudar o rumo do combate. Cigano não quis dar chance para o azar e, com boa movimentação desde o início do duelo, frustrou a maioria dos ataques de Ivanov.
O búlgaro conectou apenas 51 golpes em toda a luta e teve um aproveitamento baixíssimo de apenas 22%. Somente nos dois últimos assaltos Ivanov conseguiu aplicar mais de 10 golpes em Cigano.
Variação
Como bom boxeador que é, Junior Cigano entende a importância dos golpes no corpo e mirou o tronco de Ivanov durante todo o duelo.
60% dos golpes desferidos pelo brasileiro tiveram como alvo a cabeça do búlgaro, e 37% foram endereçados ao corpo - número bem maior que os 19% de golpes no corpo desferidos por Blagoy, por exemplo. No primeiro round, inclusive, Cigano conectou mais golpes no corpo do adversário (5) do que na cabeça (2).
Longa distância
Um dos principais problemas enfrentados por Cigano em algumas de suas últimas lutas havia sido o clinch e o jogo de grade. Não desta vez.
O brasileiro não permitiu a aproximação do búlgaro, e sofreu apenas dois golpes no clinch ao longo de toda luta - ambos no último round, durante uma janela de cinco segundos transcorridos na troca de força. Os demais 24m55s de combate permaneceram na distância, zona confortável para Cigano, que lhe rendeu a incontestável vitória por 50-45 na opinião de todos os jurados.
Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube