Pular para o conteúdo principal

Raio-X: Raoni Barcelos x Kurt Holobaugh

Confira, em números, como brasileiro venceu sua estreia no Ultimate

Após uma longa espera, o brasileiro Raoni Barcelos finalmente fez sua estreia no Octógono no último sábado, e venceu o norte-americano Kurt Holobaugh por nocaute no terceiro round na Luta da Noite do UFC Boise. Confira uma análise dos principais fatores que determinaram o resultado.
Mais UFC Boise: Fatos para a históriaPersonalidades comentam evento
Volume x precisão
Raoni tentou e conectou menos golpes do que seu adversário ao longo do duelo, mas teve um aproveitamento significativamente superior.
Enquanto Holobaugh terminou o duelo com 102 golpes significativos aplicados de 226 tentados - aproveitamento de 45% -, o brasileiro conectou 82 de 146 tentados, com precisão de 56%.
Quedas
Com o confronto equilibrado e franco em pé, Raoni, que é ex-membro da seleção brasileira de wrestling, foi inteligente e cirúrgico quando decidiu mudar a luta de nível.
Ele foi efetivo em três de suas quatro tentativas de queda durante o duelo, e se por um lado não agrediu tanto o adversário com o ground and pound, conectando apenas sete golpes no chão, usou sua vantagem na luta agarrada para pontuar e desgastar Holobaugh.
Versatilidade e instinto
Raoni mostrou ser capaz de finalizar suas lutas tanto em pé, como no chão. No primeiro round, o gongo salvou Holobaugh de uma justa guilhotina aplicada pelo brasileiro nos segundos finais. No terceiro, o norte-americano não teve a mesma sorte após ser atingido com um poderoso uppercut, que Raoni já havia tentado diversas vezes ao longo da luta, e que encerrou a disputa a 1m29s.
Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube