Pular para o conteúdo principal

Rampage Jackson recebe liberação e volta ao UFC 186

Não perca o retorno de Rampage Jackson e o restante o card do UFC 186 neste sábado, ao vivo, no canal Combate

Quinton "Rampage" Jackson foi liberado para lutar no UFC, e vai voltar neste sábado para enfrentar o brasileiro Fabio Maldonado na luta co principal do UFC 186, no Bell Centre, em Montreal.

A liminar concedida no início deste mês, que impedia o retorno de Jackson ao UFC, foi suspensa na terça-feira, abrindo caminho para que o ex-campeão meio-pesado do UFC competisse em Montreal.

Jackson, 36 anos, e Maldonado vão lutar em um peso combinado (até 97,5 quilos), o UFC anunciou nesta terça-feira. O card do UFC 186 agora terá Jackson x Maldonado e a disputa do cinturão peso-mosca envolvendo o campeão Demetrious Johnson x Kyoji Horiguchi como as lutas co e principal do próximo dia 25 de abril.

"Estamos felizes com a decisão do Tribunal de New Jersey, que permitiu que Rampage lutasse em Montreal na noite deste sábado", disse o presidente do UFC Dana White. "Estou ansioso para ver Rampage voltar ao octógono."

Jackson (7-5 no UFC) anunciou, em dezembro passado, que estava assinando novamente com o UFC, depois de uma ausência de quase dois anos.

Um ex-destaque do PRIDE, conhecido por seu poder de nocaute e por bate-estacas brutais, Jackson estreou no UFC em 2007, derrotando Marvin Eastman por nocaute no segundo assalto. Em sua luta seguinte, em maio do mesmo ano, ele surpreendeu o mundo ao liquidar Chuck Liddell no primeiro round e conquistar o cinturão dos meio-pesados do UFC.

Jackson fez uma defesa bem sucedida de sua coroa, derrotando Dan Henderson no UFC 75 para tornar-se o primeiro e único lutador na história a unificar os títulos do UFC e PRIDE. No UFC 86, em julho de 2008, Jackson - que também treinou duas temporadas de The Ultimate Fighter - perdeu o cinturão em luta considerada a Guerra do Ano contra Forrest Griffin.

A popularidade de "Rampage" entre os fãs sempre foi enorme, e além das batalhas citadas, ele lutou mais oito vezes no octógono contra atletas do calibre de Jon Jones, Rashad Evans, Lyoto Machida, Wanderlei Silva e Keith Jardine.

Steve Bosse, que tinha entrado na vaga de Rampage, não estará competindo no card do UFC 186.