Pular para o conteúdo principal

Renan Barão revela desejo de disputar o cinturão contra TJ Dillashaw no Brasil

Lutadores iriam se enfrentar no UFC 186, mas o campeão sofreu uma lesão e o duelo foi adiado


Renan Barão e TJ Dillashaw fariam a luta principal do UFC 186, 25 de abril no Canadá, mas o norte-americano sofreu uma fratura na costela durante os treinamentos e o sonho do brasileiro em voltar a conquistar o cinturão dos galos precisou ser adiado. Ainda sem data oficial para o duelo acontecer, o atleta da Nova União confessou em entrevista ao Combate que gostaria que a luta ocorresse no Brasil, mais especificamente no UFC 190, em 1º de agosto, no Rio de Janeiro.

- Assine o Canal Combate e não perca nenhuma edição do UFC

“Adoraria lutar no Brasil, é um sabor diferente, especial. Lutei uma vez pelo UFC no país e senti uma energia boa, a galera gritando, um calor humano. Seria um sonho disputar o cinturão no Brasil. Se o Dana White pudesse fazer isso, eu ia adorar. Aqui é diferente de qualquer lugar no mundo, mas acho difícil o Dillashaw querer lutar aqui. Se ele aceitasse, seria ótimo”.

Barão também conta como reagiu ao saber que Dillashaw havia se machucado. “Eu tinha acabado de treinar, estava indo almoçar e, quando cheguei em casa, soube da notícia. O Dedé falou com o meu professor Jair Lourenço, que disse não ter uma notícia boa naquele momento. Eu perguntei o que era, e ele falou que o Dillashaw estava machucado e que a luta havia sido cancelada. Fiquei triste para caramba, pois nunca treinei tão bem na minha vida. Estava focado e 1.000% preparado para esse objetivo de trazer o cinturão de volta ao Brasil, por isso, fiquei chateado”.