Pular para o conteúdo principal
Resultados

Resultados | UFC 274: Oliveira x Gaethje

Confira os resultados oficiais do UFC 274: Oliveira x Gaethje

O brasileiro Charles "do Bronx" Oliveira superou o norte-americano Justin Gaethje com uma finalização no 1° round da luta principal do UFC 274 neste sábado, 7 de maio, em Phoenix, nos Estados Unidos. Confira todos os resultados do evento abaixo.

Charles "do Bronx" Oliveira venceu Justin Gaethje por finalização no 1º round

Confira o que disse o brasileiro Charles do Bronx após a vitória por finalização no 1º round sobre Justin Gaethje na luta principal do UFC 274!

Charles "do Bronx" Oliveira não irá retornar ao Brasil com o cinturão peso-leve depois de não bater o peso no UFC 274, mas mesmo assim ele se provou um dos melhores lutadores da atualidade e venceu Justin Gaethje por finalização no 1º round da luta principal do UFC 274.

Charles deixou Gaethje atordoado logo no início da luta, mas logo em seguida o norte-americano mostrou também a força de seus punhos e conseguiu dois knockdowns no brasileiro. Charles permanecia na curta distância e puxou o rival para a guarda, mas Gaethje se levantou e o duelo voltou a ficar em pé. O brasileiro então acertou um forte golpe de direita e levou o oponente ao solo. Charles foi para a sua especialidade e trabalhou o jiu-jítsu até pegar as costas do rival e dar números finais ao duelo com um mata-leão.

Charles agora tem o cartel de 33-8, 1 NC com a vitória, enquanto Gaethje caiu para 23-4.

Carla Esparza vence Rose Namajunas por decisão dividida

Confira o que disse a nova campeã peso-palha Carla Esparza após a conquista do cinturão com vitória por decisão dividida sobre Rose Namajunas no UFC 274!

Foi um duelo longe do que se esperava, mas Carla Esparza repetiu a vitória sobre Rose Namajunas em 2014 e recuperou o cinturão peso-palha ao vencer por decisão dividida na luta co-principal do UFC 274.

Dois juízes marcaram 49-46 e 48-47 para Esparza, agora 20-6 no cartel, enquanto um juiz marcou 48-47 Namajunas, agora 12-5.

Foi uma guerra de nervos no round inicial, com as duas lutadoras cautelosas e esperando uma brecha para atacar.

Esparza tomou a iniciativa no 2º round, mas sua tentativa de queda não teve sucesso. Foi a única ação relevante nos cinco minutos.

Namajunas passou a acertar mais golpes no 3° round e Esparza respondeu com uma queda, mas o duelo logo ficou em pé. O combate estudado voltou a ser a tônica no rwestante do tempo.

Esparza conseguiu uma nova queda no 4° round e mais uma vez Namajunas se levantou. "Thug" foi para cima, mas acabou no chão de novo. As lutadoras voltaram a ficar em pé, com Rose um pouco mais agressiva.

No 5° e último round, poucas trocas de golpes foram feitas. Namajunas acabou a luta conseguindo uma queda, mas foi insuficiente para manter seu título.

Michael Chandler venceu Tony Ferguson por nocaute no 2º round

Michael Chandler comemora sua vitória no UFC 274

Michael Chandler comemora sua vitória no UFC 274. (Foto por Chris Unger/Zuffa LLC)


Michael Chandler conquistou um dos nocautes mais memoráveis da atualidade ao levar o ex-campeão interino dos leves Tony Ferguson à lona com um chute frontal no 2º round.

Um golpe de esquerda de Fergunson fez com que Chandler fosse ao solo no começo da luta, mas o peso-leve se levantou. Eles trocaram alguns golpes de forma franca até que Chandler conseguiu uma boa queda. Ferguson disparava cotoveladas de costas para o chão, cortando o rosto do rival, mas Chandler se mantinha por cima e retribuiu o corte de "El Cucuy".

O fim veio de forma repentina no 2° round, com um chute frontal de Chandler que acertou em cheio a mandíbula de Ferguson, que caiu completamente sem reação. O cronometro marcava 17 segundos.

Com a vitória, Chandler vai para 23-7. Já Ferguson foi para 26-7 em seu cartel.

Ovince Saint Preux venceu Maurício Shogun por decisão dividida

Ovince Saint Preux comemora a vitória no UFC 274

Ovince Saint Preux comemora a vitória no UFC 274. (Foto por Chris Unger/Zuffa LLC)


Ovince Saint Preux repetiu a vitória contra Mauricio Shogun em 2014, dessa vez batendo o brasileiro por decisão dividida.

Dois juízes deram vitória ao haitiano por 30-27 e 29-8, enquanto um marcou 29-28 para o curitibano. Saint Preux foi para 26-16 e Shogun para 27-13-1 em seus carteis.

Shogun acertou bons chutes no corpo no 1º round e Saint Preux retribuiu, deixando o abdômen do brasileiro vermelho e impedindo que o ex-campeão ditasse o ritmo.

O panorama se manteve no 2° round, com o duelo ainda muito competitivo e equilibrado. No 3º, "OSP" pressionou mais e chegou a fazer um corte abaixo do olho de Shogun, saindo com a vitória na decisão dos juízes.

Randy Brown venceu Khaos Williams por decisão dividida

Randy Brown golpeia Khaos Williams no UFC 274

Randy Brown golpeia Khaos Williams no UFC 274. (Foto por Chris Unger/Zuffa LLC)


Na luta de abertura do card principal, Randy Brown superou Khaos Williams por decisão dividida em uma luta muito disputada.

Dois juízes marcaram 29-28 para Brown, agora 15-4 em seu cartel, enquanto um juiz marcou 29-28 para Williams, que foi a 13-3.

Williams balançou Brown com uma mão direita no meio do 1° round. O combate foi para o solo e Brown tentou se recuperar. Os lutadores voltaram a ficar em pé e o jamaicano passou a acertar mais golpes, buscando logo em seguida uma guilhotina, mas sem sucesso.

Brown passou a usar mais a distância e a mão direita no 2° round, com Williams absorvendo bem os golpes. O jamaicano foi controlando o duelo, especialmente com os jabs para manter seu adversário longe.

Brown continuou a manter o controle nos cinco minutos finais, mas Williams conseguiu outro knockdown. Brown se levantou e ambos trocaram golpes, com o jamaicano terminando o duelo melhor e acertando boas joelhadas.

Francisco Massaranduba venceu Danny Roberts por decisão unânime

Francisco Massaranduba golpeia Danny Roberts no UFC 274

Francisco Massaranduba golpeia Danny Roberts no UFC 274. (Foto por Chris Unger/Zuffa LLC)


Aos 43 anos, Francisco Massaranduba continua mostrando todo o seu talento no Octógonom e dessa vez foi Danny Roberts quem saiu derrotado para o brasileiro por decisão unânime.

Os juízes marcaram 29-28, 30-27 e 30-27 para Massaranduba, agora 28-8. Roberts foi para 18-6.

Massaranduba acertou bons golpes em Roberts no começo, mas o britânico mantinha o controle do duelo na distância. O brasileirou mudou o panorama no 2º round e atordoou Roberts com um belo golpe. Massaranduba foi para cima e conectou uma boa sequência de ataques no corpo do riva, seguido de uma guilhotina. Roberts foi para o chão e escapou, mas o brasileiro manteve a pressão até o fim do round, com ambos disparando socos de forma franca.

Os cinco minutos finais estavam equilibrados, até que Massaranduba novamente deixou Roberts atordoado. Mais uma vez, o brasileiro não conseguiu capitalizar um nocaute, mas venceu na decisão unânime dos juízes.

Macy Chiasson venceu Norma Dumont por decisão dividida

Macy Chiasson golpeia Norma Dumont no UFC 274

Macy Chiasson golpeia Norma Dumont no UFC 274. (Foto por Chris Unger/Zuffa LLC)


Machy Chiasson venceu Norma Dumont por decisão dividida em um duelo no peso-pena. Dois juízes pontuaram 30-27 para a norte-americana, enquanto um juiz marcou 29-28 para a brasileira. Chiasson agora tem o cartel de 9-2, enquanto a brasileira foi para 7-2.

O 1° round foi parelho e competitivo em pé, até que Chiasson conseguiu uma queda no final para sair com a vantagem.

A norte-americana conseguiu uma queda no início do 2° round, mas Norma conseguiu reverter a posição e pegar as costas da rival. Chiasson rapidamente ficou em pé e passou a travar a brasileira na grade.

Norma voltou com tudo nos cinco minutos finais e aplicou bons golpes, mas a adversária a travou no clinch. A brasileira escapou e voltou a conectar uma ótima sequência, mas logo o duelo ficou mais uma vez travado. Norma conseguiu atordoar Chiasson com um ótimo golpe no fim do round, mas o grappling da norte-americana ainda se mostrou efetivo para tirá-la de qualquer perigo.

Brandon Royval venceu Matt Schnell por finalização no 1º round

Brandon Royval comemora sua vitória no UFC 274

Brandon Royval comemora sua vitória no UFC 274. (Foto por Chris Unger/Zuffa LLC)


O duelo entre Brandon Royval e Matt Schnell prometia pegar fogo e durou exatamente 2m14s, quando Royval saiu vitorioso com uma finalização.

O ritmo dos pesos-mosca começou furioso, com Schnell indo de forma agressiva para cima de Royval e conseguindo um knockdown com um golpe de direita no primeiro minuuto. Royval se recuperou e quase foi pego em um estrangulamento, mas escapou e encaixou uma guilhotina que obrigou o rival a bater em desistência.

Royval agora vai para 14-6 em seu cartel, enquanto Schnell cai para 15-6, 1 NC com a derrota.

Blagoy Ivanov venceu Marcos Rogério Pezão por decisão unânime

Blagoy Ivanov golpeia Marcos Rogério Pezão no UFC 274

Blagoy Ivanov golpeia Marcos Rogério Pezão no UFC 274. (Foto por Chris Unger/Zuffa LLC)


Em sua primeira luta desde maio de 2020, Blagoy Ivanov derrotou Marcos Rogério Pezão por decisão unânime.

Os juízes marcaram 29-28 para o búlgaro, agora 19-4, 1 NC no cartel. Pezão foi para 19-9-1.

Os pesos-pesados não se seguraram no 1° round e acertaram golpes fortes no começo, mas o brasileiro se mostrou melhor nos cinco primeiros minutos.

Ivanov voltou forte em seguida e deixou o brasileiro em apuros após atordoá-lo, travando Pezão na grade. O brasileiro tentou se livrar, mas sem sucesso. Nos cinco minutos finais, o ritmo diminuiu, mas os juízes julgaram que o búlgaro fez o suficiente.

Andre Fialho venceu Cameron VanCamp por nocaute no 1º round

Andre Fialho comemora sua vitória no UFC 274

Andre Fialho comemora sua vitória no UFC 274. (Foto por Cbhris Unger/Zuffa LLC)


O meio-médio Andre Fialho continuou a impressionar em sua terceira luta em 2022, já que nocauteou o estreante Cameron VanCamp no 1° round.

VanCamp chegou a atordoar Fialho com um golpe de direita, mas o português se recuperou e foi com tudo para cima. Momentos depois, um cruzado de esquerda de Fialho deu números finais ao combate, com o árbitro Marc Goddard interrompendo o duelo aos 2m35s.

Fialho agora tem o cartel de 16-4, 1 NC. VanCamp caiu para 15-6-1, 1 NC.

Tracy Cortez venceu Melissa Gatto por decisão unânime

Tracy Cortez comemora sua vitória no UFC 274

Tracy Cortez comemora sua vitória no UFC 274. (Foto por Chris Unger/Zuffa LLC)


Lutadora da casa, Tracy Cortez deixou os fãs felizes com uma vitória por decisão unânime contra Melissa Gatto.

Os juízes marcaram 29-28 para Cortez, agora 10-1. Melissa perdeu a invencibilidade e está 8-1-2 em seu cartel.

Cortez conseguiu uma queda no início da luta, mas a brasileira se manteve ativa e o combate voltou a ficar em pé. Faltando um minuto para o 1º round acabar, Gatto conseguiu uma queda e pegou as costas de Cortez, que reverteu a posição.

A brasileira voltou forte ao 2º round, usando bem os golpes em pé e conseguindo uma queda. Mais uma vez ela pegou as costas da rival e quase encaixou uma chave de braço, mas a norte-americana escapou e terminou o round por cima.

Nos cinco minutos finais, a lutadora da casa evitou as tentativas de finalização da brasileira e dominou o combate, conquistando assim uma boa vitória.

CJ Vergara venceu Kleydson Rodrigues por decisão dividida

CJ Vergara golpeia Kleydson Rodrigues no UFC 274

CJ Vergara golpeia Kleydson Rodrigues no UFC 274. (Foto por Chris Unger/Zuffa LLC)


Em uma luta empolgante no peso-mosca, CJ Vergara conquistou sua primeira vitória no UFC ao bater Kleydson Rodrigues por decisão dividida.

Dois juízes marcaram 29-28 para Vergara, agora 10-3-1 em seu cartel, enquanto um juíz marcou 29-28 para o brasileiro, agora 7-2.

Vergara pressionou Kleydson no começo, mas o brasileiro respondeu com uma queda. Os lutadores não ficaram no solo por muito tempo, e enquanto Vergara mantinha a pressão, Kleydson fazia um ótimo trabalho nos contragolpes.

Uma nova queda de Kleydson no começo do 2° round não saiu como ele esperava, já que Vergara reverteu a posição e passou a trabalhar seus golpes. No fim do round, parecia que o norte-americano conseguiria a vitória, mas o brasileiro escapou, ficou em pé e terminou forte o round, apesar do rosto bem machucado pelo ground and pound do rival.

Nos cinco minutos finais, os dois lutadores foram com tudo para cima e trocaram golpes de forma franca, coroando uma luta empolgante para o público.

Loopy Godinez venceu Ariane Carnelossi por decisão unânime

A peso-palha Loopy Godinez já pode ser considerada como um problema para suas adversárias após a vitória por decisão unânime sobre Ariane Carnelossi.

Os juízes marcaram 30-27, 30-26 e 30-26 para ela, agora 8-2 no cartel. A brasileira caiu para 14-3.

Godinez quebrou uma combinação de golpes da brasileira com uma queda no começo. Ariane se levantou, mas por pouco tempo, já que a rival conseguia dominar o combate com as quedas e o ground and pound.

O padrão se manteve no 2º round, mas dessa vez Godinez conseguiu atordoar Carnelossi na luta em pé antes de levar a brasileira mais uma vez ao solo. Ariane conseguiu se defender de um triângulo de mão, mas Godinez ainda manteve o controle e conquistou uma excelente vitória após um 3º round sem grandes preocupações.

Journey Newson venceu Fernie Garcia por decisão unânime

Journey Newson comemora sua vitória no UFC 274

Journey Newson comemora sua vitória no UFC 274. (Foto por Chris Unger/Zuffa LLC)


No duelo peso-galo que abriu o card, Journey Newson conquistou sua primeira vitória ao vencer Fernie Garcia por decisão unânime.

Os juízes pontuaram 30-27, 30-27 e 29-28 para Newson, agora 10-3, 1 NC no cartel. Garcia foi para 10-2.

Depois de começar a luta com um chute no na área central do corpo do rival, Newson conseguiu uma queda, mas Garcia logo se levantou. Quando ambos trocaram golpes, as mãos rápidas de Garcia entraram em ação, mas não eram o suficiente para conter o ímpeto de Newson, que dominava a luta. Garcia recebia encorajamento de seu corner durante o duelo, mas não conseguia impor seu ritmo e Newson garantiu outras quedas durante a luta para sair com a vitória.

UFC 274: Oliveira x Gaethje

Resultados Oficiais

Card Principal

Cinturão peso-leve: Charles do Bronx venceu Justin Gaethje por finalização (mata-leão) aos 3m22s do 1° round.

Cinturão peso-palha: Carla Esparza venceu Rose Namajunas por decisão dividida (49-46, 47-48, 48-47).

Peso-leve: Michael Chandler venceu Tony Ferguson por nocaute aos 17s do 2º round.

Peso meio-pesado: Ovince Saint Preux venceu Mauricio Shogun por decisão dividida (30-27, 28-29, 29-28).

Peso meio-médio: Randy Brown venceu Khaos Williams por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28).

Card Preliminar

Peso meio-médio: Francisco Massaranduba venceu Danny Roberts por decisão unânime (29-28, 30-27, 30-27).

Peso-pena: Macy Chiasson venceu Norma Dumont por decisão dividida (30-27, 28-29, 30-27).

Peso-mosca: Brandon Royval venceu Matt Schnell por finalização (guilhotina) aos 2m14s do 1º round.

Peso-pesado: Blagoy Ivanov venceu Marcos Rogério Pezão por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28).

Peso meio-médio: Andre Fialho venceu Cameron VanCamp por nocaute a 2m35s do 1° round.

Peso-mosca: Tracy Cortez venceu Melissa Gatto por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28).

Peso-mosca: CJ Vergara venceu Kleydson Rodrigues por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28).

Peso-palha: Loopy Godinez venceu Ariane Carnelossi por decisão unânime (30-27, 30-26, 30-26).

Peso-galo: Journey Newson venceu Fernie Garcia por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28).