Pular para o conteúdo principal
Amanda Nunes recaptures her bantamweight title at UFC 277: Peña vs Nunes 2
Resultados

Resultados | UFC 277: Peña x Nunes 2

Confira todos os resultados do UFC 277: Peña x Nunes

Amanda Nunes e Brandon Moreno venceram suas revanches sobre Julianna Peña e Kai Kara-France e conquistaram os cinturões do peso-galo e interino do peso-mosca no UFC 277, neste sábado (30) em Dallas, nos Estados Unidos. Confira todos os resultados do evento abaixo.

Amanda Nunes vence Julianna Peña por decisão unânime

Julianna Peña trabalhou duro para tirar o cinturão do peso-galo de Amanda Nunes em dezembro do ano passado. Ela trabalhou ainda mais duro para defendê-lo na luta principal do UFC 277, mas a noite foi de Amanda. A melhor lutadora de todos os tempos se tornou campeã-dupla mais uma vez, reconquistando o título do peso-galo com vitória por decisão unânime. Os placares foram 50-45, 50-44 e 50-43 a favor da brasileira.

Após um começo tático, com destaque para as mudanças de base de Amanda, a brasileira começou a conectar socos e chutes, evitando as entradas de Peña. O melhor golpe da brasileira era sua direita, que colocou a norte-americana de joelhos em duas ocasiões. Peña conectou alguns golpes no fim, e as duas encerraram o round em trocação franca.

Com menos de 30 segundos no 2º assalto, Peña foi ao chão após um golpe de Amanda. A brasileira pediu que a adversária se levantasse e a derrubou novamente instantes depois com outro golpe limpo. Faltando 90 segundos para o fim, Amanda aplicou um terceiro knockdown, desta vez com um golpe de esquerda. Peña se levantou novamente e aguentou até o final do assalto.

Peña manteve a pressão no início do 3º round e conectou alguns golpes duros, mas acabou sendo derrubada pela brasileira, que entrou na guarda da adversária e conectou cotoveladas duras, uma das quais abriu um corte na cabeça de Julianna. A norte-americana tentou se manter ativa por baixo, mas a brasileira levou mais um round, praticamente selando a vitória caso a luta fosse para a decisão.

Amanda aplicou uma queda logo no início do 4º round e continuou castigando com seus golpes por cima. Após diversas tentativas, Julianna pegou o braço da brasileira e quase encaixou uma finalização, mas a "Leoa" se defendeu. As duas se levantaram brevemente, mas Amanda aplicou nova queda. Peña não parou de buscar por finalizações, e quando se levantaram, ela aplicou um duro golpe na brasileira, que encerrou o assalto aplicando nova queda.

Peña conectou outro duro golpe no início da última parcial, mas foi derrubada por Amanda. Mais uma vez, ela esboçou tentativas de finalização por baixo, sem sucesso. A um minuto do fim, Amanda quase encaixou um mata-leão em Julianna, que não se entregou até o gongo final.

Brandon Moreno nocauteia Kai Kara-France no 3º round

Brandon Moreno reconquistou parte do título do peso-mosca na luta co-principal do UFC 277, nocauteando Kai Kara-France no 3º round, ficando com o cinturão interino dos 57 Kg e garantindo o direito à quarta luta com o campeão linear Deiveson Figueiredo.

Um chute baixo de Kara-France pausou a luta momentaneamente logo de início, mas ambos voltaram ao trabalho, com Kara-France conectando um golpe duro de direita, que levou Moreno a buscar uma queda, em vão. Embora Moreno andasse para frente, o mexicano não teve grande sucesso logo de início.

Moreno grudou Kara-France contra a grade no 2º assalto, mas o neozelandês se livrou. A técnica e a defesa de Moreno estavam em dia, e apesar de ter absorvido alguns chutes nas pernas, ele esquivou com sucesso da maioria dos socos do adversário, enquanto conectava os seus e pontuava.

No início da 3ª parcial, Moreno caiu por baixo e sofreu um corte abaixo do olho devido aos golpes de Kara-France. O neozelandês continuou a pressão quando se levantaram, tendo seu melhor momento na luta. Moreno não fugiu da luta, e após conectar um chute limpo na linha de cintura, desferiu uma chuva de golpes que obrigaram o árbitro Herb Dean a interromper o duelo na marca de 4m34s.

O duelo estava empatado até a interrupção, com um jurado marcando 19-19, um 20-18 para Kara-France e outro 20-18 para Moreno.

Sergei Pavlovich nocauteia Derrick Lewis no 1º round

Sergei Pavlovich of Russia punches Derrick Lewis in a heavyweight fight during the UFC 277 event

DALLAS, TEXAS - JULY 30: (L-R) Sergei Pavlovich of Russia punches Derrick Lewis in a heavyweight fight during the UFC 277 event at American Airlines Center on July 30, 2022 in Dallas, Texas. (Photo by Josh Hedges/Zuffa LLC)


A torcida em Dallas não ficou contente, mas Sergei Pavlovich levou a melhor sobre Derrick Lewis, nocauteando o norte-americano em seu estado natal em menos de um minuto.

Uma trocação franca no início colocou Lewis em apuros e Pavlovich aproveitou. E apesar das vaias dos fãs pela interrupção do árbitro Dan Miragliotta quando Lewis se levantou do Octógono após absorver alguns golpes duros, a decisão foi mantida com o duelo encerrado aos 55s.

Alexandre Pantoja finaliza Alex Perez no 1º round

Alexandre Pantoja of Brazil attempts to submit Alex Perez in a flyweight fight during the UFC 277 event

DALLAS, TEXAS - JULY 30: (R-L) Alexandre Pantoja of Brazil attempts to submit Alex Perez in a flyweight fight during the UFC 277 event at American Airlines Center on July 30, 2022 in Dallas, Texas. (Photo by Josh Hedges/Zuffa LLC)


Alexandre Pantoja queria provar um ponto na luta com Alex Perez pelo peso-mosca. Missão cumprida: o brasileiro finalizou o norte-americano em menos de dois minutos e se colocou na briga por uma disputa de título nos 57 Kg.

A luta começou franca, com Pantoja jogando golpes abertos e Perez respondendo. O brasileiro passou uma rasteira e derrubou o norte-americano, indo rapidamente para suas costas enquanto se levantavam. Com um triângulo fechado na linha de cintura, Pantoja esperou sua brecha e encaixou o mata-leão, forçando o adversário a bater em desistência na marca de 1m31s.

Magomed Ankalaev vence Anthony Smith por nocaute técnico no 2º round

Na luta de abertura do card principal, Magomed Ankalaev se colocou na fila pelo cinturão dos 93 Kg com uma vitória por nocaute técnico no 2º round sobre Anthony Smith, seu 9º triunfo seguido no Octógono.

Foi um combate estudado no início, com Smith e Ankalaev usando principalmente chutes enquanto se aclimatavam ao combate. As coisas ficaram mais interessantes no minuto final, quando Ankalaev desferiu chutes em Smith no chão, que fizeram o norte-americano voltar mancando ao seu corner.

Smith grudou em Ankalaev e buscou a queda no início da segunda parcial, mas o russo se defendeu bem e, na sequência, passou a desferir diversos golpes. Smith tentou se defender, mas após uma série de golpes sem resposta, o árbitro Jacob Montalvo interrompeu o duelo na marca de 3m09s.

Alex Morono vence Matthew Semelsberger por decisão unânime

Alex Morono punches Matthew Semelsberger in a welterweight fight during the UFC 277 event

DALLAS, TEXAS - JULY 30: (R-L) Alex Morono punches Matthew Semelsberger in a welterweight fight during the UFC 277 event at American Airlines Center on July 30, 2022 in Dallas, Texas. (Photo by Josh Hedges/Zuffa LLC)


Na última luta do card preliminar, válida pelo peso meio-médio, Alex Morono segurou a pressão final de Matthew Semelsberger e levou a melhor por decisão unânime dos jurados, vencendo seu quarto combate seguido no Octógono.

Semelsberger começou andando para frente, mas um gancho curto de esquerda de Morono fez com que ele ficasse alerta, e na sequência golpes de direita incharam seu olho esquerdo. Semelsberger se manteve ativo e continuou atacando, mas os contragolpes de Morono continuaram entrando, quase sempre com precisão. Ao final do 2º round, a luta foi para o chão, e embora Morono tenha esboçado uma chave de braço, a vantagem foi de Semelsberger com golpes por cima.

O inchaço no olho de Semelsberger rendeu duas visitas dos médicos ao Octógono e, correndo risco de a luta ser interrompida, o atleta foi para cima com tudo, e conseguiu conectar uma joelhada voadora que levou Morono ao chão. Morono se recuperou, eles brigaram brevemente na grade e então se separaram, Semelsberger seguiu em busca de um golpe para definir o duelo, mas Morono manteve a calma e freou o ímpeto do adversário até o final do duelo.

Drew Dober vence Rafael Alves por nocaute técnico no 3º round

Drew Dober punches Rafael Alves of Brazil in a lightweight fight during the UFC 277 event

DALLAS, TEXAS - JULY 30: (L-R) Drew Dober punches Rafael Alves of Brazil in a lightweight fight during the UFC 277 event at American Airlines Center on July 30, 2022 in Dallas, Texas. (Photo by Josh Hedges/Zuffa LLC)


Drew Dober levantou o público na arena em Dallas ao nocautear Rafael Alves com um só golpe na linha de cintura em duelo válido pelo peso-leve.

Após errar um chute e absorver outro no início do combate, Rafael levou a luta ao chão, onde controlou o adversário por alguns instantes. Quando se levantou, o brasileiro conectou dois chutes fortes nas pernas de Dober, fazendo o norte-americano se levantar na sequência. Eles seguiram arremessando golpes duros, sem que algo significativo fosse conectado.

Dober começou o 2º round focado no corpo do brasileiro, que, mais cansado, foi forçado a recuar. A pressão de Dober foi interrompida por uma dedada acidental no olho, que parou o combate. No retorno, Rafael lançou bombas em busca de um nocaute e Dober respondeu, fazendo com que a torcida aplaudisse ambos ao fim da parcial.

O ritmo se manteve no último round até que Dober encerrou o duelo de forma repentina e enfática, conectando um gancho de esquerda na linha de cintura de Rafael, que foi ao chão, obrigando o árbitro Mike Beltran a encerrar o duelo na marca de 1m30s.

Hamdy Abdelwahab vence Don'Tale Mayes por decisão dividida

Hamdy Abdelwahab of Egypt punches Don'Tale Mayes in a heavyweight fight during the UFC 277 event

DALLAS, TEXAS - JULY 30: (L-R) Hamdy Abdelwahab of Egypt punches Don'Tale Mayes in a heavyweight fight during the UFC 277 event at American Airlines Center on July 30, 2022 in Dallas, Texas. (Photo by Chris Unger/Zuffa LLC)


Primeiro atleta do Egito a pisar no Octógono, Hamdy Abdelwahab se tornou também o primeiro egípcio a vencer no Octógono, superando Don'Tale Mayes por decisão dividida. Os jurados marcaram 28-29, 29-28 e 29-28 para Hamdy, que amplia seu cartel invicto para 6-0.

Ambos lutadores começaram jogando golpes duros, mas Abdelwahab começou acertando mais e machucou Mayes, derrubando-o com um suplex na sequência. Mayes se recuperou e, quando o árbitro Kerry Hatley colocou a luta de volta em pé, disparou uma joelhada voadora que mostrou ao seu adversário que ele ainda estava lá.

Mayes atordoou Abdelwahab com uma chuva de golpes no início do 2º round, mas o wrestler egípcio absorveu os golpes e se manteve ativo tentando retribuir. Mayes foi mais eficiente escolhendo seus golpes, mas Hamdy aplicou mais uma queda e terminou a parcial por cima.

Abdelwahab começou o último round com uma queda e manteve Mayes no chão até que o árbitro novamente levantou os dois atletas. Apesar de Mayes ter tentado pressionar nos instantes finais, Abdelwahab retribuiu os golpes e deixou a decisão nas mãos dos jurados.

Drakkar Klose vence Rafa Garcia por decisão unânime

Drakkar Klose punches Rafa Garcia in a lightweight fight during the UFC 277 event

DALLAS, TEXAS - JULY 30: (R-L) Drakkar Klose punches Rafa Garcia in a lightweight fight during the UFC 277 event at American Airlines Center on July 30, 2022 in Dallas, Texas. (Photo by Josh Hedges/Zuffa LLC)


Em luta válida pelo peso-leve, Drakkar Klose venceu Rafa Garcia por decisão unânime após três equilibrados rounds. Todos os jurados pontuaram 29-28 a favor de Klose.

Garcia conectou dois golpes duros de início, que deixaram Klose em alerta, mas o norte-americano permaneceu andando para frente e buscando a luta agarrada. Na reta final do 1º round, Klose aplicou algumas quedas, encerrando o assalto por cima.

Garcia aplicou uma queda na metade do 2º round, mas o árbitro Jacob Montalvo colocou os atletas de pé pouco depois. Um enorme uppercut acertou Garcia a seguir, mas Klose acabou o round no chão mais uma vez.

Com um minuto de combate no último assalto, Garcia conseguiu nova queda, mas Klose se levantou rapidamente e voltou a trabalhar seus golpes. Os dois trocaram bons golpes na curta distância, mas Klose levou vantagem contra um cansado Garcia, impressionando os jurados a caminho da decisão.

Michael Morales vence Adam Fugitt por nocaute técnico no 3º round

O invicto prospecto dos meio-médios Michael Morales impressionou mais uma vez, vencendo o estreante Adam Fugitt por nocaute no 3º round.

Fugitt começou bem, colocando volume na trocação, e quando Morales achou sua distância com sua mão direita, o norte-americano respondeu com uma queda ágil. Morales se levantou e conectou bons golpes no fim do 1º assalto.

Morales aumentou a pressão na segunda parcial, mas Fugitt manteve o duelo equilibrado. No último round, no entanto, Morales derrubou Fugitt com um golpe de direita e não permitiu que o adversário se recuperasse, golpeando até que o árbitro Herb Dean interrompesse o duelo na marca de 1m09s.

Joselyne Edwards vence Ji Yeon Kim por decisão dividida

Joselyne Edwards conquistou sua segunda vitória seguida na divisão peso-galo, superando Ji Yeon Kim por decisão dividida. Os jurados marcaram 28-29, 29-28 e 30-27 para Edwards.

Em um round inicial muito tático, Edwards, que entrou de última hora no card substituindo Mariya Agapova, e não bateu o peso por 680 gramas, controlou as ações tendo mais volume que Kim, que teve apenas momentos pontuais de sucesso. A sul-coreana, no entanto, fez um 2º assalto superior, acertando Edwards em alguns momentos e igualando o placar.

Buscando tomar a dianteira em um combate equilibrado, Edwards levou Kim ao chão na metade da última parcial e quase encaixou uma chave de braço, mas a sul-coreana se defendeu e se levantou. De volta em pé, Edwards conectou uma forte combinação na adversária contra a grade, e uma trocação franca encerrou a luta, levando a decisão aos jurados.

Nicolae Negumereanu vence Ihor Potieria por nocaute técnico no 2º round

Nicolae Negumereanu of Romania punches Ihor Potieria of Ukraine in a light heavyweight fight during the UFC 277 event

DALLAS, TEXAS - JULY 30: (L-R) Nicolae Negumereanu of Romania punches Ihor Potieria of Ukraine in a light heavyweight fight during the UFC 277 event at American Airlines Center on July 30, 2022 in Dallas, Texas. (Photo by Josh Hedges/Zuffa LLC)


O meio-pesado romeno Nicolae Negumereanu teve possivelmente sua melhor apresentação no Octógono até hoje, vencendo o estreante Ihor Potieria por nocaute técnico no 2º round.

Negumereanu foi para o clinch no início e aplicou uma queda na metade do round inicial. Potieria deu as costas, conseguiu usar a grade para se levantar, mas foi derrubado novamente na sequência. Quando se levantaram, Potieria parecia cansado e foi incapaz de responder aos ataques do oponente.

Potieria conectou alguns golpes no início do 2º assalto, mas Negumereanu aceitou a luta em pé com o oponente e conectou alguns socos e joelhadas limpas, fazendo o adversário recuar e continuando o castigo até a interrupção do árbitro Kerry Haltley aos 3m33s.

Orion Cosce vence Blood Diamond por decisão unânime

Orion Cosce punches Blood Diamond of Zimbabwe in a welterweight fight during the UFC 277 event

DALLAS, TEXAS - JULY 30: (R-L) Orion Cosce punches Blood Diamond of Zimbabwe in a welterweight fight during the UFC 277 event at American Airlines Center on July 30, 2022 in Dallas, Texas. (Photo by Josh Hedges/Zuffa LLC)


Na luta de abertura do evento, pela divisão dos meio-médios, Orion Cosce venceu Blood Diamond por decisão unânime. Todos os jurados pontuaram 29 a 28 para Cosce.

Cosce, que não bateu o peso por 680 gramas, trabalhou forte para conseguir a queda no início, e apesar de Diamond ter defendido bem a princípio, Cosce conseguiu levar seu oponente ao solo eventualmente. Diamond conseguiu a separação nos segundos finais e chegou a conectar um bom chute alto antes do fim do assalto.

Diamond teve mais sucesso na trocação no 2º round e atordoou Cosce com um golpe rodado. No entanto, ele hesitou para seguir com o ataque e permitiu que o adversário se recuperasse.

Cosce levou a luta de volta ao chão na última parcial e conseguiu ir às costas de Diamond buscando um estrangulamento. O atleta do Zimbabue se defendeu, Cosce buscou o katagatame e também não conseguiu, mas controlou a luta até o fim, garantindo a decisão dos jurados.

UFC 277: Peña x Nunes 2

Card Principal

Cinturão peso-galo: Amanda Nunes venceu Julianna Peña por decisão unânime (50-45, 50-44, 50-43).

Cinturão interino peso-mosca: Brandon Moreno venceu Kai Kara-France por nocaute técnico aos 4m34s do 3º round.

Peso-pesado: Sergei Pavlovich venceu Derrick Lewis por nocaute técnico aos 55s do 1º round.

Peso-mosca: Alexandre Pantoja venceu Alex Perez por finalização (mata-leão) a 1m31s do 1º round.

Peso meio-pesado: Magomed Ankalaev venceu Anthony Smith por nocaute técnico aos 3m09s do 2º round.

Card Preliminar

Peso meio-médio: Alex Morono venceu Matthew Semelsberger por decisão unânime (29-28, 29-28, 30-27).

Peso-leve: Drew Dober venceu Rafael Alves por nocaute técnico a 1m30s do 3º round.

Peso-pesado: Hamdy Abdelwahab venceu Don’Tale Mayes por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28).

Peso-leve: Drakkar Klose venceu Rafa Garcia por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28).

Peso meio-médio: Michael Morales venceu Adam Fugitt por nocaute técnico a 1m09s do 3º round.

Peso-galo: Joselyne Edwards venceu Ji Yeon Kim por decisão dividida (28-29, 29-28, 30-27).

Peso meio-pesado: Nicolae Negumereanu venceu Ihor Potieria por nocaute técnico aos 3m33s do 2º round.

Peso meio-médio: Orion Cosce venceu Mike Diamond por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28).