Pular para o conteúdo principal
Octógono do UFC 264: Poirier x McGregor 3
Resultados

Confira todos os resultados do UFC 264

Trilogia entre Dustin Poirier e Conor McGregor liderou o evento do último sábado (10) em Las Vegas

O terceiro encontro entre Dustin Poirier e Conor McGregor liderou o UFC 264, evento que aconteceu na noite do último sábado (10) na T-Mobile Arena em Las Vegas, nos Estados Unidos. Confira todos os resultados do card.

Dustin Poirier vence Conor McGregor por nocaute técnico

Dustin Poirier golpeia Conor McGregor no UFC 264.

A aguardada revanche terminou de maneira amarga. Nos segundos finais de um eletrizante 1º round, Conor McGregor sofreu uma fratura na perna obrigando os médicos a interromperem a trilogia e o árbitro Herb Dean a declarar Dustin Poirier vencedor da luta principal do UFC 264 por nocaute técnico.

"Gostaria de ter conseguido a interrupção com golpes, mas uma vitória é uma vitória. Sinto que eu tinha o controle da luta. A perna dele é resultado de uma defesa de um chute. Estou feliz com o resultado", disse Poirier após a vitória.

Gilbert Durinho vence Stephen Thompson por decisão unânime

Gilbert Durinho tem o braço erguido pelo árbitro no anúncio da vitória sobre Stephen Thompson no UFC 264.

Em seu primeiro combate após a derrota para o campeão Kamaru Usman, o brasileiro Gilbert Durinho voltou imediatamente à coluna das vitórias ao superar o também ex-desafiante ao cinturão dos meio-médios Stephen Thompson por decisão unânime.

"Foi um momento especial, voltar de uma derrota e vencer um cara que muita gente não conseguiu vencer. Eu tinha uma estratégia e consegui executar. Se eu controlar minhas emoções e continuar trabalhando duro, acredito que sou o melhor. Quando executo minha estratégia, sou disciplinado e estou relaxado, acredito que sou o melhor meio-médio do mundo", disse Durinho.

Tai Tuivasa vence Greg Hardy por nocaute

Tai Tuivasa observa Greg Hardy cair nocauteado e o juiz interrompendo o duelo no UFC 264

Em um rápido e intenso combate pelos pesos-pesados, o australiano Tai Tuivasa levou a melhor em trocação franca e venceu Greg Hardy com apenas 67 segundos de luta no 1º round.

"Tenho 28 anos e essa foi minha nona luta no UFC. Acho que tenho mais 10 ou 12 anos em mim. Acho que no próximo ano vou tentar buscar o cinturão. Estou aqui para alimentar minha família, mas tenho só 28. Quem sabe?", disse Tuivasa após a vitória.

Irene Aldana vence Yana Kunitskaya por nocaute técnico

Irene Aldana golpeia Yana Kunitskaya no UFC 264

Após ser superada pela ex-campeã Holly Holm em sua última luta, a mexicana Irene Aldana mostrou que segue firme na briga por uma disputa de título no peso-galo com uma performance dominante e vitória por nocaute técnico no 1º round sobre Yana Kunitskaya.

"Queria deixar uma marca porque vim de uma derrota muito difícil e uma performance muito ruim. Queria fazer melhor dessa vez, conquistar meu lugar e continuar subindo ao topo da divisão para finalmente conseguir meu title shot", disse Aldana após a vitória.

Sean O'Malley vence Kris Moutinho por nocaute técnico

Sean O'Malley golpeia Kris Moutinho no UFC 264

Sean O'Malley não deu chance para o azar e, enfrentando Kris Moutinho, que entrou como substituto no duelo há 11 dias do evento, dominou a luta de ponta a ponta e conseguiu um nocaute técnico tardio no 3º round, valorizado pela resiliência do estreante em duelo que levantou o público na T-Mobile Arena.

"Eu sinceramente não achei que ele seria tão duro. Onze dias de antecedência. Foi insana a quantidade de golpes que ele absorveu. Tenho grandes sonhos. Vou chegar ao nível do Conor McGregor. Estou no caminho para ser uma superestrela. Tenho 26 anos apenas", disse O'Malley após a vitória.

Max Griffin vence Carlos Condit por decisão

Max Griffin golpeia Carlos Condit no UFC 264

O meio-médio Max Griffin conquistou seu terceiro triunfo seguido no Octógono ao superar o ex-campeão interino dos meio-médios Carlos Condit por decisão unânime dos jurados após três rounds.

"Sonhos se realizam. Me lembro de estar sentado em casa vendo esse cara lutar e pensando, 'Quero enfrentá-lo', há 10 anos, e agora eu o venci. A vida é incrível. Conseguir uma vitória contra uma lenda é um alívio", disse Griffin.

Michel Pereira vence Niko Price por decisão unânime

Michel Pereira golpeia Niko Price no UFC 264

Continuando sua trajetória de ascensão na divisão dos meio-médios, o brasileiro Michel Pereira, o "Paraense Voador" conquistou seu terceiro triunfo seguido após superar Niko Price por decisão unânime em duelo empolgante.

"Sabia que havia vencido dois rounds. Não tinha certeza sobre o terceiro, mas fiz uma boa luta e saí com a vitória. Provei que mereço estar nos rankings e preciso estar lá para enfrentar os melhores da minha divisão. Chegou a hora", disse Michel após a vitória.

Ilia Topuria vence Ryan Hall por nocaute

Ilia Topuria comemora enquanto Ryan Hall é atendido no chão após a vitória por nocaute no UFC 264.

O promissor alemão de origem georgiana Ilia Topuria, de apenas 24 anos, chegou à sua terceira vitória consecutiva no Octógono ao nocautear o veterano Ryan Hall no 1º round em duelo pelo peso-pena.

"Não vim até aqui apenas para estar nos rankings. Vim aqui para ser campeão. Estou mostrando a todos na minha divisão que sou o cara para lutar pelo título. Vou disputar o cinturão em no máximo um ano", disse Topuria após a vitória.

Dricus du Plessis vence Trevin Giles por nocaute

Dricus du Plessis comemora com a bandeira da África do Sul após vencer Trevin Giles no UFC 264.

O peso-médio sul-africano Dricus du Plessis nocauteou Trevin Giles no 2º round, conquistando sua segunda vitória pela via rápida em duas aparições no Octógono, e freando a boa fase do norte-americano, que vinha embalado por três triunfos seguidos.

"Estou começando a me sentir em casa no Octógono. É só a minha segunda luta. Estou ficando mais confortável a cada luta. Até o final do ano quero ter a chance de entrar no Top 20, depois vou começar a escalar rumo ao título", disse Dricus após a vitória.

Jennifer Maia vence Jessica Eye por decisão unânime

Jennifer Maia golpeia Jessica Eye no UFC 264

Após ser superada por Valentina Shevchenko em disputa pelo título peso-mosca em sua última apresentação, a brasileira Jennifer Maia voltou à coluna das vitórias com triunfo por decisão unânime sobre a também ex-desafiante Jessica Eye.

"Achei que conseguiria o nocaute ou a finalização, mas a Jessica Eye é muito experiente. Ela também veio muito bem preparada, e no fim consegui o que mais queria, que era a vitória. Após perder para a Valentina, estou muito contente por voltar a vencer, é muito importante para minha carreira", disse Jennifer.

Brad Tavares vence Omari Akhmedov por decisão dividida

Brad Tavares comemora após vencer Omari Akhmedov no UFC 264

Em um equilibrado duelo pelo peso-médio, Brad Tavares superou Omari Akhmedov por decisão dividida e chegou à sua 14ª vitória pelo peso-médio no Ultimate, igualando marca de Anderson Silva como o segundo atleta que mais venceu na história da categoria no Ultimate.

"Fiquei chocado ao ouvir decisão dividida. Achei que iriam me roubar. Fico feliz por terem acertado. Achei que iria nocauteá-lo no 3º round, mas Omari é um cara muito duro", disse Tavares após a vitória.

Zhalgas Zhumagulov vence Jerome Rivera por finalização

Zhalgas Zhumagulov aplica estrangulamento e vence Jerome Rivera no UFC 264

Pressionado após perder suas duas primeiras lutas no Octógono, o cazaque Zhalgas Zhumagulov voltou à coluna das vitórias em grande estilo na luta de abertura da noite, vencendo Jerome Rivera com um estrangulamento aos 2m02s do 1º round.

"Estou muito empolgado pela vitória. Foi uma espera muito longa. Isso é pelo meu país e pelo meu povo. Vim ao UFC para ser campeão", disse Zhumagulov após a vitória.

Resultados oficiais

Card principal

Dustin Poirier venceu Conor McGregor por nocaute técnico (interrupção médica) ao final do 1º round.

Gilbert Durinho venceu Stephen Thompson por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28).

Tai Tuivasa venceu Greg Hardy por nocaute a 1m07s do 1º round.

Irene Aldana venceu Yana Kunitskaya por nocaute técnico aos 4m35s do 1º round.

Sean O'Malley venceu Kris Moutinho por nocaute técnico aos 4m33s do 3º round.

Card preliminar

Max Griffin venceu Carlos Condit por decisão unânime (29-28, 29-28, 30-27).

Michel Pereira venceu Niko Price por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28).

Ilia Topuria venceu Ryan Hall por nocaute aos 4m47s do 1º round.

Dricus du Plessis venceu Trevin Giles por nocaute a 1m41s do 2º round.

Jennifer Maia venceu Jessica Eye por decisão unânime (29-28, 29-28, 30-27).

Brad Tavares venceu Omari Akhmedov por decisão dividida (28-29, 29-28, 29-28).

Zhalgas Zhumagulov venceu Jerome Rivera por finalização (guilhotina) aos 2m02s do 1º round.

Assine o Combate | Siga o UFC Brasil no Youtube