Pular para o conteúdo principal

Rodrigo Minotauro explica aposentadoria e diz o que faria diferente na carreira

Ex-campeão acredita que poderia ter cuidado melhor do corpo em alguns momentos


"A gente nunca está preparado. Lutador nasce com vontade de lutar, é mais que um instinto", essa foi a resposta de Rodrigo Minotauro ao ser questionado nesta terça-feira, no Rio de Janeiro, se realmente está preparado para pendurar as luvas. Aos 39 anos, o ex-campeão do Pride e do UFC deixa o octógono de lado e passa a trabalhar como Embaixador de Relacionamento com Atletas do UFC Brasil.
Minotauro, o Embaixador de Relacionamento com Atletas | Assine o Canal Combate

O ex-lutador estava tranquilo quanto ao novo emprego que terá no UFC, mas mudava para um semblante mais pensativo quando o assunto era aposentadoria. Minotauro sempre foi um atleta competitivo e viciado na adrenalina que a luta proporciona. Certa vez, em Las Vegas, até brincou dizendo que nem pular de um avião sem paraquedas é tão emocionante quando a entrar no octógono.

Mas ele sabe que sua condição física não está como antes, então é melhor descansar.

"Meu corpo não estava mais 100% para exercer essa atividade. Fiquei triste, mas consciente do que devia fazer. Não posso pensar apenas na minha carreira, preciso entender quantos novos garotos vamos poder ajudar", disse Minotauro.

Dificuldades

Rodrigo Minotauro começou a treinar judô depois de ser atropelado por um caminhão e passar quase um ano internado. A dificuldade para voltar a andar e as constantes lesões sempre estiveram presentes em sua rotina, mas Minotauro acredita que poderia ter cuidado mais do seu corpo no decorrer da carreira.

"O esporte hoje é mais organizado, antes a gente quebrava pedra mesmo, tinha mais dificuldade. Em uma parte da minha carreira eu não cuidei tanto do meu corpo. Poderia ter dado uma atenção a mais, mas a vontade de lutar era maior. Apesar disso, não me arrependo de nada na minha trajetória", disse o ex-campeão.
Visite a UFC Store
Baixe o aplicativo do UFC
Siga o WhatsAPP UFC e fique por dentro das notícias