Pular para o conteúdo principal
/themes/custom/ufc/assets/img/default-hero.jpg

Seis capítulos definitivos da rivalidade entre Cormier e Jones

Relembre momentos que marcaram a trajetória dos adversários do UFC 214

Daniel Cormier e Jon Jones são dois dos melhores lutadores da história do Ultimate, e protagonistas de uma das rivalidades mais acirradas da organização atualmente.
Neste sábado (29), eles resolverão suas diferenças na luta principal do UFC 214, escrevendo mais um importante capítulo de uma história que começou anos atrás. Relembre alguns dos momentos mais tensos deste duelo.

Tudo começou com uma desavença de bastidores, quando Cormier alegou ter sido desrespeitado pelo então campeão Jon Jones. E quando eles ficaram frente a frente pela primeira vez, na coletiva de imprensa do UFC 178, evento no qual se enfrentariam, os ânimos se acirraram, e eles quase anteciparam o que estava previsto para acontecer no octógono.
Mais UFC 214: Jones tieta brasileiros do evento | As promessas do evento | Jones e DC discutem revanche | Cinco motivos para não perder | Quem vencerá a luta principal? | Confira o card completo

Mas o primeiro combate acabou acontecendo apenas cinco meses depois, no UFC 182, e, desta vez, sem olho no olho. Na pesagem para o evento, Cormier se recusou a encarar Jon Jones e deu as costas para o oponente e o público.

A tensão predominou durante os 25 minutos da primeira luta entre Jones e Cormier. Com provocações a cada fim de round, eles batalharam exaustivamente e fizeram a "Luta da Noite" do UFC 182, vencida pelo então campeão por decisão unânime.

Estava tudo programado para Jones realizar sua próxima defesa de título no UFC 187, mas o campeão se envolveu em polêmicas fora do octógono e acabou tendo seu título retirado. Melhor para Cormier, que o substituiu no duelo contra Anthony Johnson e conquistou o cinturão vago da divisão.

A tão aguardada revanche foi então agendada para o UFC 200, após Jones conquistar o título interino dos meio-pesados. Mais uma vez, o duelo ficou no quase, e acabou cancelado na semana do evento após "Bones" ser flagrado pela Comissão Atlética de Nevada em exame antidoping.

Mas o tira-teima uma hora ou outra teria que acontecer, e o UFC escalou novamente os dois últimos campeões dos meio-pesados para colidirem no UFC 214. Em coletiva de imprensa para promover o duelo, Jones apareceu com um cinturão para provocar o campeão e não faltaram "elogios" de ambas as partes. Neste sábado, os dois terão a chance de provar, de uma vez por todas, quem é o melhor meio-pesado do mundo.
Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube | Baixe o aplicativo do UFC