Pular para o conteúdo principal

Sem saber o que é perder - Relembre o caminho de Ronda Rousey até o UFC 190

Campeã peso-galo defende o cinturão contra Bethe Correia no Rio de Janeiro

A carreira de Ronda Rousey é certamente uma das mais impressionantes no MMA. Em apenas quatro anos como atleta profissional, a norte-americana venceu os 11 combates que fez, e mostra evolução de seu jogo a cada luta. Relembre alguns dos duelos mais marcantes da campeã peso-galo.

Rousey vs Tate - Strikeforce, março de 2012

Ronda se credenciou ao título das pesos-galos do extinto Strikeforce depois de vencer duas oponentes na organização. Foi nas semanas que antecederam este evento que nasceu uma das maiores rivalidades do MMA feminino até hoje, com Ronda e Miesha Tate trocando provocações sem parar. Contra a então campeã, o resultado não foi diferente das outras lutas da carreira de 'Rowdy'. Armlock no primeiro round.

Rousey vs Carmouche - UFC 157, fevereiro de 2013

Foi Ronda quem abriu as portas da maior organização de MMA do mundo para as mulheres. Na primeira luta feminina da história do evento, que liderou a edição de número 157, a norte-americana fez sua primeira defesa de título contra Liz Carmouche, e continuou com a sua série de vitórias por armlock no primeiro round.

Quebra de padrões

A primeira vez em que Ronda não venceu no primeiro round foi em dezembro de 2013, na revanche contra Miesha Tate, quando finalizou com o costumeiro armlock, mas apenas no terceiro assalto. A primeira vitória por nocaute foi em fevereiro do ano seguinte, quando bateu Sara McMann em 1:06s de combate.

Lutas relâmpago

Acabar com as lutas rapidamente, por sinal, parece ser uma das novas especialidades da campeã. Depois de vencer McMann, Ronda nocauteou Alexis Davis em 16 segundos, no UFC 175, e precisou de apenas 14 segundos para finalizar Cat Zingano.

Neste sábado, Ronda volta ao octógono para encarar a também invicta Bethe Correia na luta principal do UFC 190, no Rio de Janeiro. Assine o canal Combate e não perca nenhum detalhe do evento.

Veja também: 

UFC 190: A trajetória invicta da brasileira Bethe Correia até a disputa de cinturão
Bethe vê falhas em Ronda e diz: 'tem onze vitórias, mas nunca machucou ninguém'
Ronda Rousey: "Vou bater a Bethe e curtir o Rio de Janeiro com minha família"