Pular para o conteúdo principal

Shogun comemora volta ao Brasil e não descarta Minotouro

Lutador enfrenta Jimi Manuwa em 8 de novembro, em cidade ainda não definida


O curitibano Maurício Shogun deu uma pausa no treino da noite desta sexta-feira, na academia do lutador Demian Maia, em São Paulo, para falar sobre sua próxima luta, contra Jimi Manuwa, em 8 de novembro, no Brasil, ainda sem cidade definida.
"Já sabia que iria lutar outra vez no Brasil, mas só recebi a confirmação do adversário hoje", disse o lutador. "Fico muito feliz em lutar no meu país, ainda mais porque vejo os ginásios sempre cheios. Isso mostra que o público gosta do meu estilo de luta".
Shogun passou por uma cirurgia no nariz após seu último confronto, em fevereiro, em Natal, mas garante que já está 100% recuperado. "Estou treinando normalmente, até melhor que antes. Não sito nenhum resquício da cirurgia."
Ansioso para voltar ao octógono, Shogun explica que a estratégia para vencer Manuwa será apostar no seu muay-thai. "Quem me vê lutando sabe que esse é meu estilo. Estou sempre lutando para frente, buscando o nocaute, e dessa vez não será diferente."
Outro brasileiro estava sendo especulado como provável rival do curitibano: Rogério Minotouro - eles se enfrentaram em 2005, com vitória de Shogun . "Essa é uma luta inevitável. Eu o respeito muito como atleta e como pessoa, mas acho que iremos nos enfrentar em um futuro próximo".