Pular para o conteúdo principal

Shogun e Rafael Cordeiro juntos de novo? Manager do lutador aprova parceria

Eduardo Alonso diz que a relação de amizade está acima das escolhas profissionais


Com quatro derrotas em suas últimas cinco lutas, Maurício Shogun cogitou a possibilidade de voltar a treinar com Rafael Cordeiro – antigo técnico do curitibano na Chute Boxe e atual líder da Kings MMA – para o duelo contra Rogério Minotouro no UFC 190, em 1º de agosto, no Rio de Janeiro. Treinador e empresário do ex-campeão dos meio-pesados, Eduardo Alonso afirmou em entrevista ao Combate que apoia a ideia do lutador, e aproveitou para elogiar o companheiro de profissão, responsável pelos treinos do atual campeão dos leves Rafael dos Anjos e do campeão interino dos pesados, Fabrício Werdum.

- Assine o Canal Combate e não perca nenhuma edição do UFC

"É uma opção que tem que ser respeitada. Ele não pode entrar na luta com dúvida e sentindo que deveria ter treinado em outra academia. Seria totalmente descabido não reconhecer o momento muito feliz que o Rafael Cordeiro atravessa, não reconhecer a capacidade e experiência dele como treinador e o entendimento, conhecimento, afinidade e intimidade que ele tem com o Shogun como", afirmou.

- UFC anuncia próximos três eventos no Brasil

Alonso ainda garantiu que continuará trabalhando como empresário caso a mudança se concretize, e acredita que a relação de amizade entre ambos está acima da escolha profissional. "Como manager e amigo, incentivo que ele faça essa tentativa. O trabalho como manager continua. Não existe briga, existe respeito. O Mauricio é meu amigo, já tive momentos de muito sucesso ao lado dele, mas respeito aquilo que ele sente e quer fazer da carreira dele".