Pular para o conteúdo principal

Story derruba invencibilidade do favorito Gunnar Nelson

UFC na Suécia conta com belos nocautes 


O UFC Fight Night no Combate – Nelson x Story, neste sábado, em Estocolmo (SUE), tinha tudo para terminar com uma festa européia. Isso porque um dos principais talentos do Velho Continente estaria em ação na luta principal, Gunnar Nelson, numa série de 14 lutas sem derrotas, quatro delas no UFC. Mas a torcida, que lotou a Ericsson Globe Arena, não poderia imaginar o total domínio de Rick Story. A decisão dividida a favor do americano não refletiu o que se viu dentro do Octógono, era para ter sido unânime.

A verdade é que, no pensamento da maioria, Story seria apenas mais um degrau na escalada avassaladora de Gunnar, que em 13 triunfos (um empate) finalizou em nove e nocauteou em três, um cartel invejável. Além disso, Rick vinha numa fase irregular no Ultimate, alternando derrotas e vitórias. Aliado ao fato da torcida totalmente ao lado do islandês, a impressão era de que o americano seria uma presa fácil.

E Gunnar começou melhor, confundiu o oponente com a sua base de caratê, similar à usada por Lyoto Machida, e também conseguiu derrubar. Mas, ainda no primeiro round, Story encontrou a distância.

Na sequência, o americano passou a comandar as ações. Dominou o centro do Octógono, aplicou bons chutes nas pernas e foi sempre perigoso com os punhos, principalmente o esquerdo. Nelson, que insistia em jogar de guarda baixa, recebia muitos golpes do canhoto. O momento mais periclitante foi no quarto assalto, quando Story trocou de base e conseguiu um knockdown com um cruzado de esquerda. Gunnar ainda sofreu no ground and pound, mas sobreviveu. Estranho foi o fato de o islandês não buscar a luta de chão, uma das suas principais habilidades e forma com que alcançou a maioria das vitórias. Já Rick finalmente chega à duas vitórias em sequência, o que não acontecia desde 2011, quando emplacou seis. O triunfo foi por decisão dividida, resultado injusto se levarmos em conta o domínio em quatro dos cinco rounds.

No co-evento na Suécia, Max Holloway, atualmente o lutador mais jovem em ação no UFC (22), chegou à Holloway apagando Corassaniquarta vitória seguida no peso pena. E em grande estilo, já que nas últimas quatro apresentações o havaiano definiu antes do final dos três rounds. Contra o sueco Akira Corassani, Holloway precisou de 3min11s. Derrubou o oponente em knockdown com um direto. Akira se levantou, mas caiu novamente após uma joelhada na linha de cintura e novo direto. Holloway seguiu com uma série de socos com o oponente ao chão o que obrigou ao árbitro intervir.

Também vale destacar no card principal o belo nocaute de Jan Blachowicz em Ilir Latifi, com um chute no estômago seguido de socos, e o de Mike Wilkinson sobre Niklas Backstrom em apenas 1min19s.

Confira todos os resultados:

UFC: Nelson x Story
4 de outubro de 2014, em Estocolmo (SUE)

CARD PRINCIPAL
Rick Story venceu Gunnar Nelson por decisão dividida
Max Holloway venceu Akira Corassani por TKO aos 3min11s do R1
Jan Blachowicz venceu Ilir Latifi por TKO aos a 1min58s do R1
Mike Wilkinson venceu Niklas Backstrom por KO a 1min19s do R1

CARD PRELIMINAR
Magnus Cedenblad venceu Scott Askham por decisão unânime
Nico Musoke venceu Alexander Yakovlev por decisão unânime
Dennis Siver venceu Charles Rosa por decisão unânime
Cathal Pendred venceu Gasan Umalatov por decisão dividida
Krzysztof Jotko venceu Tor Troeng por decisão unânime
Mairbek Taisumov venceu Marcin Bandel por TKO a 1min01s do R1
Zubaira Tukhugov venceu Ernest Chavez por TKO aos 4min21s do R1