Pular para o conteúdo principal
/themes/custom/ufc/assets/img/default-hero.jpg

Top 10: Junior Cigano

Relembre os grandes momentos do brasileiro no octógono


O ex-campeão peso-pesado Junior dos Santos volta à ação neste sábado (14) contra Blagoy Ivanov na luta principal do UFC Boise. No aquecimento para este grande duelo, vamos relembrar as melhores performances do brasileiro no Octógono.
UFC 90 - Nocaute técnico no 1º round contra Fabricio Werdum
A imagem definitiva da primeira semana de Cigano no UFC (além do histórico nocaute) talvez tenha sido o vídeo do presidente Dana White em que ele mostra o estreante brasileiro se aquecendo para o duelo contra a ex-estrela do Pride e postulante a cinturão, Fabricio Werdum. White não poderia estar mais impressionado com Cigano, e JDS correspondeu no octógono com um gancho de direita que colocou seu compatriota de cara no chão. A luta durou apenas 80 segundos, e uma estrela havia nascido.

UFC 103 - Finalização no 3º round contra Mirko Cro Cop
Apesar do que a internet diz, entre lutadores profissionais, especialmente aqueles que estão prestes a enfrentá-lo, a lenda do Pride Mirko Cro Cop exige grande respeito, e JDS estava entre os que não o levavam por vencido em nenhum momento dentro do octógono. Mas esse respeito não entrou em jogo no duelo entre ambos em 2009, e Cigano chegou à terceira vitória seguida no UFC (ele havia vencido Stefan Struve em 54 segundos) ao superar Cro Cop no terceiro round, em duelo que terminou quando o croata fraturou o osso orbital e foi forçado a se submeter verbalmente. É, esse tal de Cigano era assustador.
UFC Live - Nocaute técnico no 1º round contra Gabriel Gonzaga
Vencedor de três de suas últimas quatro lutas, Gabriel Napão estava se reaproximando da forma que o levou a uma disputa de cinturão em 2007 quando aceitou encarar Cigano em março de 2010. Por ser um duelo entre brasileiros, havia ainda mais em disputa para ambos. Mas Cigano foi assustador novamente, precisando de menos de quatro minutos para liquidar seu oponente. Era hora de subir e ele estava pronto.
UFC 118 - Decisão unânime contra Roy Nelson
Conhecido por seu jogo de chão, Roy Nelson adicionou “nocauteador” ao seu currículo após aparecer na 10ª temporada do The Ultimate Fighter, passando por Brendan Schaub e Stefan Struve de maneira arrasadora. “Big Country” também não se escondeu da trocação com Cigano no UFC 117, mas pagou caro, já que o brasileiro o castigou durante três rounds dominantes e venceu por decisão unânime.
UFC 131 - Decisão unânime contra Shane Carwin
Após o duelo com Nelson, Cigano foi introduzido a uma nova audiência como treinador da 13ª temporada do The Ultimate Fighter, e novos fãs imediatamente passaram a apoiar o brasileiro graças a sua personalidade afável e seu permanente sorriso. O prêmio ao final de seis semanas de gravação seria um duelo com Brock Lesnar, mas a luta de Lesnar com a diverticulite o tirou do evento. Quem entrou em seu lugar foi o ex-campeão interino Shane Carwin, mas o que era previsto como um encontro explosivo que não passaria do primeiro round se tornou um massacre sangrento a favor de JDS, que não deixou dúvidas sobre quem era o desafiante número um na categoria.

UFC Anaheim - Nocaute no 1º round contra Cain Velasquez
Escalado para um dos maiores eventos da história do UFC, a pressão estava em Cigano e em seu oponente, Cain Velasquez, para realizarem uma épica e explosiva luta que fizesse jus a uma disputa de cinturão entre pesos-pesados. E com certeza ela foi explosiva, apesar de o brasileiro ter garantido que não houvesse nada de épico graças à direita que mandou Velasquez direto ao chão, encerrando o duelo em apenas 64 segundos. Um novo campeão nasceu naquela noite e seu nome era Junior dos Santos.
UFC 146 - Nocaute técnico no 2º round contra Frank Mir
Cigano esperava enfrentar Alistair Overeem em maio de 2012, mas problemas com a licença impediram “The Reem” de viajar a Las Vegas e em seu lugar entrou o herói local e ex-campeão Frank Mir, que, apesar de ter um estilo muito diferente do de Overeem, não causou nenhum problema de ajuste para Cigano, que manteve a luta em pé até encerrar com um nocaute no segundo round.
UFC 160 - Nocaute no 3º round contra Mark Hunt
Após perder o título para o homem de quem havia tomado, Cain Velasquez, no UFC 155, Cigano voltou a se credenciar para uma disputa de cinturão com uma vitória na “Luta da Noite” sobre Mark Hunt, com um chute rodado no último round. Se você precisava de mais alguma prova de que Cigano estava de volta e pronto para o terceiro encontro com Velasquez, era essa.

UFC Phoenix - Decisão unânime contra Stipe Miocic
Cigano fez o terceiro combate com Velasquez em outubro de 2013, mas acabou sendo derrotado no quinto round. Mais de um ano depois, JDS retornou contra a estrela em ascensão, Stipe Miocic. De alguma forma, após conhecerem o melhor um do outro durante 25 minutos, os dois permaneceram de pé, dando aos fãs um verdadeiro clássico que acabou vencido por Cigano por decisão, provando mais uma vez por que o mundo ama os pesos-pesados.
UFC Zagreb - Decisão unânime contra Ben Rothwell
Ansioso por uma nova oportunidade de disputar o cinturão, Cigano voltou um ano após a vitória sobre Miocic para finalmente encarar Overeem em dezembro de 2015. A luta não foi como ele gostaria, e ele acabou nocauteado no segundo round, mas, quando retornou em abril do ano passado para enfrentar Ben Rothwell, Cigano teve uma de suas melhores performances, superando “Big Ben”.
Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube