Pular para o conteúdo principal

Top 5: Glover Teixeira

Relembre os grandes momentos da carreira do brasileiro no Octógono

O brasileiro Glover Teixeira vai em busca de sua segunda vitória consecutiva no Octógono neste domingo (22), quando encara Corey Anderson na luta co-principal do UFC Hamburgo. No aquecimento para este duelo, vamos relembrar os cinco melhores momentos do mineiro no Ultimate, em ordem cronológica.
Mais UFC Hamburgo: Enquete: Shogun x Smith | Top 5 ShogunMotivos para ver | Os brasileiros do evento | Confira o card completo
Kyle Kingsbury
Muita expectativa se criou em torno da estreia de Glover Teixeira, considerado um dos melhores meio-pesados do mundo na época, para sua estreia no UFC 146, em 2011. E o brasileiro correspondeu mostrando todas as facetas de seu jogo: aplicou um knockdown com um poderoso gancho de direita, castigou Kyle Kingsbury na montada e encerrou o embate em menos de dois minutos com um katagatame.

Rampage Jackson
Após vencer o perigoso boxeador Fábio Maldonado em sua segunda apresentação no Ultimate, Glover enfrentou seu maior teste na carreira até o momento, o ex-campeão da divisão Quinton “Rampage” Jackson. E foi nesta luta que o mineiro de Sobrália mostrou que estava preparado para encarar a elite da divisão, dominando Rampage por três rounds e conquistando sua terceira vitória em menos de um ano no Octógono.
Ryan Bader
O triunfo sobre Rampage se seguiu a uma finalização no primeiro round contra James Te Huna, consolidando Glover como um legítimo Top 5 na categoria até 93kg. Em seguida, sua primeira luta principal na organização, em seu estado natal contra Ryan Bader. Era a chance do brasileiro garantir um direito à disputa de cinturão com Jon Jones e ele mais uma vez não decepcionou, nocauteando o norte-americano de forma brutal, mais uma vez no primeiro assalto.
Rashad Evans
Glover não foi capaz de dar um fim ao reinado de Jon Jones, e em seguida foi anulado pelo wrestling de Phil Davis, mas se reabilitou com vitórias dominantes sobre Ovince Saint Preux (finalização) e Patrick Cummins (nocaute). Então, ele viu em seu caminho outro ex-campeão da categoria, Rashad Evans, e adicionou mais um grande momento ao seu currículo, nocauteando “Suga” em menos de dois minutos de combate.

Misha Cirkunov
Após ser nocauteado por Alexander Gustafsson em maio de 2017, o brasileiro precisava de uma performance convincente contra o perigoso Misha Cirkunov, em dezembro, para provar a todos que ainda estava firme na corrida pelo cinturão até 93kg. E ele o fez, superando o letão-canadense na casa do adversário por nocaute técnico aos 2m45s de luta.
Neste domingo, Glover, atual terceiro colocado no ranking dos meio-pesados, tem mais uma dura luta pela frente, e caso consiga outra vitória memorável para seu currículo, estará mais perto do que nunca da sonhada segunda chance de conquistar o cinturão do UFC.
O Canal Combate transmite o UFC Hamburgo ao vivo e com exclusividade no domingo a partir de 11h20 da manhã (horário de Brasília).
Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube