Pular para o conteúdo principal

TOP 5 nocautes na carreira de Pacquiao

Filipino encara Floyd Mayweather neste sábado (2), na “Luta de boxe do Século”

O boxeador filipino Manny Pacquiao terá pela frente o maior desafio de sua carreira neste sábado (2), quando colocará seu cinturão dos meio-médios da Organização Mundial de Boxe (OMB) contra o invicto Floyd Mayweather, campeão da mesma categoria pela Associação Mundial de Boxe (AMB) e pelo Conselho Mundial de Boxe (CMB). A “Luta de boxe do Século” será realizada em Las Vegas e terá transmissão ao vivo e exclusiva do Canal Combate a partir das 22h.

- Assine o Canal Combate e não perca nenhum momento de Mayweather x Pacquiao

A equipe do UFC Brasil separou cinco grandes nocautes de Pacquiao, mostrando por que o filipino é um grande ídolo em seu país e um dos maiores pugilistas do mundo.

- Pacquiao: da pobreza na infância para um dos maiores boxeadores do mundo

1 - Lehlohonolo Ledwaba – 2001 – Las Vegas
Apesar de ter 35 combates na carreira, esta foi a primeira vez de Pacquiao em Las Vegas, capital mundial dos grandes eventos de combate. Na época, o filipino ganhava destaque por ter conquistado o título dos super-galos do Conselho Mundial de Boxe e ter defendido seu cinturão em cinco oportunidades. Ele então foi escalado com apenas duas semanas de preparação para enfrentar o sul-africano Lehlohonolo Ledwaba, campeão dos super-galos pelo Conselho Internacional de Boxe. No sexto assalto, Pacquiao castigou seu adversário, levando-o a knockdown e, após Ledwaba se levantar na contagem, o pugilista finalizou o duelo com um forte direto no nariz do sul-africano.

2 – Emmanuel Lucero – 2003 – Los Angeles
O filipino era absoluto na categoria dos super-galos e já tinha planos de ir para os penas. Antes, no entanto, ele fez uma última defesa de cinturão contra o mexicano Emmanuel Lucero. Mostrando a qualidade técnica de sempre, Pacquiao acertou uma esquerda em cheio no mexicano no terceiro round, praticamente nocauteando seu adversário em pé e obrigando o árbitro encerrar o combate.

3 – Érik Moralez – 2006 – Las Vegas
Pacquiao e Moralez fizeram uma grande rivalidade na categoria dos penas. O mexicano ganhou o primeiro combate por decisão unânime, em 2005, mas foi nocauteado na revanche realizada no início de 2006. Mas foi no terceiro duelo entre ambos, também em 2006, que vimos uma das maiores atuações de Pacquiao. O pugilista aplicou três knockdowns no mexicano durante a luta, com Moralez não conseguindo levantar no terceiro.

4 – David Diaz – 2008 – Las Vegas
Depois de se mostrar absoluto na categoria dos super penas, Pacquiao subiu de peso novamente para os leves e enfrentou o norte-americano David Diaz, pelo título da Confederação Mundial de Boxe. Mais vez vez, o filipino mostrou toda a sua técnica para levar o rival à lona no nono round depois de uma poderosa direita. O nocaute foi tão espetacular, que Diaz caiu de rosto no chão. Com a vitória, Pacquiao se tornou o primeiro e único boxeador asiático a ganhar cinco títulos mundiais em categorias diferentes, além de ser o primeiro filipino a vencer o cinturão dos leves.

5 – Ricky Hatton – 2009 – Las Vegas
Ainda nos leves, Pacquiao teve pela frente o inglês Ricky Hatton, que permaneceu 43 combates invicto até perder para o rival de Pacquiao deste sábado, Floyd Mayweather, dois anos antes. O filipino começou o combate de maneira devastadora, aplicando dois knockdowns ainda no primeiro round. No segundo assalto, Hatton parecia ter se recuperado e colocou certa pressão no filipino, até que recebeu um gancho de esquerda e caiu desacordado no chão. O nocaute foi tão bonito que ganhou o prêmio de “Nocaute do Ano” pela revista The Ring, uma das mais conceituadas no mundo do boxe.