Pular para o conteúdo principal

Trator e Durinho estreiam com vitória

Quatro brasileiros estiveram em ação nas preliminares em San Jose

Com quatro brasileiros em ação, começaram quentes as lutas preliminares do UFC Fight Night no Combate – Lawler x Brown, neste sábado, em San Jose (EUA). E o time tupiniquim se apresentou bem, apesar de o aproveitamento ter sido de 50%. Tiago Trator e Gilbert Durinho saíram vitoriosos, mas Hernani Perpétuo e Juliana Lima, derrotados, também tiveram boas apresentações. Na última das preliminares, Jorge Masvidal controlou as ações contra Daron Cruickshank.

Cruickshank foi melhor no primeiro round. Masvidal dominou o centro do tablado, mas não soube reverter o controle em vantagem. O cenário mudou a partir do segundo assalto, quando Jorge encontrou a distância e não deu mais brechas. No chão, passou a usar bem as cotoveladas, além de ser perigoso nas finalizações, com um justo triângulo de braço, no segundo round, e ground and pound no terceiro. O desempenho valeu a segunda vitória seguida para Masvidal.

Entre os meio-médios, Hernani Perpétuo veio disposto a conquistar a primeira vitória no Ultimate, depois de ter sido parado por Jordan Mein em sua estreia. Hernani foi com tudo para cima de Tim Means, conectou bons socos e levou vantagem no assalto inicial. Mas Means encontrou a distância e passou a gostar da luta. O segundo round foi do americano, que acertou os melhores golpes, principalmente com socos em linha. Hernani voltou disposto na etapa final. Apesar de Means controlar o centro, o brazuca vinha bem nos chutes baixos e contragolpes. No entanto, pareceu perder a concentração em alguns momentos, quando provocava o oponente e acabava sofrendo fortes golpes. O terceiro round foi muito parelho, e os jurados viram vantagem para Tim Means, por decisão unânime.

Numa série de nove vitórias, o peso leve Tiago “Trator” não se intimidou com a estreia no UFC e manteve o ritmo de quando se apresentava pelo Jungle Fight, evento em que era campeão. Contra o mexicano Akbarh Arreola, Trator dominou o centro nos três rounds, sempre perigoso na trocação. Arreola tentava surpreender nos contragolpes, conseguiu derrubar o brasileiro no assalto inicial e conectou alguns golpes. Mas Trator se mostrou sempre mais ofensivo e perigoso. Nos últimos minutos, encurralou nas grades e variou bem os golpes no clinch. A postura valeu a vitória por decisão unânime para o representante do Amapá.

Uma das grandes apostas brasileiras na nova geração do MMA, Gilbert “Durinho” Burns não teve vida fácil contra o sueco Andreas Stahl, em confronto válido pela categoria meio-médio. Conhecido principalmente pelas habilidades no jiu-jitsu, modalidade em que foi campeão mundial, Durinho mostrou que está bem nos outros fundamentos do esporte, com boas quedas e a trocação afiado por parceiros como Vitor Belfort, presente em seu corner.

Andreas foi prensado nas grades e o brasileiro conseguiu derrubar no assalto inicial, além de conectar um duro upper. Na etapa seguinte, o sueco novamente deu trabalho na trocação e foi bem nas defesas de queda. Muito no clinch, joelhadas na curta distância eram disparadas por ambos. Mas o brasileiro conseguiu derrubar de novo e ainda arriscou bons chutes nos últimos segundos. Na terceira parcial, Durinho controlou o centro, se defendeu bem das investidas e mostrou mais volume com socos, joelhadas e chutes. O empenho valeu a decisão unânime a favor do brasileiro, que estreia com vitória no UFC, além de se manter sem derrotas no cartel. Já Andreas Stahl, que também lutou pela primeira vez no Octógono, perdeu a invencibilidade.

Na segunda luta da noite, também entre dois estreantes, Juliana Lima, a Ju Thai, encarou a polonesa Joanna Jedrzejczyk. Ju prensou a oponente nas grades, na tentativa de derrubar, o que conseguiu fazer no primeiro round. Mas Joanna mostrou superioridade na trocação, principalmente com os punhos. No segundo round, aplicou bons golpes, variando sempre com socos na linha de cintura. Na terceira parcial a polonesa seguia da mesma forma, dominou o centro do Octógono. A brazuca conseguiu encurtar a distância e derrubar, mas não fez o suficiente para impressionar os jurados. O combate foi muito parelho, mas Joanna Jedrzejczyk levou a melhor por decisão unânime e segue invicta no MMA.
 
Confira todos os resultados:
 
Robbie Lawler x Matt Brown
Anthony Johnson x Rogério Minotouro
Clay Guida x Dennis Bermudez
Josh Thomson x Bobby Green

CARD PRELIMINAR
Masvidal venceu Daron Cruickshank por decisão unânime
Patrick Cummins venceu Kyle Kingsbury por decisão unânime
Tim Means venceu Hernani Perpétuo por decisão unânime
Brian Ortega finalizou Mike de la Torre com um mata-leão a 1min39s do R1
Tiago Trator venceu Akbarh Arreola por decisão unânime
Gilbert Durinho venceu Andreas Stahl por decisão unânime
Joanna Jedrzejczyk venceu Juliana Lima por decisão unânime
Noad Lahat venceu Steven Siler por decisão unânime