Skip to main content

Treinador de muay thai do Time Wanderlei, Rafael Cordeiro

O estratégico e renomado Rafael Cordeiro é responsável pelo muay thai do Time Wanderlei na casa do TUF Brasil. O treinador tem uma longa história nas lutas, com participação importante no desenvolvimento da arte tailandesa no Brasil e na formação de umas das mais temidas equipes de MMA de todos os tempos, a Chute Boxe.

Qual o cara em que Wanderlei Silva se espelha? "Se fosse criança e tivesse que dizer quem seria quando crescesse, diria Rafael Cordeiro", responde o próprio. Por conta disso, Cordeiro não poderia ficar de fora da equipe de treinadores de Wand no TUF Brasil, o reality show do UFC. O curitibano, de 38 anos de idade, ajudou durante a carreira a formar uma legião de campeões, entre eles, o próprio Wanderlei Silva.  Cordeiro foi um dos difusores do muay thai no Brasil, duas vezes campeão brasileiro da modalidade. Além disso, conta com lutas de MMA no cartel, combates em 1993, no desafio Chute Boxe vs Capoeira, ou no IVC, extinto evento que revelou alguns dos grandes campeões brasileiros. Sua última apresentação foi em 1999, no Vale Tudo Japan, quando acabou derrotado por Rumina Sato.       Como treinador, Rafael ganhou destaque mundial com o time de ouro da Chute Boxe, ao lado do treinador Rudimar Fedrigo. Além de Wanderlei Silva, ex-campeão do Pride, passaram pelas mãos dele grandes lutadores como Murilo Ninja, José Pelé, o ex-campeão do UFC e Pride Maurício Shogun e o atual campeão peso médio do UFC, Anderson Silva. Cordeiro permaneceu na Chute Boxe até 2009, quando partiu para os Estados Unidos e formou a equipe Kings MMA, na Califórnia. Atualmente, treinam com ele feras como Fabrício Werdum, Mark Munoz e Renato Babalú, além do próprio Wand. 
Quem treina com Cordeiro afirma se tratar do melhor treinador da atualidade. É grande a confiança dos pupilos no mestre. Apesar de ter o muay thai como principal especialidade, Rafael é faixa-preta de jiu-jitsu e sabe mesclar os treinos, proporcionando aos atletas o aperfeiçoamento em todos os quesitos do MMA. No entanto, apesar de tanta experiência, participar do TUF Brasil, na primeira edição do programa em seu país, é algo extraordinário.
"Com certeza é uma experiência única. Não só para os atletas que buscam o contrato com o UFC, mas para todos aqueles que estavam de alguma forma envolvidos nesse projeto", comenta.       
O trabalho ao lado de Wanderlei Silva contra o time comandado por Vitor Belfort é árduo, Cordeiro exige disciplina. No entanto, é capaz de unir o grupo e deixar todos os atletas focados em um único objetivo: vitória.
"A grande preocupação é tentar ajudar de alguma forma a todos do nosso time a viver esse momento, que pode ser um divisor de águas nas vidas de todos os lutadores. Criamos um bom relacionamento com os nossos atletas, que faz com que o grupo fique unido do começo até o final, e isso é o ponto maior de tudo. Não tenho dúvidas de que este programa é o primeiro de uma série vitoriosa que está por vir. O TUF Brasil ainda vai impressionar muito!", encerra.