Pular para o conteúdo principal

UFC 185: card preliminar é marcado por seis nocautes em sete lutas

 Apenas o combate entre Beneil Dariush e Daron Cruickshank terminou por finalização


O card preliminar do UFC 185 foi marcado pela eficiência dos lutadores, que não deixaram nenhuma luta nas mãos dos juízes laterais. Na luta de abertura do evento, a peso-galo Larissa Pacheco foi completamente dominada pela holandesa Germaine de Randamie e acabou derrotada por nocaute técnico no segundo round. "Ela me mostrou como ela é dura, como o queixo dela é duro. A Larissa é uma grande menina, tem um grande futuro, mas é por isso que me chamam de Dama de Ferro", comentou a holandesa ainda no octógono. Este é o segundo revés consecutivo da brasileira, que ainda não venceu no Ultimate.

- Assine o Canal Combate e não perca nenhuma edição do UFC

Ultimo lutador a vencer Conor McGregor, Joseph Duffy fez uma grande estreia no Ultimate e derrotou o norte-americano Jake Lindsey por nocaute técnico ainda no primeiro round. O irlandês usou muito bem a trocação e acertou um belo chute seguido de socos no corpo de seu adversário, que sentiu a potência dos golpes e foi para a lona. "Eu consegui achar as brechas e encaixei meu jogo. Tive que me manter firme para conseguir a vitória", falou Duffy ao comentarista do UFC, Joe Rogan.

Primeiro dos Pettis a entrar no octógono, Sergio fez um ótimo primeiro round na luta contra Ryan Benoit, mas sentiu um cruzado de direita no segundo período e foi derrotado por nocaute técnico em sua estreia pelos moscas no Ultimate. Esse é o primeiro triunfo de Benoit na organização, que foi vaiado pelo público por acertar um chute em Pettis quando a luta já havia sido encerrada pelo árbitro. "Eu treinei muito para essa luta, sabia que eu era uma grande zebra, significava muito para mim, mas entrei demais no clima da luta. Venci o Sergio Pettis na minha casa", afirmou o lutador.

No primeiro duelo entre pesos-pesados da noite, Jared Rosholt impôs o seu ritmo e venceu Josh Copeland por nocaute técnico no terceiro round. Os lutadores protagonizaram uma luta truncada, onde Rosholt foi superior na hora de aplicar as quedas e impor um forte ground and pound. Na luta seguinte, Beneil Dariush mostrou muita técnica tanto em pé quanto no chão e finalizou Daron Cruickshank com um mata-leão no segundo round. "Eu sabia que a luta contra o Daron era perseguí-lo, ele não gosta de ser pressionado. Vi que ele estava sentindo os chutes. Sei que ele é um grande kickboxer e ele estava tentando fazer seu jogo, mas eu sabia que tinha que me manter fiel à minha estratégia", comentou o iraniano, que conseguiu a terceira vitória consecutiva na organização.

Entre os médios, Elias Theodorou derrotou Roger Narvaez por nocaute técnico no segundo round. O canadense conseguiu derrubar norte-americano acertou diversos golpes na cabeça até a luta ser interrompida pelo árbitro Kerry Hatley. "Eu não queria ser desrespeitoso, mas eu queria pressioná-lo e estava sentindo que ia vencer. Eu estava mentalmente muito forte e com a estratégia muito bem montada. Queria usar o que tenho de melhor", afirmou o vencedor.

Fechando o card preliminar, o veterano Ross Pearson acertou uma bomba de esquerda no queixo de Sam Stout e nocauteou o canadense no início do segundo round. A luta entre ambos foi muito movimentada, com os dois atletas buscando a trocação o tempo todo. "Eu com certeza vi o gancho de esquerda dele, mas eu peguei o tempo certo para contragolpear. Eu sabia que tinha que trabalhar mais a velocidade do que o poder, e deu certo. Isso é tempo e velocidade. Sou um dos melhores golpeadores no peso-leve", comentou o inglês, que possui cinco nocautes no Ultimate.

Confira os resultados do card preliminar.

Ross Pearson venceu Sam Stout por nocaute no R2
Elias Theodorou venceu Roger Narvaes por nocaute técnico no R2
Beneil Dariush venceu Daron Cruickshank por finalização no R2
Jared Rosholt venceu Josh Copeland por nocaute técnico no R3
Ryan Benoit venceu Sergio Pettis por nocaute técnico no R2
Joseph Duffy venceu Jake Lindsey por nocaute técnico no R1
Germaine de Randamie venceu Larissa Pacheco por nocaute técnico no R2