Pular para o conteúdo principal

UFC 188: o que esperar?

Evento terá a disputa do cinturão dos pesados entre o campeão linear, Cain Velasquez, e o campeão interino, Fabrício Werdum
 
 
 


O Ultimate volta à Cidade do México neste sábado (13) com um duelo de tirar o fôlego nos pesos-pesados. O campeão linear da categoria, Cain Velasquez, volta ao octógono após um longo período afastado para enfrentar o campeão interino, Fabrício Werdum, valendo a unificação dos cinturões. O card ainda terá um grande duelo nos leves entre Gilbert Melendez e Eddie Alvarez. Confira três bons motivos para não perder o UFC 188, com transmissão AO VIVO e exclusiva do Canal Combate a partir das 20h.

O retorno de Velasquez
As lesões foram, sem dúvidas, o maior adversário de Cain Velasquez nos últimos anos. O norte-americano iria colocar seu título em jogo contra Werdum no UFC 180, no mesmo local do evento deste sábado, mas uma lesão no menisco o obrigou a abandonar o combate. Agora, o atleta da AKA está completamente recuperado e promete mais uma apresentação com sua marca: pressionando o adversário com seu wrestling e dando números finais ao combate com seu violento ground and pound

- ‘Si, Se Puede’ Cain Velasquez encarna o orgulho latino

O surpreendente Werdum
Ele chocou o mundo ao vencer a lenda Fedor Emelianenko em 2010, no extinto Strikeforce. Contrariou todas as expectativas ao bater Travis Browne em 2014 por decisão unânime, após uma excelente apresentação na parte em pé. Agora, Werdum promete surpreender novamente a todos neste final de semana contra Cain Velasquez, favorito nas casas de aposta em Las Vegas. Com a trocação afiada por Rafael Cordeiro e a faixa-preta de jiu-jitsu na bagagem, o gaúcho aposta em toda sua experiência para sair como o único campeão dos pesados após o duelo contra o norte-americano.

- Werdum: pronto para surpreender mais uma vez e sair como o único campeão

Rivalidade nos leves
Eles são grandes trocadores, foram campeões em outras organizações de MMA e o mais importante – não se gostam. Gilbert Melendez e Eddie Alvarez são considerados dois dos melhores pesos-leves do mundo, e a rivalidade tem tudo para dar um ânimo a mais no combate. Juntando os carteis, ambos fizeram 55 lutas, onde apenas 18 terminaram por decisão dos juízes, ou 32%, enquanto ambos possuem 27 nocautes juntos, ou 49%. Com esses dados e tanta rivalidade envolvida, já podemos imaginar o que teremos no octógono.

- Melendez x Alvarez: rivalidade e promessa de trocação intensa no UFC 188

Veja mais:
- O midiático Werdum – adorado no México e amado no Brasil
- Lutas Gratuitas: Cain Velasquez e Fabrício Werdum não dando chances aos seus adversários
- Fabrício Werdum ‘nocauteia’ repórter com um incrível chute na coxa