Pular para o conteúdo principal

UFC 241: Motivos para ver

Depois do evento no Uruguai, neste sábado (10), o Octógono estará em Anaheim, na Califórnia, para o UFC 241, no sábado (17). O evento será liderado pela disputa de cinturão e revanche entre o campeão Daniel Cormier e o ex-campeão Stipe Miocic. Listamos alguns motivos para você ficar ainda mais ansioso pelo o evento do final de semana. 

Revanche entre os pesados

Não faz muito tempo, em julho de 2018, Daniel Cormier subia dos meio-pesados para os pesados e nocauteava Stipe Miocic no primeiro round do UFC 226. Os fãs já pediam essa revanche há algum tempo e ela finalmente acontecerá neste sábado. 

No intervalo entre as duas lutas, Cormier abriu mão do cinturão dos meio-pesados (que voltou para Jon Jones) e defendeu o título dos pesados finalizando Derrick Lewis, em novembro de 2018. Enquanto isso, Miocic seguiu treinando e esperando a tão sonhada segunda chance contra o atual campeão. 

O campeão peso-pesado Daniel Cormier aceitou a revanche contra o adversário de quem tomou o cinturão da categoria. Mas, dessa vez, Stipe Miocic garante que a história será bem diferente na luta principal do #UFC 241, em 17 de agosto.

Brasil

Garantia de show

Se você é fãs do UFC, com toda certeza já vibrou com um show dado no Octógono por Anthony Pettis ou Nate Diaz. E é essa luta dos sonhos de qualquer admirador de Artes Marciais Mistas que será a segunda mais importante do evento de sábado. 

Conhecido pelos chutes e vasta trocação em seus combates, Pettis vai enfrentar Diaz, talvez o lutador mais falastrão dos últimos tempos e que consegue misturar seu bom boxe com belas finalizações de jiu-jítsu. A luta principal pode ser de cinturão, mas muita gente está arriscando que o confronto entre Pettis e Diaz será o melhor da noite. 

Em 17 de agosto, o campeão dos pesos-pesados Daniel Cormier encara revanche contra o ex-campeão Stipe Miocic na luta principal do UFC 241. E no co-main event, Anthony Pettis e Nate Diaz fazem um dos duelos mais empolgantes da história do Ultimate.

Brasil

A espera acabou

Podem acreditar, a luta entre o brasileiro Paulo Borrachinha e o cubano Yoel Romero finalmente acontecerá neste sábado. O duelo entre os dois já era pra ter acontecido, mas diversos problemas impediram que eles entrassem no Octógono. 

Temido pelo seu poder de nocaute, Borrachinha segue invicto com doze vitórias – já são quatro no Ultimate, todas por nocaute. Um veterano experiente, Romero é especialista em wrestling, mas também tem mostrado um excelente poder de apagar os seus rivais. Quem ficará mais perto de disputar o cinturão dos médios?  

Já são quatro vitórias seguidas no octógono e todas elas por nocaute. Em 17 de agosto, o brasileiro Paulo Borrachinha encara o número um do ranking dos médios no UFC 241.

Brasil