Pular para o conteúdo principal
Eventos

UFC 261: os recordes do evento

Confira quais os lutadores que conquistaram marcas importantes no Octógono no último sábado (24)

O UFC 261 fechou o mês de abril em grande estilo , no último sábado (24). Foram três disputas de cinturão e 13 duelos que marcaram a volta de um evento com público presente na arena.

Mais UFC 261Usman nocauteia Masvidal | Namajunas recupera o cinturão | Valentina domina Jéssica e defende o título  | Ariane Sorriso nocauteia no card preliminar | Confira todos os resultados do evento | Personalidades comentam o nocaute de Usman | Personalidades comentam o nocaute de Namajunas | Pontuações dos juízes | Bônus da noite

Apesar de ter três combates programados para 25 minutos, o UFC 261 foi o terceiro mais curto em tempo de luta na história dos eventos numerados que possuiam cinco duelos em seus cards principais, conforme a lista abaixo:

19m10s - UFC 29
19m23s - UFC 91
20m56s - UFC 261
21m19s - UFC 55
21m50s - UFC 146

Kamaru Usman deu show no UFC 261. Confira sua entrevista nos bastidores do evento após a vitória no último sábado (24).


Falando do principal protagonista da noite, Kamaru Usman é agora o segundo atleta com a maior sequência de vitórias na história do UFC (14), atrás apenas de Anderson Silva (16). Será que o nigeriano irá superar a marca do brasileiro?

A nova campeã peso-palha do Ultimate Rose Namajunas conversou com nossa reportagem após reconquistar o cinturão com o nocaute sobre Zhang Weili no UFC 261.


Passando para as mulheres, a nova (velha) campeã Rose Namajunas se tornou a primeira lutadora a reconquistar o cinturão - feito que Ronda Rousey, Holly Holm e Joanna Jedrzejczyk tentaram, mas não conseguiram. "Thug Rose" também é a lutadora que mais venceu lutas por interrupção (nocaute ou finalização) na história do peso palha (5) e a quarta atleta feminina a conquistar uma vitória com um chute alto em um duelo valendo cinturão - se juntando a Amanda Nunes, Holly Holm e Valentina Shevchenko.

Valentina Shevchenko faz sua tradicional dança após defender o cinturão no UFC 261, realizado no último sábado (24).

Já que citamos o nome da rainha do peso mosca, Valentina também conquistou marcas importantes no último sábado. Ela empatou em primeiro lugar no número de quedas aplicadas em uma luta no peso mosca feminino (7), tem o maior número de vitórias na categoria (7) e conseguiu o quarto nocaute na posição de crucifíxo em uma luta valendo o cinturão no UFC, sendo o seu segundo desta forma na organização.

Quando o assunto são vitórias em combates valendo o cinturão entre os lutadores que estão hoje na organização, "Bullet" também se destaca, como podemos ver na lista abaixo:

14 - Jon Jones
09 - Amanda Nunes
08 - Jose Aldo
06 - Valentina Shevchenko
06 - Joanna Jedrzejczyk
06 - Stipe Miocic

Outras marcas importantes
  • Uriah Hall conquistou seu oitavo KO/TKO como peso médio do UFC. Ele empata com Anderson Silva e Thiago Marreta como o maior nocauteador da categoria;
     
  • Anthony Smith venceu pela sexta vez por interrupção (nocaute ou finalização) nos meios-pesados. Desde que ele subiu para a categoria, em 2018, ninguém conseguiu igualar a marca de "Lionheart";
     
  • Jeff Molina estreou no Octógono fazendo história. O peso-mosca conectou 189 golpes significativos em seu duelo contra Aoriqileng - o recorde da categoria. O lutador superou os 137 golpes significativos que o campeão Deiveson Figueiredo aplicou em Brandon Moreno no UFC 256. Somente no terceiro round, Molina conectou 127 golpes significativos, o terceiro maior número em um round único na história da organização. Max Holloway continua na liderança, com 141 (em seu duelo contra Calvin Kattar).

Assine o Combate | Siga o UFC Brasil no Youtube