Pular para o conteúdo principal

UFC Barueri: frases do evento

Confira o que os lutadores disseram

Diante de um José Corrêa lotado, Lyoto Machida precisou de apenas 62 segundos para nocautear o norte-americano CB Dollaway. Antes disso, o ex-campeão dos galos Renan Barão derrotou Mitch Gagnon por finalização. Outros sete brasileiros venceram no UFC Barueri, neste sábado (20): Vitor Miranda, Leandro Issa, Hacran Dias, Renato Moicano, Marcos Pezão, Daniel Sarafian, Erick Silva.
 
Lyoto Machida, Erick Silva, Vitor Miranda e Renan Barão foram premiados por seus desempenhos individuais (não houve prêmio de luta da noite). Cada lutador levará 50.000 dólares (cerca de 120.000 reais) para casa.
 
- Machida e Barão dão show no UFC Barueri
 
- UFC Barueri: brasileiros vencem cinco das seis lutas do card preliminar

Confira as melhores frases dos lutadores na noite deste sábado:

Lyoto Machida

"As minhas últimas lutas tinham sido longas, essa foi curta para compensar um pouco. Falando sério, o CB é um cara duro, mas o golpe entrou no lugar certo e ele caiu. Eu gostaria agora de fazer uma luta que me levasse para uma nova disputa de cinturão. Pode ser o Luke Rockhold ou outro, estou preparado para enfrentar qualquer um."

CB Dollaway

"Eu achei que estava bem no começo. Achei que estivesse preparado para bloquear o chute, mas ele me pegou e me derrubou."

Renan Barão

"Foi uma luta dura, ele tem grandes vitórias por finalização no cartel. Tentei sentir a luta e consegui finalizar. O objetivo era vencer e agora voltar a pensar no cinturão."

Mitch Gagnon

"Acho que fiz algumas coisas boas e outras ruins. E acabei preso na finalização."

Antônio Cara de Sapato

"Não consegui, ele é um cara muito duro. Estou com duas infiltrações, na minha costela e no meu ombro, mas isso não é desculpa, ele mereceu. Vou voltar mais forte e vou baixar de peso, vou lutar nos médios."

Patrick Cummins

"Ele fez tudo o que a gente esperava e, durante boa parte da luta, estávamos prontos para isso. Foi apenas uma questão de manter a estratégia da luta. Ele é um grande lutador de jiu-jitsu, então eu sabia que precisava controlar suas mãos e postura. Todo o crédito para ele, porque ele é um cara bem duro."

Rashid Magomedov

"Elias é um oponente muito forte e muito bom. Não foi fácil lutar com ele, mas tudo aconteceu como deveria acontecer."

Erick Silva

"Foi tudo como esperado, eu e minha equipe treinamos exatamente isso. Foi 100% da nossa estratégia, não deu nem tempo de errar. Agora só quero pensar em descansar."

Mike Rhodes

"Eu esperar ficar em pé e trocar com ele, mas ele buscou a queda e conseguiu. Eu cometi um erro simples e ele capitalizou em cima disso."

Daniel Sarafian

"A luta estava dura, mas eu não esperava que fosse de outro jeito, já havia treinado com ele. Eu gostaria de um resultado diferente, porque sei que isso é ruim para ele e não valoriza tanto a minha vitória. Mas eu ganhei e conquistei mais uma oportunidade."

Junior Alpha

"Eu não sabia que estava parando a luta. Eu senti que meu dedo havia saído, coloquei ele de volta e quis continuar a luta. Aí o árbitro me avisou que eu havia pedido para parar e a luta já tinha acabado."

Marcos Pezão

"Estou muito feliz, mais uma vitória, dessa vez na minha categoria. Fiquei oito meses e meio nos Estados Unidos treinando na ATT e estou muito feliz com o resultado. E não tem coisa melhor do que vencer em casa, com todos os meus amigos torcendo por mim."

Igor Pokrajac

"Eu acho que o árbitro parou a luta cedo demais. Eu fui derrubado, mas não nocauteado. Mas é o que é."

Tom Niinimaki

"Tenho que dizer que Renato é um cara muito bom, muito mais duro do que eu achei que ele fosse."

Renato Moicano

"Eu acho que ganhei por sorte. Tive um bom momento e venci. Eu espero melhor todo dia, como pessoa, como lutador. Seja no UFC ou fora do UFC, tento sempre melhorar, coisa que aprendi com as artes marciais."

Darren Elkins

"Eu sabia que ele era um cara duro, sabia que enfrentaria um bom wrestler. Ele lutou melhor do que eu, controlou a luta e venceu."

Hacran Dias

"Eu precisava muito dessa vitória, estava vindo de duas derrotas para caras duros. Fiz uma luta bem estratégia, trocar alguns golpes e levar para o chão, onde eu sabia que ia encontrar mais falhas no jogo dele. Ainda bem que deu certo. Meus corners me ajudaram muito também, dando a direção certa quando eu comecei a me sentir cansado ou perdido."

Leandro Issa

"Consegui acertar bons golpes e vi que ele sentiu e tentou me derrubar. Ele tentou uma finalização, ele tem a vantagem da envergadura, mas não tem a força."

Marcio Lyoto

"Eu acho que estamos ali para lutar e os árbitros estão lá para fazer o trabalho deles. Se eles acharam que o Tim Means ganhou, então ele ganhou."

Tim Means

"Ele parecia não querer lutar. Eu achei que a joelhada que acertei foi legal e depois de assistir ao replay, vi que mão dele saiu do chão. Então, acho que nem deveríamos ter tido um segundo round."

Vitor Miranda

"Ele me derrubou, mas eu consegui sentir que ele estava fazendo muita força pra me manter no chão. Eu percebi que precisava me mexer para ganhar alguns pontos no round. Eu precisava dessa vitória, precisava ganhar bem, impor meu jogo. Agora me sinto um lutador do UFC, pronto para essa nova fase da minha carreira."

Jake Collier

"Estou desapontado. Tenho que assistir o vídeo, mas achei que tivesse a guilhotina, mas ele saiu. Não vi aquele chute vindo."
 
Confira o resultado das lutas

Card Principal
Lyoto Machida venceu CB Dollaway por nocaute técnico (chute na costela e socos) no primeiro round
Renan Barão venceu Mitch Gagnon por finalização (katagatame) no terceiro round
Patrick Cummins venceu Antonio Cara de Sapato por decisão unânime (triplo 30-27)
Rashid Magomedov venceu Elias Silvério por nocaute técnico (socos) no terceiro round
Erick Silva venceu Mike Rhodes por finalização (katagatame) no primeiro round
Daniel Sarafian venceu Junior Alpha por nocaute técnico (desistência verbal) no segundo round

Card Preliminar
Marcos Pezão venceu Igor Pokrajac por nocaute técnico (socos) no primeiro round
Renato Moicano venceu Tom Niinimaki por finalização (mata-leão) no segundo round
Hacran Dias venceu Darren Elkins por decisão unânime (29-28, 29-28, 30-27)
Leandro Issa venceu Ulka Sasaki por finalização (mata-leão) no segundo round
Tim Means venceu Marcio Lyoto por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28)
Vitor Miranda venceu Jake Collier por nocaute técnico (chute na cabeça e socos) no primeiro round