Pular para o conteúdo principal
Eventos

UFC Brooklyn: Motivos para ver

Saiba por que você não pode perder o evento deste sábado (19)

Após dois finais de semana de descanso, o Ultimate realiza seu primeiro evento em 2019 neste sábado (19), começando a todo vapor, com a Superluta entre Henry Cejudo e TJ Dillashaw pelo cinturão peso-mosca no UFC Brooklyn. E este é somente um dos ingredientes do card deste final de semana.

 

O campeão dos galos TJ Dillashaw desce para os moscas para enfrentar o campeão da categoria Henry Cejudo, dia 19 de janeiro. Quem vencerá essa Superluta?

Brasil

A 1ª Superluta de 2019

Em 2018, Daniel Cormier e Amanda Nunes entraram para a história ao se consagrarem em superlutas e entrarem para a seleta lista de campeões simultâneos em duas divisões do Ultimate. Logo no primeiro mês de 2019, TJ Dillashaw terá a chance de se juntar ao grupo ao desafiar Henry Cejudo pelo título peso-mosca.

Veja também: As 4 chances de cinturão para o Brasil em 2019 | O que esperar em 2019 no UFC?

Cejudo chega para sua primeira defesa de cinturão embalado pela emblemática vitória sobre Demetrious Johnson, que colocou um ponto final no maior reinado da história da organização. Dillashaw não fica para trás, e tem a oportunidade de se consolidar como um dos grandes de todos os tempos logo após somar dois triunfos dominantes sobre seu arquirrival Cody Garbrandt, embalando sua segunda passagem como campeão peso-galo.

Será Cejudo capaz de replicar a quase perfeita performance que o levou ao título dos 57kgs? Será a perda extra de peso um fator decisivo para Dillashaw? Veremos neste sábado.

Três nomes para guardar

Israel Adesanya, Thiago Marreta e Anthony Smith estão entre as principais descobertas, ou nomes que tiveram o maior crescimento no Octógono em 2018. Três possíveis integrantes desta lista em 2019 subirão no Octógono do UFC Brooklyn, e nós recomendamos que vocês fiquem atentos a estes nomes.

Greg Hardy já é grande conhecido do público norte-americano, tendo tido uma curta, porém bem sucedida carreira no futebol americano profissional, marcada por demonstrações de puro talento e alguns problemas extra-campo. Aos 30 anos, ele faz sua estreia no Ultimate trazendo um cartel de 3-0, com todas vitórias por nocaute em menos de um minuto de luta, e desponta como um nome interessante para uma divisão dos pesos-pesados sedenta por renovação.

Gregor Gillespie já está no plantel do UFC desde 2016, mas este pode ser seu grande ano na organização. Com 12 vitórias e nenhuma derrota no cartel, o peso-leve de 31 anos já tem cinco vitórias no Ultimate, sendo quatro delas por nocaute ou finalização, e é o atual número 15 na concorrida divisão peso-leve. Neste sábado, ele encara o experiente Yancy Medeiros em uma luta que pode levá-lo a outro patamar.

Ariane Lipski é uma peso-mosca brasileira de apenas 24 anos, que chega para sua estreia na organização com um cartel de 11-3, mas a expectativa sobre ela é tão grande, que logo em seu primeiro compromisso no Octógono, a paranaense medirá forças com a 10ª colocada no ranking da divisão, Joanne Calderwood. Embalada por nove vitórias consecutivas, a “Rainha da Violência” tem o maior teste da carreira pela frente, e um triunfo neste final de semana fará maravilhas por sua carreira no Ultimate.

Os primeiros brasileiros em ação no ano

Além de Ariane, outros dois brasileiros têm compromissos marcados no UFC Brooklyn, ambos pela divisão dos meio-pesados.

O primeiro a se apresentar será Vinicius “Mamute”, que fará um duelo de revelações do Contender Series contra Alonzo Menifield. Juntos, os dois fizeram 17 lutas profissionais e nunca foram à decisão dos jurados. Isso, por si só, já diz muito sobre o que esperar deste duelo.

Já no card principal, é a vez de o veterano Glover Teixeira subir ao Octógono para medir forças com Karl Roberson, que sobe aos 93kgs buscando seguir os passos de sucesso de Marreta e Anthony Smith na transição dos médios aos meio-pesados.

O Combate transmite o card completo do UFC Brooklyn neste sábado (19) a partir das 21h (horário de Brasília).

Assine o combate | Siga o UFC Brasil no Youtube