Pular para o conteúdo principal

UFC Glendale: Fatos que entraram para a história

Confira os principais pontos que marcaram o evento do último sábado (14)

Uma das melhores lutas do ano, brasileiros dando show e um desabafo emocionante. Relembre alguns dos fatos que entraram para a história do UFC Glendale:

Mais UFC Glendale: Poirier nocauteia Gaethje | Alex Cowboy finaliza Condit | Cara de Sapato dá show no card preliminar | Bônus

Diamante Lapidado

 
Avassalador! @dustinpoirier nocauteou @justin_gaethje no #UFCGlendale. Que luta, amigos!!
Uma publicação compartilhada por UFC (@ufc_brasil) em 14 de Abr, 2018 às 7:32 PDT

Dustin Poirier já viveu altos e baixos no Ultimate, mas cada vez mais vem se colocando como um dos principais lutadores entre os leves. No último sábado (14), o norte-americano travou uma guerra contra Justin Gaethje e saiu vitorioso com um nocaute no quarto round. Agora, o "Diamante" quer uma chance de provar que pode ser o dono do cinturão e pediu para enfrentar Khabib Nurmagomedov em sua próxima aparição.

Missão dada, missão cumprida

 
Aquela felicidade de quando você é chamado de última hora para lutar contra um ex-campeão interino e finaliza de forma brutal no segundo round. Parabéns, @alexcowboyoficial #UFCGlendale
Uma publicação compartilhada por UFC (@ufc_brasil) em 14 de Abr, 2018 às 6:47 PDT

Alex Oliveira aceitou substituir Matt Brown no UFC Glendale e tinha apenas duas semanas de preparação para enfrentar o ex-campeão interino dos meio-médios, Carlos Condit. O que seria loucura para muitos, se provou apenas "mais uma luta" para Cowboy. O brasileiro mostrou que seu jiu-jitsu está em dia e finalizou Condit com uma guilhotina no segundo round.

Cinco vezes Sapato

 
CINCO VITÓRIAS SEGUIDAS! Quem pode parar o brasileiro @caradesapatojr?! #UFCGlendale
Uma publicação compartilhada por UFC (@ufc_brasil) em 14 de Abr, 2018 às 4:52 PDT

Vencer no Ultimate não é pra qualquer lutador, e conquistar cinco vitórias consecutivas o torna alguém especial - e esse é o caso de Antonio Cara de Sapato. O campeão do TUF Brasil 3 vem se mostrando cada vez mais um lutador completo e adicionou mais uma vítima à sua lista, ao finalizar Tim Boetsch na última luta do card preliminar do UFC Glendale.

O choro de um guerreiro

 
@wilsonreis7 perdeu seu irmão em um acidente de moto há dois meses. Como forma de homenageá-lo, fez a caminhada até o octógono do #UFCGlendale com uma camiseta estampada com sua foto. Lutou bravamente contra @chicanojohn, mas acabou superado por decisão unânime dos juízes. No final, o desabafo. A vitória não veio por detalhes, guerreiro, mas pode ter a certeza de que seu irmão está muito orgulhoso de ti - e nós também. Mantenha-se firme na luta!
Uma publicação compartilhada por UFC (@ufc_brasil) em 14 de Abr, 2018 às 4:19 PDT

Wilson Reis teve a ingrata surpresa de que seu irmão havia falecido no começo de seu camp de treinos para o UFC Glendale. Transformou a dor em motivação, e homenageou o irmão ao caminhar para o octógono com uma camiseta com sua foto. Teve uma luta dura contra John Moraga, onde saiu derrotado por decisão dos juízes. No final, desabafou. A vitória não veio, mas Reis emocionou o mundo todo por sua força de vontade e coragem.

Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube