Pular para o conteúdo principal

UFC Lincoln: Fatos para a história

Confira os principais pontos do evento do último final de semana

Com Justin Gaethje na luta principal, todos sabiam que algo espetacular aconteceria no UFC Lincoln, evento do último sábado. E de fato o showman entregou o esperando com um final que coroou uma noite memorável em Nebraska.
Mais UFC Lincoln: Personalidades reagem nas redes sociais | Os bônus da noite | Gaethje nocauteia Vick na luta principal | Rani Yahya finaliza no card preliminar
Estes são os fatos que entraram para a história no UFC Lincoln:

 
Uma publicação compartilhada por UFC (@ufc_brasil) em 25 de Ago, 2018 às 10:08 PDT

O acumulados de prêmios
Em 13 meses de UFC: quatro lutas, três bônus de Luta da Noite, e dois bônus de Performance da Noite. Esse é o retrospecto de Justin Gaethje, que a cada apresentação no Octógono tem angariado mais fãs. Agressivo, violento e carismático, o atleta que declaradamente prioriza o espetáculo ao resultado conquistou sua segunda vitória no Ultimate ao nocautear brutalmente James Vick na luta principal do evento, um resultado que o joga imediatamente de volta à primeira prateleira da concorrida divisão dos leves. Independentemente de quem seja o próximo oponente, será um show e já estamos ansiosos.

 
Uma publicação compartilhada por UFC (@ufc_brasil) em 25 de Ago, 2018 às 8:48 PDT

O adeus de Ellenberger
Jake Ellenberger foi durante anos um dos melhores nomes na divisão dos meio-médios do UFC. Após 13 anos de carreira, nove deles dedicados ao Ultimate e 46 lutas realizadas, ele decidiu pendurar as luvas em seu estado natal, após sofrer a quarta derrota consecutiva - e a 9ª em 11 lutas - para Bryan Barberena no UFC Lincoln. A idade chega de formas diferentes para cada um, e com apenas 33 anos, Ellenberger não consegue mais ser o lutador das memoráveis performances contra Jake Shields, Diego Sanchez, Nate Marquardt e outros. Nada mais justo, então, do que dizer adeus à sua maneira, em casa. Obrigado por tudo, Jake!

 
Uma publicação compartilhada por UFC (@ufc_brasil) em 25 de Ago, 2018 às 8:18 PDT

15-0
Se você ainda não ouviu falar de Deiveson Figueiredo, já está mais do que na hora. Invicto, o peso-mosca brasileiro de 30 anos conquistou sua quarta vitória no UFC ao nocautear John Moraga. Ex-desafiante ao cinturão da divisão e então sexto colocado no ranking, Moraga só havia sido nocauteado ou finalizado no Ultimate por outros dois nomes: Demetrious Johnson e John Dodson. Com o triunfo, o “Deus da Guerra” dá um enorme salto na categoria e passa a integrar à curta lista de nomes próximos a uma disputa de cinturão.

 
Uma publicação compartilhada por UFC (@ufc_brasil) em 25 de Ago, 2018 às 4:06 PDT

O maior finalizador da história dos galos
Rani Yahya finalizou Luke Sanders com uma chave de calcanhar no primeiro round, conquistando sua terceira vitória consecutiva no Octógono, e o sétimo triunfo em suas últimas oito lutas. Além disso, o brasileiro estabeleceu dois recordes: com oito finalizações, somadas participações no UFC e WEC, ele ultrapassou Urijah Faber e se tornou o número um nesse quesito na história da divisão nas organizações; além disso, se igualou ao campeão TJ Dillashaw com o maior número de vitórias pela via rápida (nocaute ou finalização) nas duas companhias.
Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube