Pular para o conteúdo principal
/themes/custom/ufc/assets/img/default-hero.jpg

UFC México: fatos que entraram para a história

Selecionamos curiosidades que serão lembradas pelos fãs do Ultimate por muito tempo

Depois de alguns finais de semana sem luta no octógono mais famoso do mundo, os fãs mataram a saudade no UFC México, neste sábado. O brasileiro Rafael dos Anjos foi derrotado pelo norte-americano Tony Ferguson na principal luta da noite de um evento que ficou para a história. Selecionamos alguns momentos que ajudaram a construir esse show inesquecível.
Leia mais: Ferguson não se sentiu ameaçado | D'Silva leva bônus | Ferguson supera RDA por pontos | Douglas D'Silva nocauteia em seu retorno | Pontos de discussão

Volta com nocaute
O paraense Douglas Silva passou quase dois anos afastado do octógono por causa de lesões, mas voltou com uma exibição convincente neste sábado. Ele dominou o três rounds, não falhou na preparação física e conseguiu um belo nocaute com um soco giratório já no terceiro assalto. É a segunda vitória consecutiva do brasileiro, que já tinha vencido Cody Gibson.

 
Parabéns pelo belíssimo nocaute, @d.silvamma ! Vitória brasileira no #UFCMexico !
A photo posted by UFC (@ufc_brasil) on Nov 5, 2016 at 5:31pm PDT

Ronaldo na torcida
Outro momento inesquecível aconteceu fora do octógono. O ex-jogador Ronaldo Fenômeno esteve na arena para prestigiar os brasileiros e principalmente apoiar Rafael dos Anjos, que ele havia encontrado um dia antes. A torcida local foi ao delírio quando o ex-atacante da seleção brasileira sentou na primeira fila e começou a acompanhar as lutas.

 
Se liga quem está na primeira fila do #UFCMexico. Foi só o @ronaldolima aparecer no telão para a galera na arena gritar. Que energia, México.
A video posted by UFC (@ufc_brasil) on Nov 5, 2016 at 9:12pm PDT

Estreia Grasso
A estreia de Alexa Grasso era um dos momentos mais esperados do UFC México. A jovem de 23 anos estava invicta com oito vitórias e continuou a boa fase vencendo Heather Jo Clark por decisão dos juízes. Grasso dominou os três rounds, mostrou maturidade para conseguir a vitória e fez o público vibrar com sua estreia. Ali nascia mais uma estrela do MMA mexicano.

 
What a UFC debut You go @Alexa_Grasso #UFCMexico 
A photo posted by ufc (@ufc) on Nov 5, 2016 at 7:48pm PDT

Cinco rounds de guerra
Rafael dos Anjos e Tony Ferguson deram um show no octógono. Dois lutadores agressivos, que aguentaram muitos golpes e com sede de vitória. O brasileiro apostou em seu muay-thai, sem as já conhecidas quedas com o adversário de costas para a grade, mas o norte-americano estava preparado para o jogo em pé e conseguiu levar a melhor. Resultado? Ferguson anotou sua nona vitória consecutiva.

 
Não deu para o brasileiro. Após cinco rounds movimentados, Tony Ferguson foi declarado o vencedor por decisão unânime na luta principal do #UFCMexico.
A photo posted by UFC (@ufc_brasil) on Nov 5, 2016 at 10:48pm PDT