Pular para o conteúdo principal
Eventos

UFC Rochester: Fatos para a história

Um velho conhecido e vários nomes em ascensão deixam suas marcas: estes são os principais pontos de discussão do evento

Apesar de não ter nenhum cinturão em disputa, o UFC Rochester foi um evento fundamental para o desenrolar, a médio prazo, de diversas categorias do Ultimate. Por quê? Confira abaixo.

RDA segue entre a elite

Rafael dos Anjos entrou em ação no UFC Rochester vindo de duas derrotas consecutivas no Octógono. Os reveses foram contra o então campeão interino dos meio-médios, Colby Covington, e o atual campeão linear, Kamaru Usman - mesmo assim, o brasileiro sentia que tinha algo a provar no duelo contra Kevin Lee, e provou.

Veja o que disse o brasileiro Rafael dos Anjos nos bastidores do UFC Rochester após finalizar Kevin Lee no último sábado (18), na luta principal do evento.


Mesmo encarando um atleta com características parecidas às de seus dois últimos algozes, e oito anos mais novo, Rafael não se desesperou com a pressão inicial do “Motown Phenom”, mostrou força e técnica para defender as tentativas de quedas e, ao perceber o adversário mais cansado, usou ele próprio seu alto nível de grappling para levar a luta para o chão e finalizar o oponente.

Rafael entrou no último final de semana como o terceiro colocado no ranking dos 77kgs, e uma vitória contundente como esta serve para acabar com qualquer dúvida sobre seu futuro imediato: ele ainda é parte da elite da categoria e ainda tem chances de chegar a mais uma disputa de título.

Nas divisões femininas…

O peso-pena e o peso-galo feminino tiveram representantes se afirmando em boas posições na corrida por um title-shot.

No peso-pena, Felicia Spencer, ex-campeã do Invicta FC, e invicta - com o perdão da repetição - na carreira, fez uma estreia dominante, superando a desvantagem de altura e envergadura e finalizando Megan Anderson no primeiro round. A performance chamou a atenção de ninguém menos que a ex-campeã Cris Cyborg, que se colocou à disposição para um duelo contra a canadense.

Já no peso-galo, Aspen Ladd chegou ao seu terceiro triunfo no Octógono ao superar Sijara Eubanks na Luta da Noite, mantendo também sua invencibilidade na carreira e mostrando por que, aos 24 anos de idade, já ocupa a sexta colocação no ranking da divisão - podendo subir no decorrer da semana.

E nas masculinas…

Entre os homens, ainda mais destaques no evento.

Ian Heinisch, em sua segunda luta na organização, venceu o então Top 15 dos pesos-médios, Antônio “Cara de Sapato”; Vicente Luque e Charles do Bronx, que ocupavam a 15ª posição nos meio-médios e leves, respectivamente, chegaram ambos à quinta vitória consecutiva no Octógono - sendo todas por nocaute ou finalização.

Confira o que disse o brasileiro nos bastidores do UFC Rochester após nocautear Nik Lentz no card principal do evento, realizado no último sábado (18).
 


Três destaques do card, eles impressionaram e provaram que estão prontos para serem testados contra alguns dos melhores nomes de seus respectivos pesos. Se serão capazes de subirem o próximo degrau, cabe a eles mesmos responderem agora.

Assine o Combate | Siga o UFC Brasil no Youtube