Pular para o conteúdo principal

UFC São Paulo: Luta a Luta

Entenda um pouco mais sobre cada combate do evento deste sábado (22)

O UFC retorna à São Paulo neste sábado (22) com nada menos que 14 combates, todos envolvendo atletas do país, no Ginásio do Ibirapuera. Confira abaixo um pouco mais sobre o contexto que envolve cada um dos confrontos deste final de semana.
UFC SP: Ingressos à venda
THIAGO MARRETA X ERYK ANDERS
Escalado originalmente para substituir Glover Teixeira e enfrentar Jimi Manuwa na luta principal do UFC São Paulo, Thiago Marreta não terá mais o então 5º colocado no ranking dos meio-pesados pela frente, mas sim um peso-médio de origem, como ele, no último combate do evento deste final de semana. Isso não significa que o brasileiro, que igualou os oito nocautes aplicados por Anderson Silva na divisão até 84kg, se tornando recordista na divisão, terá vida fácil pela frente; Anders, que vem pela segunda vez ao Brasil no ano após também participar da luta principal em Belém, chega embalado por uma Performance da Noite no UFC Lincoln, em agosto, quando nocauteou Tim Williams com um chute na cabeça.
ALEX COWBOY X CARLO PEDERSOLI
Com cinco vitórias, uma luta sem resultado e apenas uma derrota em suas últimas sete apresentações no Octógono, o 14º colocado no ranking dos meio-médios Alex Cowboy busca replicar sua performance mais recente, quando conquistou a maior vitória da carreira ao finalizar o ex-campeão interino Carlos Condit, no duelo contra Carlo Pedersoli. O norte-americano de origem italiana substitui o adversário original do brasileiro, Neil Magny, e tem uma grande chance de pular algumas etapas em sua trajetória no UFC logo em sua segunda luta na organização - ele estreou com triunfo sobre Bradley Scott em abril.
ROGÉRIO MINOTOURO X SAM ALVEY
Voltando à ação após 22 meses lidando com lesões, o veterano Rogério Minotouro busca recuperar o tempo perdido em duelo contra o “Sorridente” Sam Alvey pelos meio-pesados. Desde a última luta do brasileiro - derrota para Ryan Bader em novembro de 2016 -, o ex-peso-médio Alvey fez nada menos que seis combates, incluindo os dois mais recentes pela divisão até 93kg, na qual permanece invicto após derrotar Marcin Prachnio e Gian Villante - triunfos que lhe renderam a 15ª colocação no ranking da categoria.
RENAN BARÃO X ANDRE EWELL
O ex-campeão peso-galo Renan Barão volta à cidade em que conquistou sua última vitória pela divisão em que reinou para dar as boas-vindas ao norte-americano Andre Ewell no UFC. Depois de uma passagem instável pela categoria dos penas, Barão voltou aos 61kg em fevereiro, quando foi superado por Brian Kelleher. Contra um estreante que venceu oito de seus nove últimos compromissos, o potiguar espera se aproveitar dos bons ares paulistas para mostrar que ainda tem lenha para queimar.
RANDA MARKOS X MARINA RODRIGUEZ
Elogiada pessoalmente por Dana White por sua performance no Contender Series Brasil, quando venceu por nocaute no primeiro round, a recém-contratada Marina Rodriguez já terá a oportunidade de mostrar a que veio em sua primeira apresentação no Ultimate, quando medirá forças com a 13ª colocada no ranking peso-palha, Randa Markos. Invicta em 10 lutas na carreira, a gaúcha terá pela frente uma adversária experiente com quatro vitórias e cinco derrotas no Ultimate, mas com rodagem contra competição do mais alto nível, como Carla Esparza, Karolina Karolina Kowalkiewicz, Cortney Casey, entre outras.
CHARLES DO BRONX X CHRISTOS GIAGOS
Após conquistar grande vitória por finalização sobre o experiente Clay Guida em junho, o paulista do Guarujá Charles do Bronx terá todo o apoio da torcida lutando em casa neste final de semana. Aos 28 anos, o peso-leve poderá quebrar o recorde histórico de Royce Gracie e se tornar o maior finalizador da história da organização caso conquiste sua 11ª vitória por esta via; mas, para isso, terá que submeter o norte-americano Christos Giagos, que chega para sua segunda passagem pelo UFC após somar quatro vitórias em cinco lutas no circuito regional.
FRANCISCO MASSARANDUBA X EVAN DUNHAM
“O homem que nasceu para bater em outro homem”, Francisco Massaranduba quer manter a escrita de nunca ter perdido duas lutas seguidas na carreira e se recuperar do revés sofrido para James Vick em fevereiro, no confronto contra Evan Dunham em São Paulo. O norte-americano de 36 anos fará sua luta de número 20 no UFC e a última da carreira. Membro do plantel do UFC há quase 10 anos, Dunham dividiu o Octógono com alguns dos maiores nomes do peso-leve como Rafael dos Anjos, Donald Cerrone, Joe Lauzon, entre outros, e quer terminar seu ciclo profissional com um triunfo após ser vencido por Olivier Aubin-Mercier em seu duelo mais recente.
LUIS HENRIQUE X RYAN SPANN
O ex-peso-pesado Luis Henrique “KLB” começa uma nova fase em sua trajetória no Ultimate neste sábado, quando desce pela primeira vez à divisão até 93kg para enfrentar Ryan Spann. Após somar duas vitórias e três derrotas na categoria dos grandalhões, o carioca de 25 anos estreia no novo peso contra um adversário que impressionou Dana White na mais recente temporada do Tuesday Night Contender Series, quando precisou de apenas 26 segundos para finalizar seu adversário e conquistar um contrato com o UFC.
AUGUSTO SAKAI X CHASE SHERMAN
Outro lutador contratado na temporada de estreia do Contender Series Brasil, Augusto Sakai faz sua estreia no Octógono neste final de semana quando encara Chase Sherman pelos pesos-pesados. O peso-pesado paranaense chega à organização com um cartel de 11 vitórias (com nove nocautes), um empate e apenas uma derrota, por decisão dividida para o ex-UFC Cheick Kongo. Em Sherman, ele terá um adversário brigador e de mãos pesadas, que vem a São Paulo pressionado após sofrer duas derrotas consecutivas.
SÉRGIO MORAES X BEN SAUNDERS
Único atleta nascido em São Paulo capital no card, Serginho Moraes promete levantar a arquibancada do Ginásio do Ibirapuera quando fizer sua caminhada para o duelo contra Ben Saunders neste sábado. Com sete vitórias, um empate e uma derrota em suas últimas nove lutas, o faixa-preta de jiu-jítsu tenta o segundo triunfo consecutivo em 2018, após superar Tim Means em Belém, contra um oponente significativamente mais alto, que vem embalado por uma vitória contundente por nocaute sobre Jake Ellenberger em junho.
MAYRA SHEETARA X GILLIAN ROBERTSON
Terceira e última atleta em ação contratada na primeira temporada do Contender Series Brasil, a peso-mosca de 27 anos precisou de apenas 62 segundos para garantir a vitória no programa de Dana White e, com isso, recebeu a oportunidade de estrear logo no Octógono, contra uma adversária que finalizou as duas oponentes que teve na organização até o momento, em um confronto que pode colocar a vencedora no Top 15 da categoria mais nova do Ultimate.
THALES LEITES X HECTOR LOMBARD
Outro que fará sua despedida no UFC São Paulo será Thales Leites, que encerra sua carreira de 15 anos no MMA contra Hector Lombard neste final de semana. Derrotado em seus dois compromissos mais recentes, o dono de um dos melhores katagatame já vistos no Ultimate mede forças contra o experiente cubano de 40 anos, que busca dar um fim a uma sequência de cinco reveses no Octógono.
ELIZEU CAPOEIRA X LUIGI VENDRAMINI
Vivendo grande fase dentro e fora do Octógono, o meio-médio Elizeu Capoeira, que acaba de se tornar pai, vai em busca da sexta vitória seguida no UFC contra seu compatriota estreante, Luigi Vendramini. Com três prêmios de Luta da Noite e dois triunfos por nocaute na atual sequência positiva, Capoeira já está pedindo passagem no Top 15 dos meio-médios, e promete ser um desafio do mais alto nível para o jovem Luigi, de 22 anos, que faz seu primeiro combate no UFC substituindo o lesionado Belal Muhammad, e chega à organização com um cartel invicto de oito vitórias.
LIVINHA SOUZA X ALEX CHAMBERS
Ex-campeã peso-palha do Invicta FC, a paulista de Araraquara Livia Renata Souza faz sua aguardada estreia no Ultimate na luta de abertura do UFC São Paulo, quando enfrenta a australiana Alex Chambers. Com um cartel de 11 vitórias e apenas uma derrota, com dois triunfos por nocaute e sete por finalização, Livinha é conhecida por sempre buscar suas vitórias pela via rápida, e quer carregar o sucesso que teve no Invicta para o Octógono e, em casa, começar a fazer barulho na competitiva divisão mais leve da organização.
Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube