Pular para o conteúdo principal
Lutadores Brasileiros

UFC Uruguai: Vicente Luque vai em busca da 10ª vitória no Octógono

Brasileiro mede forças com Mike Perry na luta co-principal do evento

Após nocautear Derrick Krantz no UFC Rochester, em maio, Vicente Luque imediatamente pediu ao Ultimate por uma vaga no UFC Uruguai. Dito e feito: neste sábado (10), o brasileiro encara Mike Perry na luta co-principal do evento, quando buscará sua 10ª vitória no Octógono.

Mais UFC Uruguai: As estreias do UFC na América Latina | 10 brasileiros (e meio) em ação | Top 5: Valentina Shevchenko | Como assistir | Card completo

Contratado após participar do TUF 21, Vicente estreou com derrota na organização. Mas o que se seguiu foi uma trajetória de evolução que viu o prospecto se transformando em um dos lutadores mais letais da divisão até 77kgs.

Entre 2015 e 2016, Vicente começou a mostrar suas cartas, vencendo quatro lutas consecutivamente: duas por nocaute, duas por finalização e apenas uma após o 1º round.

Em seguida veio o tropeço para o embalado Leon Edwards, que recentemente chegou à oitava vitória consecutiva e ao Top 5 da divisão. Mas o revés parece ter feito o brasileiro crescer ainda mais, e ele se reabilitou com mais cinco triunfos - uma finalização e quatro nocautes, sendo três deles no primeiro round. A sequência finalmente deu a Vicente um lugar no ranking dos meio-médios.

De olho na sexta vitória seguida, e 10ª ao todo no Ultimate, ele tem pela frente neste final de semana um oponente perigoso em Mike Perry.

“O estilo dele é agressivo para caramba, ele é um cara que entra para dentro, e eu também sou agressivo, se eu vir a brecha, vou para acabar a luta”, disse Vicente ao UFC Brasil, “Não tem muito para onde correr. Vejo um nocaute ou finalização, mas se o cara aguentar a pressão e vier para dentro, pode ser a Luta da Noite. Com certeza é uma luta para todo mundo ficar de olho, porque vai ter muita ação”.

O UFC Uruguai terá transmissão ao vivo e exclusiva do Canal Combate neste sábado, a partir de 18h (horário de Brasília).

Assine o Combate | Siga o UFC Brasil no Youtube