Pular para o conteúdo principal
/themes/custom/ufc/assets/img/default-hero.jpg

UFC Vancouver: Joe Lauzon e Jim Miller reeditam uma das melhores lutas de 2012

Pesos-leves fizeram a Luta da Noite do UFC 155


No dia 29 de dezembro, Jim Miller e Joe Lauzon se enfrentaram na luta co-principal do UFC 155, em uma luta que quase roubou o brilho do combate que veio a seguir, a disputa do cinturão dos pesos-pesados entre Junior Cigano e Cain Velasquez.
Durante três rounds, os dois pesos-leves deixaram tudo o que tinham no octógono em uma batalha sangrenta e cheia de reviravoltas, que acabou com vitória de Miller por decisão unânime dos jurados.
O “prêmio de consolação” de Lauzon chegou cerca de um mês depois, quando o presidente do Ultimate, Dana White, enviou para a academia do lutador a lona do octógono do evento, reconhecendo o grande espetáculo que ele havia proporcionado aos fãs, apesar de sair derrotado.
>> Acesse M.ME/UFCBRASIL e receba as notícias do UFC no Messenger do Facebook
Neste sábado (27), vivendo momentos bastante diferentes dos de quatro anos atrás, os dois voltam a se enfrentar no card principal do UFC Vancouver, em uma luta que já começa repleta de expectativa.
Os dois lutadores venceram de forma contundente seus mais recentes compromissos, ambos no UFC 200: Miller nocauteou Takanori Gomi, e Lauzon nocauteou Diego Sanchez - dois triunfos no primeiro round.
Mais UFC Vancouver: Pettis admite nervosismo |  Estreante prevê "trocação insana" | Cinco motivos para não perder | Olho neles | Demian e Charles lideram o UFC Vancouver | Como Demian dominou | Condit abre o jogo | Do Bronx mira cinturão
Juntos, eles somam impressionantes 21 bônus pós-luta, entre nocautes, finalizações, performances e lutas da noite, e não há motivos para duvidar que sejam novamente premiados no sábado.
“Sempre digo que quero proporcionar lutas que as pessoas queiram assistir”, disse Lauzon em recente entrevista ao UFC.com, “E cheguei em um ponto em que as pessoas realmente ficam ansiosas pelas minhas lutas. Não sinto que preciso tentar vendê-las. É a mesma coisa com Jim Miller. Ninguém acha que teremos medo de sujar as mãos e de nos cortar um pouco. Vamos entrar lá, perseguir um o outro, e vai ser empolgante”.
Você está certo, Joe. Estamos realmente ansiosos.
Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube | Visite a UFC Store | Baixe o aplicativo do UFC