Pular para o conteúdo principal

Vitor Belfort passa por exame antidoping após reclamações de Weidman

Brasileiro e norte-americano se enfrentarão no UFC 184, em 28 de fevereiro


As reclamações de Chris Weidman no Twitter deram certo. O norte-americano usou suas redes sociais no último sábado para mostrar publicamente que não está nada satisfeito pelo fato de o brasileiro ainda não ter sido testado para o UFC 184, em 28 de fevereiro, em Los Angeles.

"Weidman-Belfort = 120 dias de distância. Luta anunciada pela primeira vez há 100 dias. Número de vezes que Vitor Belfort foi testado = 0. Número de vezes que será testado = ?", dizia a mensagem, que continuava com uma provocação. "Não ajudará nada se ele estiver tomando algo escondido, continuarei sendo campeão." 

Weidman, porém, foi avisado pelo jornalista de MMA do Yahoo Sports, Kevin Iole, que o brasileiro passou por um teste surpresa de sangue e urina no mesmo dia, realizado pela Comissão Atlética de Nevada (NAC). Segundo Iole, a entidade manteve a realização dos exames em acordo com a Comissão Atlética da Califórnia (CSAC), responsável pelas normas dentro do estado em que ocorrerá a luta.

Os resultados dos exames de Belfort devem ser divulgados em duas semanas. Ainda de acordo com Iole, o brasileiro colaborou com os representantes e não se mostrou chateado em nenhum momento por ter sido testado.

Belfort fazia uso da terapia de reposição hormonal de testosterona, o TRT, que foi proibido pela Comissão Atlética de Nevada no começo de 2014.