Pular para o conteúdo principal

Você precisa conhecer: Marina Rodriguez

Invicta na carreira, promessa do peso-palha volta à ação neste sábado (25) no UFC Fight Island 3

Há menos de dois anos no plantel do UFC e com apenas quatro lutas na organização, Marina Rodriguez já é parte do Top 10 divisão peso-palha, e está com compromisso marcado contra a ex-campeã da divisão, Carla Esparza, no UFC Fight Island 3, no próximo sábado (25). A gaúcha de 33 anos é uma lutadora que você precisa conhecer.

Marina teve um início tardio no MMA, fazendo sua estreia profissional apenas em 2015, aos 27 anos de idade. Mas ela correu atrás do tempo perdido fazendo nove lutas - e vencendo todas - em menos de três anos, sequência que lhe garantiu uma oportunidade de participar da primeira edição do Dana White’s Contender Series Brasil em 2018.

Fazendo sua primeira luta fora do Brasil e diante dos olhos de Dana White, a brasileira precisou de apenas 3m03s para nocautear sua adversária e teve uma performance que impressionou seu futuro chefe - antes de anunciar formalmente sua contratação, o presidente do Ultimate foi cumprimentá-la pessoalmente pela vitória nos bastidores da gravação.

A estreia de Marina no Octógono aconteceu cinco meses depois em São Paulo, já em um duelo contra uma atleta ranqueada na categoria até 52 Kg: a canadense Randa Markos. A luta começou bem para a brasileira, mas Randa, mais experiente, cresceu no fim e conseguiu arrancar um empate na pontuação dos jurados.

Mas a primeira vitória no maior palco do esporte não tardou a vir. Em março de 2019, a gaúcha se viu diante de mais uma oponente de renome: a ex-campeã do WSOF, Jessica Aguilar. Desta vez, Marina não deu chances para o azar, dominou a luta de ponta a ponta e venceu por decisão unânime.

Mais seis meses se passaram até que a brasileira tivesse mais uma oportunidade de se testar contra uma atleta do Top 15 do peso-palha, o que aconteceu em agosto de 2019 em duelo com Tecia Torres no Uruguai. Na ocasião, a atleta de Bagé, que hoje mora em Florianópolis fez parecer fácil aquela que deveria ser a luta mais dura de sua carreira até então, conquistando novo triunfo por decisão unânime.

O próximo desafio, em dezembro de 2019, foi diante de Cynthia Calvillo. Assim como na estreia, Marina saiu na frente do duelo, mas viu a adversária se recuperar no fim e amargou um novo empate no Octógono. Vale notar que Calvillo é atualmente a 2ª colocada no ranking da divisão de cima, o peso-mosca (até 56 Kg).

Marina Rodriguez nunca teve vida fácil no Ultimate, e neste final de semana não será diferente. Atual 9ª colocada no ranking do peso-palha, a brasileira medirá forças com a ex-campeã Carla Esparza, que chega para o confronto embalada por três vitórias consecutivas na organização.

O UFC Fight Island 3 terá transmissão ao vivo e exclusiva do Canal Combate neste sábado a partir das 18h (horário de Brasília).

Assine o Combate | Siga o UFC Brasil no Youtube