Pular para o conteúdo principal

Weidman compara Belfort a videogame: "Parecia um chefão com a energia caindo"

Norte-americano manteve o cinturão dos médios após vencer o brasileiro no UFC 187


Apesar de ter mantido o cinturão dos médios na luta contra Vitor Belfort no UFC 187, o norte-americano Chris Weidman passou verdadeiros apuros contra o brasileiro. Logo no início do combate, o desafiante acertou uma joelhada no campeão, que sentiu e apenas fechou a guarda para se defender de uma verdadeira blitz de socos do rival, resultando em um corte em seu supercílio esquerdo. Em entrevista a jornalistas na entrevista coletiva pós-UFC 187, o campeão comentou que, mesmo tendo recebido tantos golpes, não sentiu que iria sair derrotado em nenhum momento, e comparou a luta com Belfort a um jogo de videogame.

- Weidman x Belfort: os melhores posts

"Parecia como um videogame: conforme você enfrenta o "chefão", a energia dele vai caindo. Eu pensei, "Você só vai gastar toda sua energia". Eu estou acostumado a treinar com caras usando luvas de 16 onças (de boxe), então estou acostumado a deixar os caras baterem e se cansarem. Aí, ele acertou um uppercut e eu pensei, "Tenho que me mover e sair daqui". Mas aí, comecei a ver seus golpes saindo cada vez mais lentos, e percebi que ele estava cansando e eu estava bem."

- Belfort começa arrasador, mas é nocauteado por Weidman no UFC 187

Weidman também comentou que a animosidade mostrada no momento da encarada durante a pesagem ficou para trás no combate, e que seu pensamento estava focado em apenas manter o cinturão. "Eu venho aqui para competir, não venho para uma pancadaria, tentando arrancar a cabeça dele. Todas as emoções de ontem (sexta-feira) foram reais, mas eu tirei isso da minha mente. Não foi difícil, mas foi um processo de pensamento".