Pular para o conteúdo principal

Weidman e Belfort mostram confiança para o UFC 187

Lutadores conversaram com jornalistas e analisam o confronto valendo o cinturão dos médios, em 23 de maio


O campeão dos médios, Chris Weidman, e o brasileiro Vitor Belfort deram entrevistas à imprensa na última quarta-feira (13), onde falaram sobre as expectativas para o UFC 187, em 23 de maio, onde farão o segundo duelo mais importante da noite. Perguntado sobre as lesões que adiaram essa disputa contra Belfort, Weidman foi contundente ao dizer que elas não o atrapalharam e que está pronto para o brasileiro.

- Assine o Canal Combate e não perca nenhum momento de Weidman x Belfort

“Com meu background em wrestling é assim, você se lesiona e volta mais forte, me recuperei muito bem. Não estou preocupado com o tempo afastado ou as lesões.”

- Weidman sobre Belfort: “Vou encontrar a insegurança dele e expor isso ao mundo”

Sobre enfrentar uma lenda, Weidman não vangloriou muito o ex-campeão meio-pesado. “Vejo essa luta como outra qualquer, quero ir lá e vencer. Preciso ser mais esperto que ele, é um jogo de xadrez, preciso fazer coisas que ele não espera. No fim das contas, vence quem for mais sagaz”.

- Antes de enfrentar Belfort, Chris Weidman recebe faixa preta de jiu-jitsu

Com esse longo afastamento do campeão, o desafiante brasileiro Vitor Belfort também ficou um bom tempo fora de ação. Ele não atua desde 2013, quando venceu Dan Henderson no Brasil, e isso e também foi colocado em pauta. Mas o terceiro colocado do ranking mostrou qual foi a receita durante esse período.

- Os exóticos cortes de cabelo de Vitor Belfort

“Treinar e me manter minha mente focada e fazer o que pode ser feito, não naquelas coisas que você não tem como fazer ou não podem ser feitas. Mantive o foco no que podia, tentando evoluir e melhorar. O "se" não faz parte do meu vocabulário. Só me preocupo com fatos e com o que está na minha frente.”

- Vitor Belfort: curiosidades sobre o fenômeno

O faixa-preta de Jiu-jitsu e nocauteador nato é um dos mais experientes atletas do MMA, vem lutando desde 1996, e afirmou qual é um dos motivos para se manter sempre nas cabeças, e sempre faminto por uma conquista.

- Vitor Belfort ensina boas maneiras a Michael Bisping

“Eu acho que tudo é relacionado com a forma como você encara as coisas, me sinto abençoado de estar onde estou. Quantos caras da minha época ainda estão por aqui? Então, me sinto muito abençoado, essa é a palavra”.